Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Obra de R$ 600 milhões pode parar nas mãos de empreiteira goiana

0

Empresa está respondendo ação civil pública no Tocantins por superfaturamento em obra de governador peemedebista

R$ 600 Milhões

Esse é o valor das obras de saneamento que serão feitas em Porto Velho nos próximos meses. O edital está na praça, porém com preço cheio, ou seja, de acordo com a Lei 8.666 é necessário que a empresa vencedora do certame tenha um capital registrado de 10 % do valor da obra, portanto, R$ 60 milhões. Evidente que esse é um valor estrondoso e nenhuma empresa rondoniense dispõe. Porém, o mais correto, coerente e economicamente aceitável seria dividir em diversos lotes, permitindo dessa forma que diversas empresas participassem.

E mais

Com essa medida, caso alguma apresentasse problemas, os prejuízos seriam menores já que a obra não seria paralisada em sua totalidade, conforme ocorreu na gestão de Ivo Cassol.

Porém

Fontes ligadas ao Palácio garantem que o edital foi elaborado propositalmente dessa forma e para favorecer uma gigante que já atuou em Rondônia na construção de pontes e trechos de rodovia. A empresa tem portifólio de obras em vários estados e seus braços empresariais estão todos em Goiania (GO). Ela atua ainda no ramo de vigilãncia patrimonial, incorporações, construção de hangares, mineração e manutenção.

Curiosamente

Uma de suas associadas, que também já atuou em diversas obras em Rondônia, a Aterpa M Martins S/A fez uma doação no valor de R$ 133 mil para a campanha do governador cassado Confúcio Moura em sua reeleição. As mesmas fontes garantem que um interlocutor do governo foi o responsável pela “amarração”, e faz sentido. O que não faz nenhum sentido é a população de Porto Velho ser penalizada mais uma vez por interesses particulares. É uma questão de razoabilidade a divisão em lotes dessa licitação.

Um dos problemas

É que a tal empresa já responde a uma ação civil pública no Tocantis, por acusações de superfaturamento na construção de uma ponte. Entre os réus, além da empresa está o governador Marcelo Miranda, que é do PMDB. Os prejuízos chegam a R$ 4.698.199,52. Segundo o Ministério Público daquele estado, houve também superfaturamento da Infraestrutura, Mesoestrutura e Superestrutura. Traduzindo, se deu problema em Tocantins, vai dar aqui também, como deu em algumas obras realizadas por essa empresa. Portanto, os órgãos de fiscalização devem observar atentamente essa licitação.

Enquanto isso

Cacoal pega fogo e a população quer a cabeça do prefeito Padre Franco Vialetto em uma badeja e nem precisa ser de prata. Outrora querido na cidade por suas realizações como religioso, virou uma espécie de inimigo público número 1, e com toda a razão. Apesar de estarem demonizando a ex-chefe de gabinete, o principal culpado é o prefeito. Ele sabia de tudo que ela fazia, inclusive chegou a participar de um conluio com a mesma para tentar silenciar um denunciante.

Foi convocada

Uma reunião para tratar do pedido de expulsão da vereadora Maria Simões, que presidiu a CPI contra o prefeito. Ela é filiada ao PT e foi responsável pelas investigações que descobriram uma série de traquinagens na gestão do padre.

Racha

Uma ala do PT ligada a ex-senadora Fátima Cleide quer a expulsão de todos os envolvidos e a imediata dissolução do diretório de Cacoal, além de uma intervenção. O problema é que os petistas de Cacoal são ligados a ala do outro padre, o ex-deputado federal Ton, que tem por hábito aliviar para a turma que apronta. Foi Ton e seu grupo os responsáveis pela absolvição de Roberto Sobrinho e Epifânia Barbosa. Portanto, não será surpresa alguma expulsão de Maria Simões.

