Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Haitianos ficaram em melhores condições que desabrigados da enchente

0

Dramática

A situação dos ribeirinhos que estão nas áreas atingidas pela enchente do Madeira. Algumas famílias, na região do Belmont, preferiram permanecer no local, e estão vivendo em balsas improvisadas que eles chamam de “dragas”. A condição é precária, mas eles se consideram em melhor situação que os desabrigados que foram encaminhados para o Parque dos Tanques, em Porto Velho. O governo da enganação montou um “acampamento de refugiados” com barracas iguais as utilizadas pela ONU nos mais diversos cantos do planeta.

Porém

Tem uma diferença. “Refugiado” está em um país estranho, em condições quase de prisioneiro de guerra. Até mesmo os primeiros haitianos que chegaram em Porto Velho em março de 2011 ficaram melhor instalados. Eles ficaram acampados no ginásio de esportes Cláudio Coutinho com direito a café da manhã, almoço e jantar pagos pelo governo. Nossos desabrigados estão no sol contando com a solidariedade da população, porque o governo, após uma série de críticas por parte da imprensa, agora resolveu que “pode colocar condicionadores de ar nas barracas”. O que cá entre nós, não resolve nada.

Falta moral

O governador deveria ter exigido que as usinas construíssem alojamentos adequados no Parque dos Tanques. Eles tiveram tempo de sobra para isso e até onde se sabe, inclusíve com decisão judicial confirmando, a responsabilidade dessa enchente é das usinas sim. Sempre choveu na Bolívia, os andes sempre derreteram e essa bacia do Madeira nunca chegou a esse volume. Duas obras desse porte, com estudos de impacto ambiental feito nas coxas só poderia resultar nesse colossal desastre ambiental.

Memória fraca

Os portovelhenses podem puxar um pouco pela memória e vão lembrar do que dizia Marina Silva, quando era ministra do Meio Ambiente. Ela se recusava a dar as licenças para o início das obras porque sabia-se que algo dessa natureza ia acontecer. Na época, Cassol, Sobrinho e a FIERO promoveram uma verdadeira campanha contra Marina, pregando que ela era “contra o desenvolvimento”. O molúsculo que presidia o País então a demitiu e nomeou aquele tal de Carlos Minc, que entende de meio ambiente igual os engenheiros das usinas entendem de áreas de alagação. O resultado é exatamente esse que estamos vendo. E a tendência é piorar.

Enquanto isso

Confúcio Moura fica brincando de governar o estado, sem ter a menor idéia do que acontece a seu redor. O “mundo da lua” do governador é uma coisa séria. Exemplo disso é o faz de contas chamado “Nota Legal”. É até meio ridículo ouvir dos caixas a pergunta, “CPF na nota, senhor?”. Dá vontade de rir.

Sobre o STJ

Um leitor da coluna, possivelmente policial civil, postou um comentário na coluna anterior dizendo o seguinte, “Voces não dizem que a policia civil é policia do governador? Que ela faz o que ele quer? Na operação que culminou com o afastamento do presidente da Ale, li algumas vezes até mesmo em sua coluna essa afirmativa.Voce acha que ele iria mandar denuncia-lo? É tao dificil admitir que sempre esteve errado? Voces deveriam pedir desculpas à corporação”.

Pois bem

A coluna nunca afirmou que “a polícia civil é polícia do governador”. Disse que a Polícia Civil é subordinada ao governador, portanto, se ele achar por bem, consegue utiliza-la para combater desafetos, coisa que ficou bem evidente da Operação Apocalipse. É claro que em todas as corporações existem profissionais dedicados, outros nem tanto, mas não é esse o mérito. As provas contra Confúcio oram encaminhadas ao STJ exatamente por que parte da imprensa responsável questionou a forma como a operação foi conduzida, e principalmente, graças a dedicação de delegados que não compactuaram com essa prática. E ainda bem que temos essas pessoas em nossa polícia.

Portanto

Torno a afirmar que a Operação Apocalipse foi feita de forma atabalhoada, apresentando um relatório tosco que poderia ter sido brilhante, exceto pela interferência política e principalmente pela pressa em destruir desafetos. Só para constar, a maioria dos acusados eram de alguma forma credores do governo Confúcio, fossem credores financeiros, fossem credores morais. Interessante observar, por exemplo, que pessoas com íntima relação com os presos, como Lindomar Garçn (bom de voto) e Alan França (aliado de primeira hora de Confúcio) escaparam ilesos. Enquanto que o filho de Hermínio, que nada tinha a ver com a história foi preso erroneamente. Portanto, caro leitor, se tem alguém que deve desculpas não é a imprensa responsável, e sim os autores dessa lambança.

Reajuste

O prefeito de Ji-Paraná Jesualdo Pires deu uma “enxugada” na máquina administrativa municipal e anunciou um reajuste salarial de 6% aos servidores efetivos e um reajuste de 8,32% para o piso salarial dos professores municipais (Magistério e Nível Superior). E isso vale já para a folha de abril. Jesualdo poderia dar um curso relâmpago para Confúcio sobre como reajustar sem quebrar.

Desfavor

E a Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória (MP) 630/13, que estende o Regime de Contratação Diferenciada (RDC) para todas as licitações da União, dos estados, municípios e do Distrito Federal. Os deputados aprovaram o relatório da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), alterando o texto original encaminhado pelo governo, que ampliava o uso desse regime apenas às licitações de obras de construção ou reforma de presídios e unidades de internação de adolescentes infratores.

Agora imagine

Se com a Lei de Responsabilidade Fiscal esse país já é uma roubalheira louca de Norte a Sul, imagine com a aplicação desse novo regime, que permite qualquer tipo de mutreta sem nenhum controle. Impressionante como no Brasil a gente dá um passo para a frente e cinco para trás.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Line e Telegram.. Para mais informações clique AQUI.

Empata de propósito

Pais com bebês pequenos ficam tão cansados que, quando estão na cama, sozinhos, só pensam em dormir. Isso não é novidade e acontece com casais de todas as classes sociais. A novidade é que os bebês fazem tudo de caso pensado. Segundo estudo americano, eles são “programados” para chorar à noite e deixar seus pais exaustos. O motivo? Eles não querem a concorrência de irmãozinhos mais novos. A pesquisa da Universidade de Harvard afirma que a questão é biológica. O nascimento de um irmão mais novo em curto período de tempo está associado ao aumento da mortalidade infantil, especialmente em famílias com poucos recursos e em locais com surtos de doenças infecciosas. De acordo com os cientistas, a amamentação durante a noite também é uma adaptação dos bebês na estratégia de não permitir a nova gravidez. Mulheres que dão de mamar de madrugada têm um período de infertilidade maior.

Comentários
Carregando