Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Fenômeno ‘outsider’ tende a crescer em 2018, mas é bom ter cuidado

0

Governador e presidente não fazem nada sem uma boa base legislativa; é preciso atentar para projetos e discursos

Outsider

Nas eleições do ano passado o fenômeno ‘outsider’ tomou conta da política e eles venceram em cidades como São Paulo, Belo Horizonte e Porto Velho. Oriundos do setor privado e sem relação direta com a política, elegeram-se prefeitos e estão, cada uma sua maneira, entendendo, de fato, como funciona o complicado equilíbrio entre executivo e legislativo. O fenômeno, que tem tudo para se repetir com força em 2018 é interessante, renova o cenário, mas também pode trazer problemas desconhecidos até então. Pela forma como o eleitor está encarando o processo político, quem já está no jogo vai ter dificuldades.

Porém

É importante prestar muita atenção nessa ‘onda’. Afinal nem todo político é ladrão, nem todo empresário é santo ou competente. Antes de qualquer coisa, o eleitor tem que ficar atento às propostas apresentadas pelos candidatos. É importante ver se, de fato ele conhece os problemas do estado ou do país e se tem um projeto de governo minimamente viável. Falar até papagaio fala, mas fazer é outra conversa. E, tão importante quanto os próximos chefes de executivos (estadual e federal), é a base que vai dar sustentação a eles, ou seja, os próximos deputados estaduais, federais e senadores. Governador e presidente não fazem nada sem o legislativo. Não existem ‘salvadores da pátria’. É preciso observar com muito cuidado o discurso do sujeito. Se forem aquelas conversas mirabolantes, pule fora. Em 2018 a chance de erro é praticamente zero.

Falando em executivo

O Supremo Tribunal Federal decidiu que processo contra governadores não precisa mais de autorização da assembleia legislativa. Segundo a decisão, eventual afastamento do cargo só pode ser determinado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), órgão competente para processar e julgar esses ocupantes de cargos públicos. Em maio desse ano o STF já havia chegado a esse entendimento prévio no caso do governador de Minas Gerais e a decisão desta semana foi em relação aos casos da Bahia e Brasília, ambos propostos pelo procurador geral Rodrigo Janot.

Retrato do Brasil

O jornal O Globo divulgou áudio de uma conversa entre um cidadão e o serviço 190 da Polícia Militar. A conversa é surreal dada a burocracia do atendente em relação ao que estava sendo informado. Em nota a central do 190 declarou, “a Central 190 admite que houve equívoco no referido atendimento. O atendente – recém contratado – já foi identificado e passará por reciclagem, buscando um melhor atendimento à população da Região Metropolitana”, diz trecho da nota.Ouça e tire suas próprias conclusões.

Trairagem

O PMDB suspendeu, por 60 dias, seis deputados federais que votaram pela autorização para que o presidente Michel Temer fosse investigado no inquérito da propina da JBS. O Tribunal Superior Eleitoral foi informado por ofício encaminhado pelo presidente da legenda, Romero Jucá na tarde desta quinta-feira. Foram suspensos os deputados Jarbas Vasconcelos, Vital do Rego, Celso Pansera, Laura Carneiro, Vitor Valim e Sérgio Sveiter.

Em Pimenta Bueno

Foi preso nesta quinta-feira o ex-vereador Celso Bueno, por supostamente ter coagido testemunhas de seu processo no inquérito da Operação Higia, deflagrada pela Polícia Civil em 2013. Celso chegou a ser preso na operação que investigava desvios de recursos na reforma do hospital Ana Neta. A operação foi em agosto e em dezembro ele e outros três vereadores foram cassados pela Câmara Municipal.

FakeNews

Chega a ser irritante a quantidade de vezes que recebemos notícias falsas via Whatsapp. As pessoas não tem a menor atenção, simplesmente vão repassando bobagens desproporcionais. As duas últimas que estão enchendo o saco são a do vencimento da CNH e a suposta compra de vibradores pelo MEC para distribuir nas escolas a “alunos tímidos’. Mais curioso ainda é ver pessoas ‘indignadas’ com essas notícias. Atualmente basta jogar o título no Google para verificar se a informação é verdadeira ou falsa. Dá o mesmo trabalho que compartilhar em grupos…

Tratamento com vitamina B3 é capaz de prevenir abortos espontâneos

Um tratamento com base na vitamina B3, presente naturalmente em carnes e verduras, pode prevenir abortos espontâneos, ao permitir o desenvolvimento de uma molécula essencial para o desenvolvimento dos embriões. De acordo com um estudo publicado nesta quarta-feira no periódico “New England Journal of Medicine”, o déficit de dinucleótido de nicotinamida e adenina (NAD, na sigla em inglês) provoca abortos ou deficiências no bebê, se a gravidez prosperar. — Após 12 anos de investigações, nossa equipe descobriu que este déficit pode ser tratado e os abortos espontâneos e as deficiências podem ser evitados tomando uma simples vitamina — explicou Sally Dunwoodie, pesquisadora no Instituto de Pesquisa Cardíaca Victor Chang, em entrevista à AFP. Agora, os pesquisadores se debruçam na criação de um teste que permita identificar mulheres com risco de deficiência da molécula NAD, para que a vitamina B3 seja prescrita durante as gestações.

Comentários
Carregando