Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – “Não devemos escolher adversários”, diz Confúcio

0

Virada

O grupo do senador Ivo Cassol decidiu lançar nesta sexta-feira a empresária Jaqueline Cassol, irmã do senador. A idéia inicial seria uma “disputa interna” entre Maurão de Carvalho, que já vinha consolidando espaço dentro do grupo para ser o cabeça de chapa, mas de fato a idéia é convencer o deputado a ser vice da empresária. Emissários de Cassol estão com essa dífícil missão. E complicada, porque Maurão já está com o “bloco na rua”, enquanto Jaqueline apareceu de surpresa.

O resultado

Dessa manobra, pode ser desastrosa. Se tivermos na mesma disputa Jaqueline, Expedito, Padre Ton e Confúcio, corre um sério risco de Confúcio levar a melhor. Isso porque Jaqueline disputa o mesmo público de Expedito, que não é o mesmo de Maurão. Se o PT resolver se juntar ao PMDB, o que pode vir a acontecer, aumentam as chances do governador. O próximo movimento do tabuleiro é do PMDB, que ainda não definiu o vice de Confúcio, que pode ser do PDT ou PSB.

Resta saber ainda

Se Jaqueline consegue agregar os votos de seu irmão. A rejeição é natural, vem no pacote. Angariar a simpatia vai ser um pouco mais complicado. Porém, em uma época em que se discute a ampliação da participação da mulher na vida pública, ela leva vantagem.

Ao senado

O grupo liderado pelo senador Ivo Cassol também deve lançar como candidato ao Senado o deputado federal Carlos Magno, tendo como suplente Ivone Cassol, esposa de Ivo.

Repercussão

Para o ex-senador Expedito Júnior, pré-candidato ao governo pelo PSDB, o  lançamento da candidatura de Jaqueline “não altera em nada o processo eleitoral”. Segundo o ex-senador, “é mais uma opção para os eleitores de Rondônia”. Já o governador Confúcio Moura, que está em Ji-Paraná declarou que “é muito prematuro opinar quando se trata apenas de uma pré-candidatura. No entanto, em se tratando de uma disputa tão importante como esta, para o Governo de Rondônia, não devemos escolher adversários e sim respeitar todos que se apresentem”.

Para Padre Ton

Que deve oficializar sua pré-candidatura no próximo dia 17 em Porto Velho, com a presença do presidente nacional da legenda, Rui Falcão, “essa candidatura até anima a disputa. Oxalá que seja para ficar, porque já vimos tantas outras anunciadas que não deram em nada”. O deputado disse ainda que a partir do dia 17 sua pré-candidatura passa a outro nível, “estamos conversando com vários partidos e devemos definir um vice. O ideal seria a esposa do senador Ivo Cassol, mas sabemos que isso está longe. De qualquer forma, temos reuniões marcadas com o DEM, com o senador Ivo Cassol e Valdir Raupp”.

Quem andou

Se oferecendo para compor com o PT de Padre Ton foi o PV, do deputado estadual Luizinho Goebel, que ofereceu a vereadora de Vilhena, Eliane Back para ser vice de Ton. Junto com o PV, Luizinho ofereceu o PRÓS para compor a aliança.

Aliás

O deputado Maurão de Carvalho, por sua vez, anunciou na manhã desta sexta-feira que, de fato, é pré-candidato pelo PP ao governo. E como partidos aliados ele cita o PV, o PROS, além do PPS, PRP, PTN, DEM, PTB e do PSC. “Estou percorrendo o Estado, discutindo com as lideranças a construção de nossa pré-candidatura. É um momento de aproximação com os partidos e também de mostrarmos a nossa disposição e o nosso empenho em buscar consolidar o nosso projeto”, disse Maurão.

Suplência

Com o afastamento de Adriano Boiadeiro, assumiu o cargo César Licório, que era filiado ao PRP, partido de Boiadeiro e terceiro na suplência (Boiadeiro é suplente de Lourival Amorim, eleito prefeito de Ariquemes). Porém Licório se desfiliou do PRP e ingressou no PSL, cometendo infidelidade partidária e já existe entendimento sobre o mandato, que pertence ao partido e não ao candidato.

Pois bem

Na noite da última quarta-feira, a quarta suplente, Carmem Gon (Carmivalda Gonçalves dos Santos) conseguiu, através de seus advogados Manoel Veríssimo e Demétrio Justo, liminar lhe garantindo a posse imediata, no lugar de César Licório. Mas ele não saiu por “infidelidade partidária”, até porque o partido para qual migrou, o PSL, integrava a coligação que conquistou a cadeira, composto pelo PSL/PHS/PMN/PRP. Ele saiu porque a vaga pertence, de fato, ao partido (PRP). Foi graças a esse argumento adotado pelos advogados que Carmem Gon, que permanece filiada ao PRP, conseguiu manter a ordem sucessória.

Em Brasília

O Superior Tribunal de Justiça negou a reconsideração do pedido de prisão e o ex-deputado Valter Araújo continua preso. O pedido de reconsideração foi apresentado à ministra Maria Thereza de Assis Moura como principais argumentos a demora na análise de Habeas Corpus no STJ e carência de fundamentação para as preventivas. Segundo a defesa, Valter Araújo está preso há mais de 210 dias e estaria sofrendo abusos. Ao negar o pedido de liminar a ministra considerou que o caso deve ser detalhadamente analisado pela Turma no STJ, uma vez que a pretensão liminar se confunde com o objeto final da demanda, ou seja, a soltura do acusado.

Aproveita

O sabadão e dá uma passada na LF Imports para fazer um test-drive na nova Pajero Dakar 2014. De longe a melhor em seu segmento. Em Porto Velho e LF Imports está funcionando provisóriamente na Jorge Teixeira, esquina com Calama. Mas tem LF em Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Telegram. Para mais informações clique AQUI.

Homens irritados estão três vezes mais propensos à morte prematura

Um estudo publicado hoje na revista científica “Journal of Epidemiology and Community Health”, relacionou aspectos do comportamento humano à morte prematura. Realizado por pesquisadores da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, o trabalho estabelece que homens que estão frequentemente irritados – e que costumam participar de discussões com frequência – são mais propensos a morrer durante a meia idade. O estudo aponta que os indivíduos que sofrem regularmente de estresse em suas relações com os seus parceiros, filhos, família, amigos ou vizinhos, estão de duas a três vezes mais aptos à morrer prematuramente. Ainda segundo a pesquisa, homens sofrem grandes riscos pois são afetados de forma mais significativa, já que tendem a não dividir seus problemas e contam com “redes de apoio” mais fracas do que as mulheres. Os pesquisadores analisaram a ligação entre as principais preocupações e causas de irritação e a mortalidade. A idade de uma pessoa, gênero, condições de vida e situação de emprego também foram levados em conta. Verificou-se que as pessoas que relataram preocupações com demandas de algum parceiro tiveram um aumento do risco de mortalidade de 50 a 100%, enquanto aquelas que experimentaram conflitos regulares dentro de qualquer tipo de relação obtiveram um aumento das chances de morte de duas a três vezes .

Comentários
Carregando