Coluna – Fátima Cleide pode disputar o senado em 2014

Retorno

Fátima Cleide pode entrar na disputa pela vaga ao senado em 2014. Pesquisa de consumo interno feita por um partido apontou a ex-senadora como a favorita, em âmbito de estado, para o cargo. Também aparecem Acir Gurgacz e Alan Queiroz. Nessa ordem. Evidente que até as eleições muita coisa ainda vai acontecer, mas já é um indicativo de que, por mais que na Capital o nome de Fátima sofra rejeição, no interior a conversa muda.

Cenário

Ano que vem será apenas uma vaga ao senado e historicamente é feita uma dobradinha com o candidato ao governo. Quando disputou a cadeira em 2006, Acir apoiava Fátima que disputou governo com Ivo. Nem Acir nem Fátima foram eleitos, venceu a dobradinha Cassol/Expedito. Acir devem manter a parceria com Confúcio. Resta saber se essa dupla consegue emplacar.

Por fora

O nome de Alan Queiroz, presidente da Câmara de Porto Velho, cresceu nas últimas semanas e isso se deve a suas recentes andanças pelo interior. Prestativo e atencioso, por onde passa vem deixando boa impressão. Mas é bom lembrar que um fato preponderante nessa questão é o de ser novidade. Rondônia anda carente de lideranças políticas e Alan Queiroz não trás consigo os problemas comuns a nomes mais tarimbados. Filiado ao PSDB de Expedito Júnior, ele está sendo cotado também para o cargo de vice.

Podcast

Terremoto

A próxima semana promete ser quente lá pelas bandas da Secretaria de Estado da Educação. Os vigilantes que foram demitidos aguardam o pagamento das rescisões, que em tese terá que ser pago até o dia 20. Mas nem os salários do mês ainda foram pagos, porque o governo não fez o repasse para a empresa. A crise vem se agravando e com a proximidade do fim do ano, a situação deve complicar.

E tem mais

A secretaria de Agricultura está com mais de 10 convênios de feiras agropecuárias que foram realizadas este ano que ainda não foram pagos, algumas com mais de 6 meses de atraso. O governo manda recado informando que “tem outras prioridades”, traduzindo, “vamos dar o calote. Nem mesmo emendas de deputados da base aliada, como Jaques Testoni e Marcelino Tenório foram pagas e continuam sem previsão.

E a transposição?

O prazo para os servidores optarem pela transposição para a União encerra no próximo dia 21, segunda-feira, conforme portaria do Ministério do Planejamento. Segundo o governo do Estado, 18 mil processos já foram assinados. Desses, cerca de 9500 estarão aptos para enquadramento na folha da União, ou seja, foram contratados até março de 1987. Destes, há uma estimativa de que em torno de 500 não tenham feito a opção por motivos diversos, de ordem pessoal. Os demais – aposentados, pensionistas e contratados até 1991 – vão tentar enquadramento, possivelmente, por via judicial, mas tiveram o direito assegurado de encaminhar seus documentos para a comissão analisar.

Só que

Publicação no Diário Oficial da União, que é bom, nada ainda. E essa é uma situação que vem gerando grande expectativa junto aos servidores.

Tem mais

O número de transpostos está longe das previsões iniciais do governo, que diga-se de passagem, gastou por conta o dinheiro que supostamente seria “economizado”.

Correndo atrás

Já que o assunto é governo e eleições, Confúcio tem percorrido o estado tentando passar a imagem de que “está fazendo”. Nesta quinta-feira esteve em Guajará-Mirim visitando as obras do hospital regional que está sendo construído no município. Pura campanha eleitoral, até porque não tem nada para “vistoriar” já que as obras estão com pouco mais de 40% concluídas. Seria bem mais interessante ele se debruçar sobre as contas do Estado, porque essas sim, precisam de atenção com urgência.

Olha essa

Em 2007 o então prefeito de Vilhena Marlon Donadon “vendeu” por R$ 0,1 sete lotes em uma área urbana para a Construtora Morena Sul Ltda. O tempo passou e a empresa revendeu as propriedades, faturando no total algo em torno de R$ 42 mil. O Tribunal de Contas detectou a transação irregular e proibiu o atual prefeito, José Rover, de transferir ou permitir a comercialização  desses lotes.

Confusão

Um incêndio ocorrido na usina de Santo Antônio na manhã da última quarta-feira demonstrou a total falta de compromisso com a sociedade por parte do consórcio construtor. Dezenas de telefonemas foram dados por trabalhadores para as redações informando sobre supostos mortos e feridos e no primeiro momento a prioridade da usina foi a de tentar descobrir como as imagens do incêndio haviam vazado. Os assessores de imprensa não sabiam de nada, não conseguiam dar uma informação coerente e a coisa só foi, mais ou menos esclarecida, no fim da tarde após muita desinformação.

Expo Rodeio Show

Luan Santana vai fazer a abertura da feira agropecuária de Porto Velho, que acontece a partir do dia 14 de novembro no Parque de Exposições da capital.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon.

Mudança radical de hábitos pode evitar envelhecimento das células

Cientistas de uma universidade americana descobriram que uma mudança completa de estilo de vida pode reverter o envelhecimento das células. Eles encontraram indícios de que uma rotina rígida de exercícios físicos, dieta e meditação podem reduzir o ritmo de envelhecimento celular. A descoberta foi feita por uma equipe de pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. O estudo foi publicado em uma revista científica especializada em câncer. Os cientistas afirmaram, contudo, que as conclusões ainda não são definitivas. A pesquisa avaliou 35 homens com câncer de próstata. Aqueles que mudaram seu estilo de vida apresentaram células mais novas em termos genéticos. Os pesquisadores observaram mudanças visíveis nas células de um grupo de 10 homens que adotou uma dieta à base de vegetais e seguiu à risca uma rotina recomendada de exercícios físicos. Eles também passaram a fazer meditação e ioga, com o intuito de se livrar do estresse.

 

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília