Coluna – A incrível história do viaduto que pode ter “baixado”

In Painel Político
Coluna Painel Politico, jornalista Alan Alex
Espalhe essa informação

E ainda, 13 mil pessoas físicas e empresas devem quase R$ 900 bi à União; Eucatur na lista e a falência do Estado Brasileiro, cujo modelo perdulário foi feito para não funcionar 

Prelúdio

Eleição de Donald Trump é apenas o começo da onda que vai ocupar todo o ocidente nos próximos anos. Quem viver, verá.

Faliu

O Estado brasileiro está falido. O modelo não funciona e a prova disso é a atual situação econômica que se encontram os estados. No Rio Grande do Sul, os presos estão sendo algemados na rua por falta de espaço nas cadeias e o governo estuda a possibilidade de trancar a bandidagem em containers. O Rio de Janeiro está quebrado, sem dinheiro para nada e já pediu socorro, inclusive intervenção federal. Brasília, o Distrito Federal, que tem um dos maiores orçamentos passa pelo mesmo problema, falta dinheiro para pagar servidores e fazer investimentos. Em todas as unidades da federação o cenário se repete. Rondônia é um dos poucos que ainda não atrasou salários, mas sabe-se lá qual a mágica que o governo vem adotando, uma hora chega a fatura.

Mas o problema

Não é a falta de dinheiro, mas as sucessivas gestões descompromissadas com a sociedade. Em todos os estados e governo federal pipocam denúncias de corrupção, maracutaias de todas as modalidades, que causam prejuízos irreparáveis. Aliado a isso, o alto custo da máquina pública com servidores desmotivados, que passam em média 70% do tempo correndo atrás de “melhorias salariais ou gratificações”e os demais 30% divididos entre atividades de trabalho e vida pessoal. Não, não sou contra servidores públicos, sou contra o modelo de serviço que temos atualmente, que não valoriza quem deveria, estabelecendo um sistema de meritocracia baseado em produtividade. Em cidades pequenas, a máquina pública é inchada devido a falta de empregos.

O modelo federativo

Adotado não está dando certo. A dependência econômica dos estados e municípios, atrelados a uma União perdulária, cuja estrutura ineficiente é preparada para não funcionar, vem afundando o país em uma era de insegurança jurídica, política e social. Nào existe uma “luz no fim do túnel”, o que temos são alternativas do “menos pior”. Nesse cenário, proliferam discursos de ultra-direita, radicais e extremados. Nosso país está afundando em barbáries sucessivas, tornou-se hábito cenas dantescas de violência, execuções, estupros coletivos, assassinatos por motivos fúteis, um verdadeiro caos, assustador. As pessoas precisam de um porto seguro. E buscam ação e não discursos demagógicos ou democratas. O modelo do sistema precisa ser revisto e a classe política atual não consegue enxergar isso. Reformas política, administrativa e judiciária precisam ser feitas o quanto antes, mas parece que a coisa só vai funcionar na marra. Pelos indicativos que temos, o tempo de conversa acabou.

Olha essa

PAINEL POLÍTICO revelou em maio desse ano que a Eucatur, empresa da família do senador Acir Gurgacz devia R$ 734 milhões em multas para o governo federal, que corrigidos passam de R$ 1 bilhão. Nesta quarta-feira, durante audiência na Comissão de Defesa do Consumidor, a Procuradoria da Fazenda Nacional (PGFN), revelou que menos de 13 mil pessoas físicas e empresas devem quase R$ 900 bilhões em tributos à União. Entre esses “devedores” está a Eucatur. A dívida total de inadimplentes com a União é de R$ 1,8 trilhão, sendo que 22,3% são débitos previdenciários e 1,3%, do FGTS. O deputado Chico Lopes, autor da audiência, destacou que o governo federal tem um déficit de R$ 170 bilhões, mas tem quase dez vezes isso para cobrar de dívidas de grandes empresas. Segundo ele, os números divulgados já justificariam uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). “Ou os empresários deste País não merecem ser empresários, ou a República não merece existir. Porque estou precisando R$ 170 bilhões e um cidadão sozinho me deve uma usina de dinheiro de impostos. Como é que funciona esta máquina de arrecadação?”, questionou.

Ele poderia começar

Perguntando isso ao senador Acir Gurgacz lá no senado…

Viadutos

Uma foto comprova que houve um problema sério no projeto das passagens de nível em Porto Velho, chamados de viadutos. Durante as obras, circulou uma informação que uma das empresas responsáveis pela execução havia reduzido a altura legal do viaduto, que de acordo com o DNIT é de 4,5 metros e 5,50. Uma foto tirada em Porto Velho deixa a dúvida, o viaduto foi reduzido ou a empresa aumentou o tamanho do baú? Como estamos no Brasil, tenho certeza quase que absoluta que a primeira alternativa é a correta…

viaduto

Enquanto isso

A presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Leila Mariano, encaminhou à Assembleia Legislativa daquele estado uma proposta para concessão de uma bolsa de até R$ 7.250 mensais para financiar a educação de filhos e dependentes de juízes e desembargadores do Rio entre oito e 24 anos de idade. Se for aprovado na íntegra, o benefício pode causar, apenas este ano, um impacto de R$ 38,773 milhões aos cofres públicos. Em nota, o TJ informou que não iria comentar detalhes do projeto. Está previsto também o benefício para os servidores do Judiciário.

Ao mesmo tempo

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) “condenou” a uma aposentadoria compulsória a juíza Olga Regina de Souza Santiago, pega no grampo negociando repasse de valores e troca de favores com um traficante colombiano. O caso aconteceu em 2007 e até hoje ela não foi julgada pelo TJ/BA pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Assim caminha parte de nossa justiça…

Comissão de Ética

O deputado Jair Bolsonaro conseguiu uma vitória nesta quarta-feira. Por 11 votos a 1, foi arquivada no Conselho de Ética a representação feita pela homenagem ao coronel Carlos Brilhante Ustra, durante a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff. A representação pedia a cassação do mandato de Bolsonaro.

E no Senado

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou nesta quarta-feira (9) a fixação de um teto das despesas primárias da União para o período de 20 anos. De iniciativa do Executivo, a Proposta de Emenda à Constituição 55/2016 (chamada de PEC dos Gastos) segue agora para o Plenário do Senado, onde será votada em dois turnos.

Clínica Mais Saúde informa – Comprovado: memória da mulher é superior à do homem

Homens se esquecendo de aniversários, compromissos e datas comemorativas é um motivo de briga comum em quase todo relacionamento. Um novo estudo, publicado nesta quarta-feira no periódico científico Menopause veio para comprovar que as mulheres têm razão e sua memória realmente é melhor que a dos homens. No estudo, pesquisadores da Sociedade Norte-americana de Menopausa (NAMS, na sigla em inglês), realizaram testes cognitivos com 212 homens e mulheres com idades entre 45 e 55 anos para avaliar aspectos como memória episódica, função executiva, processamento semântico e inteligência verbal.  A memória associativa e a verbal episódica foram avaliadas por meio de um exame de associação entre nome e rosto e um teste de lembrança seletiva. Os resultados comprovaram que as mulheres de meia-idade têm uma memória mais precisa do que homens da mesma faixa etária. No entanto, sua memória passa a enfraquecer depois da menopausa. Embora a perda de memória seja uma consequência já conhecida do processo de envelhecimento, no caso das mulheres, isso também está relacionado com o declínio do nível do hormônio estradiol no organismo.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

PM vai "blindar" casa de Temer e diz que impedirá bloqueios em vias de SP durante protesto

PM vai “blindar” casa de Temer e diz que impedirá bloqueios em vias de SP durante protesto

Espalhe essa informação “Não é a primeira vez que uma manifestação tem como destino a casa do presidente. As

Read More...
Na véspera da greve geral, Força Nacional desempacota bombas de gás em Brasília

Na véspera da greve geral, Força Nacional desempacota bombas de gás em Brasília

Espalhe essa informação As proximidades do Congresso também foram gradeadas nesta quinta-feira com objetivo de isolar a Câmara e

Read More...
Empresa da filha de Donald Trump é acusada de usar trabalho escravo

Empresa da filha de Donald Trump é acusada de usar trabalho escravo

Espalhe essa informação Semanas com 60 horas de jornada e pagamento de US$ 1 (R$ 3,18) por hora são

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu