Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Delegado do Caso Naiara está sendo transferido

0

Essa transparência…

O PMDB do governador Confúcio Moura recebeu, a título de doação de campanha, R$ 500 mil da construtora Andrade Gutierrez, que por uma daquelas coincidências do destino integra o consórcio construtor das usinas do Madeira. Alguém lembra da tal isenção que o governo queria dar? Já o candidato Confúcio Moura recebeu como doação a quantia de R$ 60 mil do Centro Médico Anestesiológico de Rondônia. Por acaso essa empresa está me processando por que a coluna divulgou, em novembro de 2013, que a mesma detém um contrato milionário com o governo do Estado. Eles querem 300 salários mínimos de indenização.

Já o Bessa

Quem estava curioso sobre o financiamento da campanha do delegado da Polícia Federal Marcelo Bessa que tenta uma vaga em Brasília vai a resposta. De acordo com o sistema de prestação de contas do Tribunal Regional Eleitoral ele recebeu uma doação no valor de R$ 30 mil da empresa Cairu Transportes. Já o senador Acir Gurgacz, que busca a reeleição, recebeu uma doação no valor de R$ 100 mil de seu pai, o empresário Assis Gurgacz. O ex-diretor do DER, Lúcio Mosquini, que é candidato a deputado federal alega ter recebido até agora R$ 35 mil, sendo que R$ 10 mil foram doados por ele próprio a sua campanha. O deputado federal Nilton Capixaba, que busca a reeleição, afirmou ao TRE ter recebido dele próprio, R$ 2 mil.

Mudança

O delegado Nestor Romanzini, titular da Delegacia de Patrimônio e responsável pelo inquérito de nº 019/2013 (Caso Naiara) está sendo transferido para outra função, o que na prática quer dizer que o inquérito deve esfriar ainda mais.

Aliás

Esse caso é emblemático também pela decisão da juíza Euma Tourinho, que ao revogar a prisão preventiva de um dos acusados de participar do crime afirmou, “revogo, por ora, a prisão preventiva decretada em face de Wagner Strogulski eis que a despeito da falta de eficiência da polícia em localizar o seu paradeiro e da falta de lealdade processual da defesa em identificar o local onde poderia ser encontrado não há qualquer notícia a respeito de intimidação de testemunhas ou outro que o valha que justifique a sua custódia cautelar, ou seja, solto até o presente momento não procurou, de qualquer forma, conturbar o andamento do processo”.

Com isso

É como se jogassem uma pá de cal sobre o complicado inquérito da morte da jovem de 18 anos, que foi estuprada por cinco elementos e foi esfaqueada cerca de 20 vezes.

Outro

Crime que continua sem solução é o assassinato do auditor fiscal Robson Luis Santos da Silva, que completou um mês neste dia 7. O crime acontece em uma área residencial na zona Norte da Capital. Dois homens armados desceram de um carro modelo Astra disparando vários tiros, e um deles atingiu a cabeça de Robson Luis que morreu no local. Outro crime em aberto foi registrado em 19 de setembro de 2008, data em que outro auditor da receita, Armando Dalarte foi executado em plena luz do dia, no centro de Ji-Paraná por quatro tiros, disparados por um pistoleiro em uma moto. Até hoje a polícia não tem pistas.

Veto

E o governo de Rondônia vetou o projeto de “auxílio-aluguel” que atenderia os desabrigados da maior enchente registrada na história de Rondônia. A proposta havia sido aprovada na Assembleia e prevê o repasse de R$ 600 a cada família atingida. De acordo com a justificativa do Governo, a proposta apresentada buscava amenizar os efeitos derivados do período pós-cheia, superado o momento em que o rio Madeira atingiu níveis alarmantes de volumes de água. “No entanto, a matéria, nos moldes propostos, esbarra em inconstitucionalidade, seja pelo vício de iniciativa ou mesmo pela ausência de previsão orçamentária”.

Mas então…

Pera lá, ajudar os desabrigados não pode, mas querer dar dinheiro para o Flor do Maracujá…

Falando nisso

O Ministério Público do Estado interviu e o arraial deve acontecer, mas com nova formatação. Antes o estado repassava os recursos para entidades que contratavam serviços de sonorização, arquibancadas e palcos. Agora o Estado vai contratar esses serviços, através de licitação, evitando dessa forma a contratação de empresas inidôneas. A idéia é fechar o ralo. Ano passado o governo chegou a pagar R$ 2 milhões a uma emissora de TV que fez a transmissão do evento.

11 de agosto

É comemorado o Dia do Advogado e a OAB de Rondônia promove seu tradicional almoço no Clube do Advogado, a partir do meio-dia. Já no dia 21 acontece a XII Conferência dos Advogados do Estado de Rondônia, a partir das 19h30 no auditório da entidade.

Ainda a advocacia

Estados fechando a segunda edição do “Anuário Advogados de Rondônia”, que circula aqui e fora do Estado. Contatos para informações podem ser feitos pelos telefones (69) 9363-1909 ou (69) 3225-9979, falar com Muryllo.

Polêmica

E já que o assunto é advocacia, a Câmara dos Deputados aprovou em sessão terminativa a figura do “paralegal”, que é a permissão para que bacharéis (diplomados em Direito sem OAB) possam atuar em algumas situações. Falta a matéria ser aprovada no Senado. A OAB nacional já se manifestou contrária ao projeto. Metendo o bedelho na conversa é bom ressaltar que a prova da Ordem é um filtro e nem á tão difícil ser aprovado. O problema maior é a qualidade de grande parte das instituições de ensino superior, que deixa a desejar. Se o acadêmico não tem uma graduação de qualidade, dificilmente conseguirá a aprovação.

Censura

E em Vilhena a promotora Yara Travalon Viscardi, impôs uma série de restrições à imprensa da cidade, através de “recomendação”, que fica impedida de divulgar ações dos diversos candidatos às eleições. A promotora afirmou que se não forem cumpridas podem configurar crime de desobediência e aplicação de multa. Para ela, a imprensa não pode nem mesmo exibir fotos de candidatos, a agenda, visitas, reuniões, “comícios e ainda de sua proposta de Governo, devendo sempre se evitar enaltecer e/ou dar destaque às ações, projetos, propostas e outras atividades de qualquer candidato”. Desse jeito fica difícil trabalhar…

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Telegram. Para mais informações acessehttp://painelpolitico.com/grupos-de-noticias.

Baixos níveis de vitamina D podem dobrar riscos de demência e mal de Alzheimer

Uma nova pesquisa sugere que pessoas mais velhas que não receberam a quantidade suficiente de vitamina D podem ter o dobro de chances de desenvolver demência e mal de Alzheimer. Publicado esta semana, no jornal “Neurology” da Academia Americana de Neurologia, o estudo é considerado um dos maiores já realizados sobre o assunto. O estudo analisou os níveis de vitamina D no sangue dos pacientes, obtidos a partir de alimentos, suplementos e exposição ao sol. A vitamina D é encontrada em peixes oleosos como o salmão, atum ou cavala, além e leite, ovos e queijo, e sua síntese é feita pela exposição ao sol. O estudo descobriu que as pessoas com baixos níveis de vitamina D tinham uma propensão 53% maior em desenvolver demência, enquanto aqueles que eram severamente deficientes corriam um risco 125% maior, em comparação a participantes com níveis normais de vitamina D. Além disso, pessoas com níveis mais baixos de vitamina D eram quase 70% mais propensas a desenvolver o mal de Alzheimer e, para aqueles que tinham deficiência grave, as chances aumentavam 120%.

Comentários
Carregando