Coluna – Neodi quer governar, mas era bom explicar digitalização e aeronave

Mudança

O governador Confúcio Moura deverá adotar uma nova postura diante das movimentações que vem sendo feitas no PMDB pelo senador Valdir Raupp, presidente nacional da legenda. Para Confúcio, a insistência do senador em tentar emplacar o empresário Mário Português como candidato a candidato em 2014 é uma artimanha furada, e os prejuízos para o partido são imensos.

Irritado

Confúcio não vem escondendo a irritação com Raupp. Exatamente por isso que ele não tem participado das mesmas agendas do senador. E o governador promete engrossar ainda mais. Em parte Confúcio tem razão, afinal, ele governa o Estado, é liderança antiga do PMDB e Raupp deveria respeita-lo, ao invés de ficar por aí tramando para emplacar o empresário lusitano, que já mostrou que tem fôlego e está disposto a disputar espaço dentro da legenda e sair como sucessor de Confúcio. Essa seria uma reviravolta histórica, afinal, tirar um governador com todo o poder da máquina não é nada fácil.

Mas

Por essas bandas tudo é possível. Raupp por sua vez aposta nas pesquisas de opinião que faz rotineiramente. Ele está atento às mudanças que estão acontecendo e principalmente tem números que demonstram a baixa popularidade de Confúcio atualmente. E Raupp sabe que uma novidade no cenário é bem mais fácil de vender que um governo desgastado. Resta-nos acompanhar essa disputa para ver quem leva a melhor. Sinceramente torço para que seja a população.

Corrigindo

Na última coluna informamos erroneamente a data do evento “Clama Jipa”. Na verdade ele aconteceu no dia 30 de setembro e não 4 de outubro, como informamos.

Acelerado

O ex-senador Expedito Júnior não tem parado um instante sequer. vem percorrendo o Estado e fazendo reuniões com lideranças de norte a sul. Nesta quarta-feira ele andou pela região do Vale do Jamari (grande Ariquemes) participando de campanha de filiação do partido Solidariedade (SDD) que deve compor uma aliança com o PSDB em 2014. Júnior vem trabalhando principalmente para fortalecer o palanque de Aécio Neves, pré-candidato à presidência da República pelos tucanos.

Quem reduziu

As atividades no circuito político foi o senador Ivo Cassol, que encarou a condenação pelo Supremo Tribunal Federal como um balde de água fria em sua vida pública. Mesmo assim, ele vem dando corda no deputado estadual Neodi, de Machadinho do Oeste para que o mesmo seja “o candidato de Cassol” ao governo em 2014. Neodi pegou corda, mas ela deverá ser puxada, e não vai demorar, pela justiça. Ele foi acusado pelo Ministério Público em uma nebulosa história envolvendo a digitalização de documentos da Assembleia Legislativa em uma empresa de Vagner “Bocão”, lembram dele? Aquele que no início do governo Confúcio aparecia em tudo quanto era lado, inclusive na Operação Termópilas (2011).

Essa

Era uma boa hora também para o deputado esclarecer finalmente onde foi parar a aeronave comprada por ele, e segundo o ex-diretor da Assembleia Legislativa, Moisés Oliveira, irmão do ex-deputado Carlão de Oliveira, era alugada para a casa de leis. De acordo com Moisés, o avião foi comprado por Neodi e pago com dinheiro do contrato de locação. O caso veio à tona com a prisão de Moisés durante a Operação Dominó (2006) e até hoje não foi esclarecido.

Podcast

Na fronteira

A polícia brasileira está investigando uma situação no mínimo inusitada, que teria ocorrido na manhã desta quarta-feira em Guajará-Mirim. Soldados bolivianos teriam atravessado o rio Mamoré e atirado no pé de um adolescente que estaria contrabandeando combustíveis. O pé do rapaz foi dilacerado.

Interferência

E a Assembleia Legislativa está ameaçando criar uma comissão para investigar a suposta interferência do governo na eleição do Conselho Regional de Medicina de Rondônia (CREMERO). De acordo com os deputados, não é possível permitir que o Estado interfira em uma entidade representativa de forma politiqueira. Em discurso na tribuna da Assembleia, o presidente Hermínio Coelho afirmou que se for necessário a Casa vai tomar providências para evitar essa “tentativa de golpe”.

Nova sede

Durante o Seminário sobre “Logística de Transportes do Estado de Rondônia” integrando o desenvolvimento da Região Norte, aquele que Confúcio não compareceu, foi assinada a Ordem de Serviço da obra de Construção da Nova Sede da PRF em Rondônia. O prédio será construído na Br 364 esquina com a Estrada da Areia Branca. Contará com estacionamento, auditório para 590 pessoas, centro de treinamento com capacidade para 200 alunos em regime de internato e irá comportar a Sede Administrativa e a Sede da 1ª Delegacia PRF. O projeto prevê uma moderna arquitetura, sustentabilidade e acessibilidade e está orçada em cerca de 21 milhões.

Descaso

A Policlínica Osvaldo Cruz, que ano passado realizou mais de 180 mil atendimentos, mais parece um prédio abandonado que uma unidade de saúde. O prédio era uma faculdade particular que foi adaptada para policlínica e era para ser provisório. Clique AQUI para ver reportagem completa sobre o assunto. Se você acha que o João Paulo II é ruim, é porque ainda não foi no Osvaldo Cruz.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon.

Pesquisa relaciona ruído de aviões a risco maior de derrame e doenças cardíacas

Viver em uma área com altos níveis de ruídos de aviões aumenta o risco de derrame e doenças cardiovasculares, segundo uma pesquisa recém-publicada no British Medical Journal. O estudo analisou uma população de 3,6 milhões de pessoas que moram no entorno do aeroporto de Londres, e sugeriu que nas áreas com maior nível de ruído, os riscos de problemas de saúde desse tipo eram entre 10% e 20% maiores que o normal. Os pesquisadores concordam com outros cientistas que o barulho não é necessariamente a causa desse risco elevado e sugeriram que serão necessários mais estudos para testar a ligação. A pesquisa indica um risco maior tanto para hospitalizações quanto para mortes provocadas por derrames e doenças cardiovasculares para uma parcela de 2% da população alvo do estudo – cerca de 70 mil pessoas – que vive onde os ruídos das aeronaves são mais altos. Segundo os pesquisadores, o barulho alto provoca uma “reação de sobressalto”, que aumenta o ritmo de batimento cardíaco e a pressão sanguínea. “O ruído dos aviões também pode ser irritante para algumas pessoas, o que pode afetar sua pressão sanguínea e levar a doenças”, finalizam.

 

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília