Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Fechamento de delegacias não melhora segurança

0

Pegou mal

A tal questão na prova do Detran falando sobre a condenação do senador Ivo Cassol, e ainda induzindo os candidatos ao erro ao citar que o senador “foi preso” está causando uma confusão daquelas. Cassol ficou extremamente irritado com o fato, mas não vai poder fazer muita coisa. O estrago já foi causado e caberá a ele conduzir o processo da melhor forma.

Mais complicado

Está sendo administrar a confusão causada por ele próprio quando “deu corda” ao deputado estadual Maurão de Carvalho para que ele, Maurão, saísse candidato a governador pelo grupo liderado por Cassol. O italiano não acreditou que Maurão fosse encampar a idéia, e pior, dar início a uma série de articulações. Cassol também não contava com a mudança de idéia de sua irmã, Jaqueline, que em setembro do ano passado chegou a anunciar que deixaria a vida pública, mas agora em junho resolveu disputar o governo.

Com isso

O grupo liderado pelo senador virou um verdadeiro “balaio de gato”, que está resultando em uma série de declarações desencontradas, e pior, deixando os filiados e simpatizantes completamente atônitos. Nesta terça-feira, em um site local, Cassol declarou que a “candidatura de Jaqueline é irreversível” e usou como desculpa a questão da prova do Detran. Na mesma hora, o deputado Maurão de Carvalho reagiu, confirmando que é pré-candidato e que vai para a disputa na convenção. Agora é esperar.

Enquanto isso

O PT tenta convencer o PT de que o PT tem que caminhar com Cassol. Entendeu?

Na verdade

O PT deve reunir nesta sexta-feira para definir um caminho. A única opção descartada até agora pelo deputado federal Padre Ton, pré-candidato ao governo pela legenda, é a de sair sozinho. Outras três possibilidades estão sendo avaliadas, entre elas a de Ton vir a ser candidato ao Senado com o apoio de Cassol. A outra seria esquecer o italiano e partir para o abraço com o PMDB, e nesse caso o deputado federal Anselmo de Jesus seria o vice. A quarta alternativa seria a possibilidade de aceitar ser vice na chapa de Cassol, sendo a candidata majoritária Jaqueline Cassol.

Resumindo

O PT de Rondônia se perdeu no meio do processo e a cada passo que dá, a situação fica ainda mais complicada. Vamos aguardar a reunião de sexta.

Na batalha

Aluízio Vidal, de longe o melhor nome nas fileiras do PSOL de Rondônia, vem travando uma luta grande para ter seu nome aprovado como candidato ao Senado pelo partido, na convenção marcada para o próximo dia 16. Vidal convocou nesta terça-feira, pelo Facebook, simpatizantes e militantes para que lhe prestem apoio no dia da convenção. Se ele não conseguir, só quem perde é o PSOL. E duas vezes, porque Vidal pode migrar para outra legenda, coisa que já devia ter feito há tempos.

Mascarando

O governo de Confúcio Moura resolveu fechar as DPs e vai implantar as UNISPs. De primeira, parece uma boa idéia, mas não é. As unidades integradas de segurança, na verdade, são para mascarar o baixo efetivo. Porto Velho contava com 8 delegacias, agora serão apenas 4 unidades integradas. No interior serão construídas outras 15. Vários policiais ouvidos pela coluna concordam que o mais inteligente seria a reforma das DPs e o aumento do efetivo, além de mais equipamentos. As UNISPs de Confúcio não vão ajudar em nada.

Pelo contrário

Imagine que antes, as DPs ficavam em pontos estratégicos para atender determinados bairros de sua área de cobertura. As UNISPs duplicaram a área de abrangência sem aumento do efetivo e fica ainda mais longe para o cidadão registrar uma ocorrência. É o governo da enganação, enganando mais um pouquinho.

Intervalo

Está pensando em comprar um carro semi-novo? Dá uma passada na LF Seminovos, ali na Jorge Teixeira com Calama. Veículos revisados e com a confiança de concessionária.

Decisão

Falando em carros, a Toyota do Brasil terá que indenizar em R$ 200 mil por danos morais, R$ 700 mil por lucros cessantes e R$ 100 mil por danos materiais, uma vítima que sofreu acidente em 2000, enquanto trafegava por estrada em condições normais, sem buracos, e uma peça da suspensão da Hilux se rompeu. O automóvel capotou várias vezes e colidiu com um poste de energia elétrica. O julgamento foi da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça.

Demora

Os vereadores de Porto Velho estão ficando irritados com a demora do Tribunal de Contas em enviar as contas de Roberto Sobrinho, ex-prefeito de Porto Velho. Roberto não aplicou os 25% obrigatórios na educação. As duas ex-secretárias de educação da gestão de Roberto foram eleitas, Epifânia Barbosa, atualmente deputada estadual e Fátima Ferreira, vereadora. Segundo análise do Ministério Público de Contas, elas seriam as responsáveis, junto com Roberto, pelo fiasco.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Telegram. Para mais informações acessehttp://painelpolitico.com/grupos-de-noticias

Pintar ou alisar cabelo com frequência pode aumentar risco de câncer

Pintar ou alisar o cabelo com frequência pode elevar a autoestima, mas é bom saber dos riscos envolvidos. Um estudo realizado por cientistas suecos de diferentes universidades mostrou que tintura para cabelos e técnicas de alisamento podem causar câncer a longo prazo. E a principal vítima, segundo a pesquisa, seria quem está mais exposto aos produtos: os cabeleireiros. Para chegar a essa conclusão, os médicos coletaram amostras de sangue de 295 profissionais de salão de beleza, 32 usuários regulares de corantes para cabelo e outras 60 pessoas que faziam tratamento regular para alisar ou ondular as madeixas. A partir dos dados, percebeu-se que a quantidade de células cancerígenas era diretamente proporcional à frequência com que os participantes entravam em contato com os produtos químicos. Não por acaso, os cabeleireiros apareceram como o grupo de maior risco. O estudo também oferece soluções para prevenir a doença entre os profissionais da área. Uma delas seria o uso diário de luvas. Além disso, em casos onde não é possível usar a proteção, como o corte de cabelo, os médicos sugerem que os cabeleireiros deveriam antecipar essa parte, para somente depois começar a utilizar os produtos químicos.

Comentários
Carregando