Coluna – Delação da Odebrecht “pega” 18 deputados e ex-deputados estaduais de RO

In Painel Político

Construtora teria pago propina pela isenção fiscal dada às usinas e para “abafar” CPI na Assembleia Legislativa

Dezoito

Esse é o número de deputados e ex-deputados estaduais de Rondônia que aparecem nas delações da Odebrecht, responsável pela construção das usinas de Santo Antônio e também com ramificação em Jirau. Também aparecem políticos de escalão mais alto em negociações envolvendo a famosa isenção fiscal das usinas do Madeira. E dinheiro não foi problema, porque o BNDES estava financiando tudo.

R$ 500 mil

Esse teria sido o valor pago a cada deputado estadual de Rondônia na época. Só para refrescar a memória dos “esquecidos”, a discussão sobre as isenções começaram no governo Cassol, passou pelo Cahulla e fechou no governo de Confúcio Moura. Vale lembrar que a Assembleia chegou a montar a “CPI das Usinas”, cujo relatório “miou”. Mas a conta bancária de muita gente engordou nessa época. Em 2011, PAINEL POLÍTICO revelou com exclusividade que além do propinoduto das usinas, também foi aplicado um golpe através da holding chinesa SUSFOR. Uma testemunha apontou envolvimento do senador Ivo Cassol (na época governador) e o então deputado estadual Tiziu Jidalias como beneficiários.

Também em 2011

Um dossiê contendo gravações de vídeo e áudio, além de uma série de documentos que supostamente comprovariam esquemas de corrupção envolvendo a subsidiária brasileira do grupo chinês SUSFOR em Rondônia, a UTR, e políticos do Estado, foi entregue ao Ministério Público Federal e a Polícia Federal em São Paulo pelo empresário Luiz Carlos Tremonte, que alega ter sido “sócio” de Ivo Cassol. Entre os documentos constavam cópias dos cheques que supostamente foram entregues a Tiziu em 2010. O mesmo dossiê revelaria ainda relações próximas do ex-chefão da Santo Antônio Energia, José Bonifácio Pinto Júnior, o “Boni” com o senador Ivo Cassol, então governador na época. Cassol, eleito senador em 2010, gastou pouco mais de R$ 7 milhões em sua campanha e todos os recursos declarados foram decorrentes do comitê de campanha.

Lindinha

Na delação da Odebrecht aparece uma política de Rondônia apontada como “Lindinha”, que teria recebido uma “ajuda por fora” em suas campanhas. O anexo das usinas de Rondônia estão bem detalhados, inclusive com datas e valores. Também entre os beneficiados pelo propinoduto estaria o ex-deputado estadual Valter Araújo, preso em 2011 na Operação Termópilas. É só esperar, logo começam a circular as cópias.

Falando em delações

O prefeito de Vilhena, José Rover preso na semana passada pela Polícia Federal por uma série de crimes, entregou “geral” quem andou fazendo “negócios” com ele, principalmente quem “destinou emendas”. Doido para se livrar da cadeia, ele soltou a língua. Na véspera de sua prisão Rover esteve em Brasília e já dava sinais que sabia que seria preso. Estava pálido e trêmulo. Agora é esperar o teor da delação.

Pela família

Falando em Ivo Cassol, o senador estaria empenhado em emplacar seu genro, Bruno Malheiros, como superintendente da Polícia Rodoviária Federal em Rondônia e Acre. O rapaz é inspetor e a ajuda do “sogrão” faz a diferença.

Oi??

A liminar que determinou o fim da cobrança da energia elétrica por bandeira tarifária foi uma ação do deputado estadual Léo Moraes. Mas bastou o assunto “bombar” para aparecer gente de todo lado querendo uma lasquinha. Até Mariana Carvalho “comemorou” a decisão, ela só esqueceu de dizer quem foi que deu início ao processo. Quem vê o material da deputada, acha que foi ela.

Baderna

Um bando que se denomina “manifestantes” resolveu invadir o plenário da Câmara dos Deputados na tarde desta quarta-feira. Na marra não vai. Melhor aprender a votar do que promover a baderna. O grupo, ao que tudo indica, é o mesmo que invadiu a UNB em junho desse ano gritando baboseiras do tipo, “a volta do regime militar”.

A casa caiu

Para o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho, que foi preso nesta quarta-feira pela Polícia Federal acusado de comandar um esquema de compra de votos nas eleições desse ano em Campos. No mandado de prisão, assinado pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira, Garotinho é citado como o “protagonista” das práticas criminosas com outros indiciados. Ele exerceria inclusive uma dominação sobre a Câmara Municipal de Campos, onde é secretário de Governo municipal. A prisão é preventiva (sem data para ser solto).

Para rir um pouco…

superlua

Tá demais

Rondônia, daqui a algum tempo, não terá mais caixas eletrônicos se mantiver esse ritmo de assaltos que vem ocorrendo há vários anos. Comerciantes não querem mais instalar as máquinas, nas ruas é impossível ter, e os das agências bancárias estão sempre “em manutenção”. É preciso resolver de uma vez por todas essa situação, que beira o absurdo. A população, principal prejudicada, fica refém e impotente.

Brincadeira

O tal Grupo de Operações Aéreas do governo ganhou um helicóptero em fevereiro desse ano, mas a geringonça nunca voou por falta de manutenção, de peças e de vontade. Na contramão da economicidade e do bom senso, o governo resolveu comprar outra aeronave, ao custo de mais de R$ 9 milhões. Sinceramente eu gostaria de saber onde andam Ministério Público e Tribunal de Contas que permitem esse tipo de irresponsabilidade com dinheiro público.

Por que o consumo de alho pode tornar os homens mais atraentes

Quer fazer ainda mais sucesso com as mulheres? O odor corporal tem papel fundamental neste trabalho. Mas esqueçam os perfumes caros e… aumentem o consumo de alho. É isso mesmo: alho, aquele alimento de cheiro forte e pouco agradável. Pesquisadores da Universidade de Stirling e da Universidade Charles, em Praga, na República Checa, pediram a 42 homens que comessem alho cru, cápsulas de alho ou nenhum alho e usassem almofadas nas axilas por 12 horas. Em seguida, 82 mulheres foram solicitadas a cheirar as amostras de odor nas almofadas e classificá-las pela sua graça, atratividade, masculinidade e intensidade. O odor corporal dos homens era percebido como “significativamente mais atraente e menos intenso” quando eles comiam dentes de alho ou o alimento em cápsulas,  do que quando eles (os mesmos homens) não  haviam comido. Entre os principais benefícios do alho incluem efeito imunoestimulante, cardiovascular, bactericida e até anti-câncer. Logo, é plausível que a preferências de certos odores humanos tenham sido moldadas pela seleção sexual. Hoje, acredita-se que, de uma perspectiva evolutiva, a preferência por certos odores corporais está associada à dieta e, possivelmente, foi moldada por meio da seleção sexual. Estudos anteriores mostraram que o consumo de alho também pode afetar o odor do leite materno, aumentando o tempo que os bebês gastam no peito de sua mãe e se alimentam mais vigorosamente.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

Léo Moraes apresente PEC para igualar salários de Agentes e Socioeducadores

Léo Moraes apresente PEC para igualar salários de Agentes e Socioeducadores

Espalhe essa informação O Projeto visa alterar a Constituição do Estado. O Deputado Léo Moraes propôs nesta quarta-feira, 22,

Read More...

“Ganância e magia negra foram motivos de assassinatos”, diz delegado sobre morte de diretor da OAB/RJ e família

Espalhe essa informação Irmão que estava foragido se entregou à polícia na manhã desta quinta. Matadores teriam jogado pedaços

Read More...
Governo envia ao Congresso regime de recuperação financeira para estados

Governo envia ao Congresso regime de recuperação financeira para estados

Espalhe essa informação No Rio, a aprovação do projeto de lei que autoriza a venda da Cedae deve facilitar

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu