Coluna – Estado perdeu 53,9% de arrecadação apenas em IPVA nos últimos 12 meses

No mesmo período, a arrecadação estadual caiu 22%, o que representa recessão e demissões a curtíssimo prazo

Ainda parado

As obras do Hospital de Ariquemes continuam paralisadas. Os motivos? Falha nos projetos. O dinheiro está no caixa da Caixa, mas antes de ir para o caixa da empresa, é preciso ajustar o projeto. E as chuvas começaram.

Mais uma?

As obras de duplicação da entrada de Ariquemes deveriam ter sido feitas quando Confúcio era prefeito. Ele deu uma “pedalada”, usando o recurso em outra obra. O atual prefeito Lourival Amorim tentou empurrar o abacaxi inacabado para o DNIT, que recusou já que o TCU detectou a irregularidade e na planilha tá tudo certo. Lourival agora precisa terminar e entregar prontinha, mas para isso está deixando de investir em outras áreas.

Foragidas

A ex-deputada estadual Ana da 8 e sua irmã, Luciana Dermani foram presas na manhã desta quinta-feira. Ambas foram consideradas foragidas, já que não compareceram a nenhuma das audiências as quais vinham sendo intimadas. O juiz da 2ª Vara Criminal, Edvino Preczevski, mandou recolher ambas e agentes da Polícia Civil lotados no CAEX, do Ministério Público Estadual recolheram a ex-parlamentar em Nova Mamoré. Já sua irmã foi presa em Porto Velho. Ambas respondem a uma série de crimes, mas esse processo, específico que gerou os mandados de prisão, dizem respeito a uma ação penal que investiga o crime de peculato.

Conturbada

Assim podemos classificar o mandato da ex-deputada Ana da 8. Ela se meteu em todos os tipos de encrenca. Logo nos primeiros meses após ter assumido, veio à tona um documento, registrado em cartório, no qual ela se comprometia a empregar em seu gabinete uma série de pessoas indicadas pelos supostos financiadores de sua campanha. Ela também iria repassar parte de suas emendas para o mesmo grupo. O caso, escandaloso, foi revelado por PAINEL POLÍTICO em 28 de fevereiro de 2011. No mesmo ano a então deputada foi indiciada na Operação Termópilas por integrar um grupo que supostamente recebia uma mesada do ex-presidente da Assembleia, Valter Araújo em troca de apoio político. Ela também responde a um processo, movido pelo Ministério Público, por utilizar verba de gabinete para pagar até a mensalidade da Sky de sua casa.

Resumindo

Ana da 8 vai estar encrencada pelo menos até o fim da próxima década. E agora, sem dinheiro até para pagar advogado, certamente vai passar uma boa temporada com a vida atrapalhada.

Ouça a coluna:

CLIQUE AQUI PARA DOWNLOAD

Ladeira abaixo

No mês de setembro do ano passado, o governo de Rondônia arrecadou R$ 42,7 milhões em IPVA. Agora em 2015 foram apenas R$ 19,7 milhões, ou R$ 23 milhões a menos, isso representa, 53,9% a menos nos cofres do Executivo. Nas outras receitas tributárias, a queda foi de exatos 22%, conforme havíamos relatado no início dessa semana. Em ICMS a queda não foi tão grande, mas significativos 2,7 a menos na receita corrente líquida anual. Isso representa uma redução de pouco mais de R$ 7 milhões. O Fundo de Participação do Estados (FPE) teve uma queda de 4,6%. Esses números são do relatório de receita corrente líquida anual comparado, entre os meses de setembro de 2014 a setembro de 2015.

Em síntese

Isso também confirma que o governo precisa cortar pessoal urgentemente, do contrário o Estado vai quebrar e Confúcio ainda corre o risco de responder por improbidade administrativa. O governo ainda não se manifestou oficialmente sobre os cortes, ao menos para o público, porém, os encarregados de setores financeiros das secretarias estão sendo convocados para receberem orientações sobre as reduções orçamentárias. Já tem secretário se coçando nas cadeiras para ver como vai comunicar aos apadrinhados que terá que demiti-los. Fica olhando…

Propaganda é a alma…

A SEDAM vem alardeando que está realizando um “mutirão” com a Emater para a realização do Cadastro Ambiental Rural (CAR). Então, esse mutirão é para o CAR declaratório, e não o presencial. Nessa modalidade, o cidadão leva os documentos e a Emater lança no sistema. No presencial os técnicos vão até as propriedades, tiram as coordenadas e lançam no sistema. Portanto, no modo declaratório não são necessárias as camionetes (lembram delas?) que foram compradas pela SEDAM.

Então

Esse sistema declaratório também tem mais um pequeno problema, ele não é aceito pelo SISCar, o Sistema de Cadastro Ambiental Rural, o que quer dizer que para a contabilização, não vale justificar as camionetes. Outro ponto é que o trabalho será feito duas vezes, já que depois será necessário fazer o presencial. A não ser que resolvam dar umas “pedaladas”, usando apenas a documentação apresentada, o que é crime grave. Como não estão fazendo dessa forma, as camionetes estão sendo usadas indevidamente, e isso é considerado desvio de finalidade. Será que é só eu quem se incomoda com tanta coisa errada acontecendo na SEDAM? Governador, o senhor sabia que pode ser responsabilizado por essas lambanças também?

Acordos

Entre uma CPI e outra, a liberação de uma emenda aqui, uma aprovação de projeto ali, o governo vai se comprometendo com os deputados estaduais e eles só gostam de duas coisas, ou emenda ou cargos em suas bases eleitorais. Emendas estão sendo liberadas à conta gotas, mas cargos foram prometidos à rodo. E Confúcio vem tentando cumprir, mas quando chega no seu chefe da Casa Civil, a coisa emperra. Até agora, cumpriu apenas 20% do combinado e apenas os que ele escolhe. Tem muito deputado aborrecido e a batata do chefe da Casa Civil, que sonha em ser prefeito, está assando.

Passou e eu nem sabia

Falando em parlamento rondoniense, para quem não sabe o dia 19 de setembro é comemorado em Rondônia o “Dia do Peão de Boiadeiro”, um projeto de lei (sancionado por Confúcio em 3 de outubro 2013) do ex-deputado Adriano Boiadeiro. Portanto, pode comemorar!

Via O Antagonista

José Eduardo Cardozo pediu explicações à PF sobre a intimação a Lulalinhazinho: “Senhor diretor-geral, tendo em vista a informação divulgada pela imprensa de que o senhor Luís Claudio Lula da Silva teria sido intimado, em tese, fora do procedimento usual, para prestar depoimento em inquérito policial, solicito imediatos esclarecimentos para fins de avaliação ministerial do ocorrido.” Em tese, o ministro da Justiça não deveria tentar controlar o trabalho da Polícia Federal. Em tese, Luís Claudio Lula da Silva deveria ter uma justificativa muito forte para não prestar depoimento hoje. Em tese, todos são iguais perante a lei. O Brasil é um país em tese.

Clínica Mais Saúde informa – Abstêmios morrem mais do que quem não bebe

Pesquisadores da Universidade do Texas acompanharam a vida de 2 mil pessoas durante alguns anos. E o que descobriram foi que quem bebia de um a três drinks por dia corria menos risco de morrer prematuramente. Em comparação a eles, a probabilidade de um abstêmio morrer de qualquer doença era 51% maior – e eles perdiam até para os beberrões mais pesados, cujos riscos eram de apenas 45%. É que algumas substâncias do álcool ajudam a proteger o coração. Outros vários estudos também já comprovaram esse efeito protetivo. Mas vale lembrar e reforçar: é importante consumir com moderação. Não dá para encher a cara todos os dias e esperar que vida longa e saudável.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário