fbpx
Coluna – Lava-Jato atrapalhou operação em Rondônia. Por enquanto

Polícia Federal redistribuiu agentes e delegados para ajudar na maior operação contra corrupção da história do país

E agora

Vamos falar da SEDAM. Uma compra de 17 camionetes modelo Hilux feita entre os dias 30 e 31 de dezembro do ano passado chamou a atenção por um detalhe, até agora ninguém sabe onde estão esses veículos que já foram entregues. Os carros são Hilux, ano de fabricação 2014 modelo 2015, de cor branca, a diesel, todos emplacados. Eles foram adquiridos através de uma “carona” em licitação e a compra totalizou R$ 1.641.435,00, que foram pagos com recursos do BNDES.

Um parecer

O Controle Interno da SEDAM informou que a compra atendeu todos os princípios que regem esses procedimentos, o único problema, até agora, é que os veículos não apareceram, ainda. Outro detalhe curioso sobre a transação é que o processo de compra não foi encontrado. Ainda. Nem sabe também em que área serão usados esses veículos. Ainda. Aliás, quem anda pela Sedam afirma que o atual secretário montou uma espécie de “bunker”. Ninguém acha nada, nem sabe de nada. Mas também nada acontece por lá. Licenças, planos de manejo e procedimentos simples estão emperrados por entraves que ninguém dá conta de explicar. Confúcio, traz a Nanci de volta, com ela podia até estar ruim, mas agora está péssimo. E alguém vai ter que dar conta das camionetes.

Vale lembrar

Que recursos do BNDES quando não são corretamente justificados, costumam dar Polícia Federal na porta às 6 da manhã.

Falando em PF

Em função da ampliação da Operação Lava-Jato que vem tomando um tamanho descomunal, grande parte do efetivo da PF teve que ser realocado e as superintendências terminaram ficando meio desfalcadas. Esse foi um dos motivos de não ter acontecido nada por essas bandas, conforme vem sendo aguardado. Ainda.

Uma decisão

Do desembargador paraibano José Ricardo Porto, proferida esta semana chacoalhou o mundo do divórcio litigioso. Em seu despacho ele declarou, que “o marido não é órgão previdenciário, por isso a concessão de alimentos, após a ruptura do matrimônio, deve ser fixada com parcimônia, de modo a impedir que o casamento se torne uma profissão”. Por conta desse voto, a Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça acompanhou, à unanimidade, sua decisão, que fixou pensão alimentícia no valor de R$ 1.700,00, mais plano de saúde, para o filho menor e alimentos provisórios à agravante, equivalente ao salário mínimo, durante seis meses.

"Marido não é previdência", declarou o desembargador paraibano
“Marido não é previdência”, declarou o desembargador paraibano

O cônjuge

Alegava ser merecedora de auxílio por parte do ex-marido, bem como requeria a majoração da pensão fixada para a criança. Disse que o valor arbitrado não supriria todos os seus gastos e da criança. Afirmou ainda que o ex ostenta de condição financeira privilegiada, pois possui diversos empreendimentos, em especial uma corretora de seguros e participação em empresa de promoção de eventos. Complementou afirmando estar fora do mercado de trabalho e não ter concluído seus estudos em razão de se dedicar exclusivamente à família e aos negócios do antigo cônjuge, sempre dependendo financeiramente do recorrido. O magistrado finalizou seu voto com o seguinte argumento, “percebe-se que a demandante é jovem, saudável e apta a exercer atividade remunerada com a finalidade de assegurar sua própria subsistência”.

Fim de semana

Pois é, sábado e domingo são dias bons para preparar um churrasco para a família e os amigos ou para ambos e o lugar certo para encontrar os melhores cortes é na Prime, Espaço Gourmet, na Jorge Teixeira, 2773. Lá também você encontra cervejas nacionais e importadas, além de uma variedade bem bacana de condimentos e utensílios para usar em sua casa ou presentear aquele amigo que está fazendo aniversário por esses dias.