Ao mesmo tempo

O jornal eletrônico Tudorondonia divulgou que nas próximas horas a Procuradoria Geral de Justiça deverá estar pedindo a prisão do prefeito de Cacoal. A decisão foi tomada com base nas inúmeras gravações que circulam na internet de conversas entre o padre e sua ex-chefe de gabinete. Em entrevista na tarde desta terça-feira em Cacoal, Franco afirmou estar se sentido “envergonhado” e afirmou que seu problema é “confiar demais nas pessoas”. Ele também descartou qualquer possibilidade de renúncia.

Portanto

Se alguém ai está achando que o padre vai pedir para sair, pode esquecer. Dali só sai se for pelas mãos da justiça.

De novo

Não causou nenhuma surpresa a prisão de membros da família Calixto na manhã desta terça-feira na Operação Ardina, que desbaratou um esquema de empresas fantasmas, utilizadas pelos donos do jornal Estadão do Norte para fraudar contratos com órgãos públicos. O jornal está fechado e inviabilizado de receber qualquer recurso, daí a fraude. Foi preso, pela terceira vez, o sobrinho de Mário Calixto, Mário André que já havia sido alvo na operação Termópilas (2011) e preso por falsificar dinheiro em novembro de 2013, junto com outros membros de sua família.

Aliás

Membros da familia Calixto também foram presos na Operação Pretório, em 2012, que investigou desvios de dinheiro do Tribunal Regional do Trabalho de Rondônia, através de precatórios que eram sacados por uma advogada. O inquérito ainda está aberto e a turma deu o pinote para o Rio Grande do Norte. Já o mentor do grupo, Mário Calixto continua morando na Bolívia, onde conseguiu cidadania.

OAB vai a escola

Daqui a pouco, às 19 horas, no auditório da OAB/RO, a Aula Magna de lançamento da edição 2015 do projeto de cidadania “OAB vai à Escola”. O projeto que teve as atividades intensificadas em 2013, pela atual gestão, visa cumprir a Lei Estadual 2.788 de 26/06/12, em que ficou estabelecido que na execução do conteúdo programático no ensino Fundamental e Médio nas instituições da rede pública estadual, deverão ser desenvolvidas palestras de cidadania com o enfoque em Noções Básicas de Direito do Cidadão Brasileiro. De acordo com a Lei, as palestras devem ser ministradas por advogados indicados pela OAB/RO.

Drama

Nesta terça-feira a terra voltou a tremer no Nepal. O terremoto de 7,3 de magnitude foi registrado perto do Monte Everest, mas foi sentido até em Nova Déli, na Índia. Há apenas duas semanas, um terremoto de 7,8 de magnitude matou 8 mil pessoas.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no www.painelpolitico.com e www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Vídeo de cascata irlandesa vira fenômeno global entre insones

A tranquilidade de uma cachoeira e o som reconfortante de pássaros cantando – talvez esse seria o mundo ideal para uma boa noite de sono. E é exatamente esse cenário, registrado em vídeo pelo artista visual irlandês Johnnie Lawson, que está resolvendo a vida de milhares de pessoas que sofrem com insônia pelo mundo. Lawson filmou o rio Bonet, no condado de Leitrim, na Irlanda, onde há uma pequena cascata com o barulho leve das águas caindo e batendo nas pedras. Ao fundo, os pássaros cantam para completar a calmaria do ambiente, tão rara nas cidades grandes. O vídeo publicado por Lawson no Youtube já foi assistido mais de sete milhões de vezes e, para a surpresa do artista, atingiu um público que ele não esperava: o de insones. O vídeo tem oito horas e agora é parte de uma pesquisa científica utilizada em vários hospitais de Londres para curar o problema de quem não consegue dormir. Johnnie Lawson começou a fazer vídeos para trazer um pouco da natureza para a vida das pessoas. Ele publicou o vídeo da cachoeira no Youtube há cinco anos e, para sua surpresa, ele rapidamente atraiu milhares de pessoas – especialmente aquelas que sofrem de insônia. Se você quier conferir o vídeo, é só acessar esse endereço – https://www.youtube.com/watch?v=PwSHOI7DwWM

Comentários
Carregando