Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – E Rondônia assiste a impunidade no Fantástico

0

“Terapia de ressocialização” com massagens e Mariri para assassinos e estupradores é no mínimo vergonhoso

Tragédia

Um policial militar matou a companheira e atirou na própria cabeça em seguida. O episódio aconteceu no final da manhã desta segunda-feira dentro do carro do PM, onde ele discutia com ela sobre uma possível reconciliação. Não foi um fato isolado, não foi uma tragédia ocasional. Esse roteiro se repete em todo o país, praticamente todos os dias. É chocante, é lamentável, mas é uma dura realidade. Por causa do descontrole, o casal deixa uma bebê orfã e aumenta as estatísticas de violência. O mais complicado é que foi cometido por um policial, uma pessoa paga pelo Estado para andar armada.

O pior

Esse tipo de situação deveria, e poderia, ser evitado se a corporação fizesse acompanhamento psicológico de seu efetivo. Problemas todos nós temos, a forma como eles são conduzidos é que agrava algumas situações. Infelizmente ainda teremos que noticiar casos como esse. Triste, lamentável e cotidianamente real.

Registro

Faleceu no último domingo o professor Luiz Gouveia, mais conhecido como “Luizão”. Uma figura conhecida em Porto Velho e boa parte do Estado. Ele foi vítima de um infarto.

Revoltante

Essa é a única palavra capaz de descrever as imagens mostradas em uma reportagem da Rede Globo, exibida no último domingo sobre os “métodos alternativos de ressocialização” que foram adotados em Rondônia para criminosos condenados a regime fechado de cadeia. Massagens com óleos aromáticos, banhos de lama e chá de mariri fazem parte da rotina de assassinos, estuprados e pedófilos que deveriam estar quebrando pedra no sol ou capinando beira de rodovia. Um dos envolvidos na morte da estudante de jornalismo Naiara Karine, condenado a 24 anos de prisão, participa da colônia de férias.

A mãe

Da estudante, em entrevista feita à reportagem, fez um questionamento válido, porque o Estado não oferece o mesmo às famílias as vítimas? Onde está a equidade nessa ação de ressocialização? Quem garante que o preso, quando sair, não vai voltar a delinquir? E os pais de família que são mortos, cujas famílias são destroçadas com a tragédia que não encontram amparo em nenhuma ONG? Isso é justo Ministério Público? Isso é justiça Tribunal de Justiça? Isso é sensato senhores legisladores? Esse tipo de “terapia” é uma sem-vergonhice sem tamanho. O Brasil é um país que não pune seus criminosos, pune a sociedade, que assiste atônita o festival de corrupção e impunidade que reinam absolutos. Estou com vergonha e nojo ao mesmo tempo.

Fica olhando

As empresas que detém a concessão do serviço de transporte coletivo de Porto Velho não pagam ISS há anos, mas o sistema só guarda dos últimos 10, e nesse período o débito ultrapassa os R$ 25 milhões. Além disso, eles devem cerca de R$ 10 milhões em ações trabalhistas e não conseguem fazer a renovação da frota porque alegam que o preço das passagens é baixo e eles precisam pagar essas dívidas da justiça do trabalho.

Pois é

Você anda espremido em uma lata velha, caindo aos pedaços literalmente porque eles não pagaram as contas quando deviam. O Ministério Público do Trabalho apresentou denúncia contra as empresas e o sindicato delas, o SET, por uma série de irregularidades. O MPT também pediu o bloqueio dos bens móveis e imóveis, mas acredite, na defesa as empresas alegam que a justiça não poderia fazer esse bloqueio porque “elas não demitiram ninguém e ainda estão operando normalmente”. Claro que o juiz nem levou em consideração essa conversa e acatou o pedido. Com isso, a justiça garante que com o destrato feito pela prefeitura, as ações trabalhistas serão todas pagas.

Interessante

Que essas empresas estão atuando há pelo menos duas décadas mas nunca foram punidas. O ex-prefeito Roberto Sobrinho deixou que elas fizessem o que bem entendessem, a frota sempre foi um lixo, a população sofre horrores com esse descaso e as empresas colocam a culpa em todo mundo, mas não resolvem o problema. Honestamente, não sei quem é a empresa que ganhou o contrato temporário, mas tenho certeza que para entrar, ela deve ter apresentado uma frota bem melhor que a atual. Chega desse monopólio. E estava bom do Estado fazer o mesmo com o transporte interestadual e dar adeus a tal da Cascavel. É outra que já iria tarde.

Anotem esse nome

Élson Ribeiro e Pólvoa. Ele foi presidente do SINDUSCON de Brasília por dois mandatos e vive socado na representação de Rondônia na capital federal. Está sempre em reuniões com a representante Lizete Lionel e com outros “assessores” do governo. Nas próximas colunas vou explicar o que esse senhor tanto fez lá pela nossa representação nos últimos tempos.

Na Central de Polícia

No último dia 22, sexta-feira, ocorreu outro incidente na rede de energia elétrica. Os servidores ouviram um estouro na fiação e todos saíram correndo para o meio da rua. Há duas semanas um incêndio foi ocasionado em função de problemas na rede elétrica e mesmo com a recomendação do Corpo de Bombeiros para que fosse refeita toda a instalação elétrica (o que foi solenemente ignorado pela SESDEC), a energia foi religada. A Central funciona ao lado de um depósito de uma loja de tintas.

Traduzindo

É uma tragédia anunciada, mas providências só serão tomadas quando ocorrer uma tragédia. Por enquanto, o governo faz o que sempre fez, faz de conta que não é com ele.

Fora do ar

Os sites do governo do Estado ficaram todos fora do ar nesta segunda-feira. “Problemas técnicos”, disseram eles.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no www.painelpolitico.com e www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Uma em 4 células de pele tem mutações que podem levar a câncer

Cerca de um quarto das células da pele de pessoas de meia idade já deram os primeiros passos em direção ao câncer de pele, de acordo com um estudo publicado na revista Science. Análise de amostras de pele de pessoas com idades entre 55 e 73 anos descobriram mais de 100 mutações de DNA ligadas ao câncer em cada centímetro quadrado de pele. A equipe, do Sanger Institute, perto de Cambridge, na Inglaterra, disse que os resultados eram surpreendentes. Especialistas dizem que a prevenção é a melhor defesa contra danos provocados pelo sol. O câncer de pele é um dos tipos mais comuns da doença. Ao comentar a pesquisa, Bav Shergill, da Associação Britânica de Dermatologistas, disse que “apesar de o sistema imunológico do corpo poder ser muito eficiente em remover células que sofreram mutações, é importante lembrar que algumas células não são removidas e se transformam em câncer”. “Prevenção é a primeira linha de defesa; usar roupas protetoras, procurar sombra e escolher protetor solar com um fator de proteção (SPF, na sigla em inglês) de pelo menos 30 são boas práticas ao sol”, completa.

Comentários
Carregando