Na Prime tem variedade até de pimentas
Na Prime tem variedade até de pimentas

Lula lobista

O ex-presidente Lula avisou que vai processar Diego Escosteguy e outros dois jornalistas da revista Época. De acordo com o articulista Diogo Mainard “é bom ele ir preparando seus advogados, porque hoje à noite a revista vai publicar mais uma reportagem sobre seu trabalho como lobista da Odebrecht. Em particular, a Época vai revelar seus negócios com a empreiteira em Cuba”. Vamos aguardar.

Outra

Em viagem por Minas Gerais, dando início a uma série que fará por todo o país, o ex-presidente Lula declarou que “se for necessário eu vou para a disputa e vou trabalhar para que a oposição não ganhe as eleições”. O ex-presidente disse ainda que vai voltar a ter uma “atividade política”. “Vou voltar a dar palpite. Vejo muita gente que já governou este País, que já foi governador, que foi deputado, e que não fez nada, e agora fica falando como se fossem salvadores da pátria”. Em entrevista a uma rádio da cidade, ele foi mais além, disse que Dilma, e também ele, não sabiam da corrupção na Petrobrás. “Achar que a presidente Dilma sabia é humanamente impossível. Imaginar que você, (disse, se referindo à repórter que o entrevistava) sabe do que está acontecendo agora na sua casa… eu até gostaria de saber antes. Eu não sabia, a Polícia Federal não sabia, a imprensa não sabia, o Ministério Público não sabia. Ficou sabendo depois do grampeamento do tal de Youssef (o doleiro Alberto Youssef), que tinha passagens pela polícia, falando com outros caras. Seria ótimo se a Polícia Federal soubesse que o Paulo Roberto (ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás) era do jeito que é”, disse Lula. Pois é…

Em Rolim de Moura

O sindicato dos trabalhadores do DER deve apresentar denúncia junto a Justiça do Trabalho contra o DER devido ao órgão estar descumprindo uma série de questões, entre elas a alimentação dos trabalhadores que atuam na residência em Rolim de Moura. De acordo com o sindicato, o café da manhã que vem sendo servido aos funcionários “não passa de bolacha de água e sal e café puro, ou então as sobras do jantar da noite anterior”. A denúncia deve aportar na semana que vem.

O DER

Já foi condenado recentemente ao pagamento de mais de R$ 400 mil por descumprir normas trabalhistas. Porém, a multa deve ser paga pelo governo, ou seja, todos nós. Nesta próxima denúncia, o sindicato pretende responsabilizar os gestores e não o órgão, “não é justo que a sociedade pague por erros cometidos por maus gestores”, disse o presidente do sindicato da categoria, Clay Milton Alves.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no www.painelpolitico.com e www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Clínica Mais Saúde informa: Beber água antes das refeições ajuda a emagrecer

Beber aproximadamente 500 ml de água antes de cada refeição ajuda a emagrecer. É o que diz um estudo publicado recentemente no periódico científico Obesity. No estudo, 84 homens obesos foram monitorados durante 12 semanas. Os voluntários foram divididos em dois grupos: o primeiro foi orientado a beber o equivalente a cerca de copos de água antes das refeições, enquanto o segundo deveria apenas imaginar o estômago cheio antes de se sentar para comer. Os resultados mostraram que os participantes do grupo que bebeu água perderam, em média, 1,3 kg a mais do que aqueles que não ingeriram o líquido. Para Amanda Daley, líder do estudo e pesquisadora na Universidade de Birmingham, na Inglaterra, a água é eficaz porque ajuda a encher o estômago, com isso, a aumentar a saciedade. “Beber alguns copos de água, 30 minutos antes de uma refeição dá tempo para você se sentir mais satisfeita. A pessoa não só come menos, como passa a escolher alimentos mais leves”, disse Amanda à revista americana Time. Os pesquisadores ressaltam que, para perder peso de forma saudável é preciso aliar a ingestão de água a uma alimentação balanceada e à pratica de atividade física.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta