Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Ministério Público, devolva nossas praças e calçadas!

0

Espaços públicos da capital estão tomados por ambulantes e ninguém toma providência para resolver o problema

2015 chegou

E com ele uma série de desafios para o governador Confúcio Moura, que inicia seu segundo mandato tendo que convencer a justiça eleitoral de que não abusou da máquina para se eleger e acompanhado de um secretariado que está meio perdido. Confúcio ainda terá que dar explicações, e muitas, para a justiça em função das graves denúncias feitas contra ele pelo Ministério Público, que culminaram com sua detenção por mais de 10 horas na superintendência da Polícia Federal em Rondônia, na Operação Platéias, deflagrada no fim do ano passado.

Na Assembleia

O clã Donadon conseguiu emplacar Rosângela Donadon, esposa do ex-deputado cassado e preso Marcos Donadon na Mesa Diretora da Casa, como Quarta Secretária. Marcos, que já presidiu a Assembleia, cumpre prisão por desvios de recursos da própria Casa, junto com seu irmão e também ex-deputado federal cassado, Natan.

Tristeza

No mundo inteiro, assim como em todas as cidades brasileiras, praças são lugares aprazíveis, onde a população passeia, utiliza como espaço para levar crianças e até ponto de encontro de idosos que jogam damas, xadrez ou dos desempregados, que ficam matando o tempo enquanto não conseguem uma colocação no mercado de trabalho. Em Porto Velho temos poucas praças, e as que não estão tomadas por ambulantes, não possuem nenhuma estrutura de jardinagem, estão sujas e mal cuidadas.

Nos últimos anos

O Ministério Público vem promovendo Termos de Ajustamento de Condutas e fazendo recomendações em praticamente todas as áreas da sociedade, até mesmo recomendação para que o cinema do Porto Velho Shopping exiba filmes legendados, porém, no quesito urbanismo vem deixando a desejar. Há tempos que as duas principais e mais antigas praças de Porto Velho estão intransitáveis, assim como grande parte das calçadas da Avenida Sete de Setembro.

Ministério Público

Por favor, devolva nossas praças e calçadas. A Praça Jonathas Pedrosa, situada no coração da região central virou uma favela, um amontoado de lonas que é praticamente impossível circular. O mesmo acontece na praça Marechal Rondon, também conhecida como “Praça do Baú” ou “Praça do Fórum”, que se transformou em uma coisa horrorosa. As calçadas da Avenida Sete de Setembro também estão tomadas por camelôs e gôndolas das lojas, que as ocupam sem nenhum pudor.

A CDL

Que deveria zelar pelo comércio não está nem aí. Há anos é dirigida pelo ex-deputado Edson Gazoni ou por quem ele indica e não se vê nenhuma ação dessa entidade, que representa os lojistas e é tão importante em outras cidades. Em Porto Velho, se a prefeitura não liberar dinheiro, o comércio sequer enfeita as próprias vitrines. A impressão que temos é que Porto Velho continua sendo uma enorme “currutela de garimpo”, dado o total descaso que alguns comerciantes tem com suas lojas.

Não precisa ir longe

Cidades como Cacoal e Ji-Paraná estão com seus comércios organizados, as vitrines são organizadas e bonitas. Nem vou falar de cidades fora de Rondônia, mas o que acontece em Porto Velho, infelizmente, é um caso de polícia, até porque a grande maioria dos ambulantes vende produtos piratas, não recolhem impostos e sequer colaboram com a limpeza das ruas. Como a Câmara de Vereadores não tem mostrado serventia alguma, reitero meu pedido, por favor Ministério Público, devolva nossas praças e calçadas. A população agradece.

Falando em MP

Seis membros oficializaram suas candidaturas ao cargo de Procurador-Geral de Justiça para o biênio 2015/2017. O Procurador de Justiça Airton Pedro Marin Filho e os Promotores de Justiça Eriberto Gomes Barroso, Éverson Antônio Pini, Marcelo Lima de Oliveira, Jefferson Marques Costa e Tarcísio Leite Mattos. São aptos a concorrer ao cargo de PGJ os membros vitalícios, Promotores e Procuradores de Justiça, há, no mínimo, nove anos na carreira. As eleições para a escolha da lista tríplice ocorrerão na primeira quinzena de março. A posse do novo PGJ ocorre em maio.

Obras públicas

Impressiona a péssima qualidade das obras públicas realizadas em Rondônia, principalmente as de asfaltamento. Mas todas as obras precisam de um projeto e ele é feito por um engenheiro, portanto, quando uma obra apresenta problemas estruturais ou má qualidade a responsabilidade, portanto, é do engenheiro. E é tão dele que seus nomes são por força de lei, obrigados a aparecem nas placas das obras.

Nas próximas colunas

Estaremos apresentando os nomes dos engenheiros responsáveis pelas obras porcas que foram feitas em Rondônia, inclusive as dos viadutos que estão com problemas estruturais. Vamos dizer quem são e onde trabalham, afinal, se o sujeito não consegue realizar um projeto de obra pública, também não pode ser contratado para fazer projetos particulares, não é mesmo? Portanto, se você ver alguma obra pública mal feita, fotografe a placa e nos envie que vamos verificar.

Novidades

Já está circulando e sendo entregue o II Anuário Advogados de Rondônia, que apresenta os mais importantes escritórios de advogacia do Estado. Também estamos trabalhando na edição da primeira revista jurídica de Rondônia, a PAINEL JURÍDICO, que começa a circular em todo o Estado agora em março, com reportagens, entrevistas, decisões do Tribunal de Justiça de Rondônia, artigos e notícias segmentadas. PAINEL JURÍDICO será bimestral.

O descaso do monopólio

Em andanças pelo Brasil nas últimas semanas, vi várias empresas de transporte interestadual e intermunicipal de outros estados oferecendo uma série de serviços que curiosamente não vejo nos ônibus da Cascavel por essas bandas. A maioria das empresas já oferece serviços de wi-fi, tomadas para carregar tablets e celulares, frigobar e até televisão. Enquanto isso, os passageiros da empresa do senador mal tem ar-condicionado.

Atenção ao Detran

Um escândalo de proporções “alternativas” vai estourar por lá referente ao esquema de vistoria, com direito a direcionamentos, laranjadas e outras lambanças. Detalhes nos próximos dias.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no www.painelpolitico.com e www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondencia para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Novo contraceptivo para homens promete revolucionar controle de natalidade

Com previsão de início da fase de testes clínicos em humanos no final deste ano, o Vasalgel, maior novidade da área, é a primeira injeção contraceptiva para homens. Seu processo de ação é simples: a solução gelatinosa é injetada no canal deferente, no aparelho reprodutor masculino, bloqueando a passagem dos espermatozoides. Similar ao Risug, tecnologia que já está em fase clínica avançada na Índia, a técnica é uma alternativa à vasectomia e à camisinha, duas únicas e antigas opções disponíveis para os homens. O procedimento deverá ser rápido, realizado em cerca de 15 minutos após uma anestesia local, e poderá ser revertido com facilidade com outra injeção que dissolveria o hidrogel. Após já ter percorrido um ano de resultados bem-sucedidos em coelhos, o Vasalgel deve chegar ao mercado apenas em 2017.

Comentários
Carregando