Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Julgamento de Expedito pode demorar mais um pouco

0

Fraco

Está ficando difícil para alguns candidatos conseguirem reunir eleitores em suas reuniões. Até mesmo alguns lançamentos, onde deveria ter um número elevado de simpatizantes estão com público miado.

Isso demonstra

Que os eleitores estão ficando cansados de papo-furado e querem propostas concretas, que os candidatos apresentem trabalhos anteriores que tenham sido realizados, ficha limpa e principalmente que tenham serviços prestados as suas comunidades.

Pode demorar

O Tribunal Regional Eleitoral deu uma acelerada nos julgamentos esta semana e trabalha para limpar a pauta até o próximo dia 5, data limite estipulada pela resolução 23.405 do Tribunal Superior Eleitoral para que todos os pedidos de registro, inclusive os que forem impugnados, já estejam julgados. Porém, nada impede que esse prazo seja estendido, dada a complexidade de algumas matérias. E isso pode ocorrer no caso do candidato ao governo Expedito Júnior.

Nesta terça

A Corte analisou os Demonstrativos de de Regularidade de Atos Partidários (DRAP) do Partido dos Trabalhadores e do PMDB. Ambos foram liberados. A Corte também julgou e deferiu o registro de candidatura de Aluízio Vidal ao Senado, ele é candidato pelo PSOL. Devem ficar para a próxima semana os julgamentos dos registros de Jaqueline Cassol e Expedito Júnior. É bom lembrar que, caso isso não ocorra no prazo da legislação (as próximas sessões serão nos dias 4 e 5), eles poderão julgar os registros em sessões posteriores (dias 11 e 12) ou ainda mais adiante.

O que emperra?

Uma série de questões, entre elas o Solidariedade. A legenda, que vem causando uma confusão daquelas nessas eleições interessa diretamente Expedito, afinal seu filho, Expedito Netto, é candidato a deputado federal por ela. Sem o Solidariedade, a coligação de corre um risco enorme de não eleger nenhum deputado federal. Com Netto, as chances aumentam um pouco. Outro fator é a complexidade da ação do próprio Expedito, que como já tratamos em colunas anteriores, é uma ação inédita em Rondônia. Os advogados Márcio Nogueira e Diego Vasconcelos, que representam Júnior, acreditam que a questão já está pacificada pelo Tribunal Superior Eleitora, e está. Mas aqui em Rondônia, ao menos o Ministério Público Eleitoral, não concorda. Vamos ver se a Corte eleitoral comunga da mesma opinião.

Enquanto isso

Os adversários aproveitam para tentar desestabilizar a candidatura de Expedito. Por enquanto, sem sucesso. Mas a demora não é nada saudável em uma eleição como essa.

Com recurso

Lindomar Garçon, candidato a deputado federal pelo PMDB deve conseguir liminar para disputar as eleições este ano. Vai ter só que correr atrás de voto. O grupo Cassol ainda não revelou quem será o “plano B”, caso Carlos Magno, candidato a vice-governador na chapa de Jaqueline Cassol mantenha-se indeferido. A coordenação vem batendo cabeça, mas eles não querem trabalhar com essa hipótese.

Massacre

A região Norte do Brasil concentrou, entre janeiro a março deste ano, 8% das indenizações do DPVAT por morte, sendo que 59% foram por acidentes fatais envolvendo motocicletas. A região concentra apenas 9% da frota nacional de motocicletas, porém essa categoria representa 49% do total de veículos da região. Em Rondônia, no período, foram pagas 124 indenizações, o que representa 1,33 morte por dia. Vale lembrar que esses dados são apenas das pessoas que pediram o seguro DPVAT.

Também cresceu

Assustadoramente os índices de invalidez permanente causadas por acidentes, e novamente as motos são as maiores responsáveis, representando 74% das indenizações. 89% das indenizações por morte foram para vítimas do sexo masculino. Já para os casos de vítimas com sequelas permanentes, 21% das indenizações foram para vítimas do sexo feminino. As vítimas de acidentes com motocicletas são em sua maioria jovens em idade economicamente ativa. De janeiro a março de 2014, as vítimas entre 18 e 34 anos concentraram 55% dos acidentes fatais e 58% dos acidentes com sequelas permanentes. O período com a maior incidência de acidentes envolvendo motocicletas indenizados por morte e invalidez, foi o anoitecer (23%) seguido pela tarde (21%).

Os números

São do Boletim Estatístico do DPVAT, e comprovam o que todo mundo já sabe, as motocicletas estão transformando uma geração inteira em pessoas permanentemente inválidas. Apesar de parecer uma alternativa barata ao transporte, elas se tornam extremamente caras para a sociedade em todos os sentidos. O Brasil precisa urgente melhorar seu setor público de transporte para evitar um colapso.

Enquanto isso

Proliferam concessionárias de motos em todo o país, e para piorar ainda mais, temos a chegada de motocicletas chinesas de baixa cilindrada, que são utilizadas por condutores até em rodovias, uma verdadeira irresponsabilidade e sem nenhum tipo de controle ou fiscalização. Aliás, no Brasil tem dois produtos extremamente perigosos quando se fala em transitar nas rodovias, os carros com motorização 1.0 e as motos. Grande parte dos acidentes em rodovias envolvem esses veículos que possuem motor de baixa potência. Eles tentam forçar ultrapassagem e ficam no meio do caminho.

Representou

O advogado e candidato a deputado estadual Caetano Neto (PSDC) apresentou representação eleitoral contra o candidato a deputado federal Agnaldo Muniz pela prática de abuso de poder político. Neto justifica a ação alegando, resumidamente, que Muniz teria praticado conduta ilícita por ter divulgado carta aberta em nome da entidade CEMADERON (Convenção dos Ministros Evangélicos de Rondônia), seguindo diretrizes da CGADB (Convenção das Assembléias de Deus do Brasil em Rondônia), constando propaganda eleitoral, inclusive contendo a inscrição do nº do CNPJ de Agnaldo. A denúncia na imprensa foi feita pela coluna PAINEL POLÍTICO.

Fechando

E estamos fechando o Anuário Advogados de Rondônia. Quem tiver interesse em participar da segunda edição, pode fazer contato pelos telefones (69) 9363-1909 (Muryllo) ou 3225-9979. Restam poucos espaços.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Telegram. Para mais informações acessehttp://painelpolitico.com/grupos-de-noticias.

Aperto de mãos proporciona troca de bactérias e cientistas sugerem punhos fechados

Palmas suadas ou moles podem ser os menores problemas ao apertar uma mão. Cientistas da Universidade de Aberystwyth, no País de Gales, mostram que um aperto de mão transfere muito mais bactérias do que outras formas de cumprimentos. Os pesquisadores afirmam que a melhor solução para ser simpático sem ter riscos para a saúde é o chamado fist bump, aquele “soquinho” trocado entre punhos fechados. Os agentes de saúde ingleses são mais radicais e sugerem que um simples aceno é o melhor. O estudo foi realizado com pesquisadores que utilizaram luvas de borracha esterilizadas onde uma era mergulhada em líquido com bactérias e interagia com outros cientistas com luvas em diferentes cumprimentos. Os resultados, publicados no “American Journal of Infection Control”, mostraram que o aperto de mão transfere dez vezes mais bactérias do que o soquinho, enquanto o high-five estaria entre os dois na escala de risco. Acredita-se que a quanto menor a área de contato e o tempo na colisão, menor a propagação de bactérias.

Comentários
Carregando