Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Operação Baco pode atingir prefeitos e deputados

0

Abrindo

Todos conhecem ou já ouviram falar do caso polêmico de compra de votos envolvendo o candidato ao cargo de vereador Edwilson Negreiro. O fato favoreceu o atual ocupante do cargo na câmara de Porto Velho, Everaldo Fogaça, que deve perder a cadeira em breve.

Relembrando

Para quem não sabe ou não lembra, Edwilson participou da eleição de 2012 e foi preso duas vezes por suposta compra de votos, envolvendo acadêmicos do curso de engenharia da FARO. Segundo o MP, o candidato havia prometido auxiliar na formatura dos alunos, caso estes lhe apoiassem na eleição. Mesmo obtendo expressiva votação, foi cassado por compra de votos pelo Juiz da 2ª Zona Eleitoral.

Porém

No julgamento do recurso de Edwilson ocorrido no TRE (RE n. 67604), a porca começou a torcer o rabo, e quase ocorreu uma virada de julgamento impressionante. O relator do caso, Juiz Adolfo Theodoro, reconheceu que houve prática de captação ilícita de sufrágio (art. 41-A, da Lei n. 9.504/97), e resolveu manter inalterada a sentença que havia condenado o candidato. Mesmo posicionamento foi seguido pelo Desembargador Sanção Saldanha. No terceiro voto, proferido pelo juiz federal Herculano Nassif, a tese sustentada pela defesa de Edwilson ganhou corpo e quase leva a absolvição do candidato. Ao analisar as provas, o magistrado se convenceu de que ocorreu o chamado “flagrante preparado”, onde o agente público, no caso a polícia, instiga aquele que está sendo investigado a praticar um suposto crime, montando todo um teatro, cujo resultado leva a absolvição.

As provas

Segundo o magistrado, eram tão seguras que em poucas ocasiões em sua carreira se viu deparado com aquela situação, motivo pelo qual seu voto foi pela bsolvição. Tal tese foi seguida pelo quarto juiz eleitoral a votar, Juacy dos Santos, empatando o julgamento. Todavia, a questão foi desempada pelo juiz José Jorge, que votou pela manutenção da condenação de Edwilson.

Porém

O recurso do candidato já está prestes a ser analisado pelo Ministro do TSE Henrique Neves, que em casos semelhantes acolheu a tese levantada por Edwilson. Sei não, mais acredito que em breve teremos mudanças na Câmara de Vereadores de Porto Velho. Vamos aguardar.

Vai entender

Porto Velho conta atualmente com cerca de 2.100 famílias desabrigadas pelas enchentes do Madeira e a União repassou para “ajudar” pouco mais de R$ 300 mil. Enquanto isso, Rolim de Moura vai receber do Ministério da Integração Nacional a bagatela de R$ 3,2 milhões. Sei não, mas acho que a bancada federal de Rondônia precisa rever suas prioridades. O pedido para Rolim foi feito pelo casal Raupp, que alegou na justificativa a necessidade de “execução de obras de reconstrução de danos causados por chuvas intensas”. O Ministério da Integração também liberou R$ 1,5 milhão para o município de Sombrio (SC) que fica a 26 km de distância da cidade natal de Valdir Raupp, São João do Sul. Será coincidência?

Olha essa

Em 26 de fevereiro último, às vésperas do carnaval, o Ministério Público deflagrou a “Operação Baco”, realizando uma discreta busca e apreensão de documentos em um obscuro e fechado escritório da empresa Rede Multimídia de Jornalismo, assim como na residência do proprietário da mesma, o jornalista Rodrigo Mota de Jesus, mais conhecido como “Rodrigo Guerreiro”. Segundo o MP, a empresa teria sido favorecida em várias licitações na prefeitura de Ouro Preto e a mesma funciona em uma sala em um posto de combustíveis de propriedade da família do prefeito.

Acontece

Que apareceu nas investigações do Ministério Público, uma série de nomes de deputados e prefeitos do interior que teriam recebido, digamos, “o troco” de alguns repasses para shows gospel, realizados ano passado. Teria funcionado assim, o deputado faz a emenda, uma entidade recebe, paga o cantor e produção e “o troco” é dividido entre o autor da emenda e o prefeito. O MP já sabe de dois deputados que teriam recebido esse “mimo” e de pelo menos um prefeito, que não é o de Ouro Preto.

Essa investigação

Ainda está em fase inicial, mas muita gente já foi ouvida. Pelos rumos das investigações, em breve deverão ser realizados novas buscas e até prisões.

Emendas

Foram arrecadados através de emendas parlamentares em 2013 pouco mais de R$ 700 mil para a promoção do evento denominado “Viva Rondônia” promovido por Guerreiro. Sabe-se até agora que colaboraram os deputados Flávio Lemos, Maurão de Carvalho, Kaká Mendonça, Luiz Cláudio e Saulo Moreira. Foram realizados shows, de acordo com release do evento, nas cidades de Porto Velho, Ji-Paraná, Pimenta Bueno, Ouro Preto do Oeste, Seringueiras, Presidente Médici, Cacoal, Parecis, São Miguel, Santa Luzia do Oeste, Alvorada do Oeste, Mirante da Serra, Nova Brasilândia, Buritis, Alto Alegre, Cujubim e Machadinho do Oeste.

Se confirmarem

As investigações do Ministério Público, a tal operação apocalipse que prendeu cerca de 80 pessoas vai ser pequena diante do que vem por aí. Acho que a turma que está enrolada vai ter que orar muito, porque acho que dessa, nem Jesus na causa salva essas almas.

Intervalo

Quer conhecer a melhor e mais confiável linha de veículos de passeio e off-road? Dá uma passada na LF Imports e conheça a linha 2014 da Mitsubishi. Você encontra a LF Imports em Porto Velho (BR 364 KM 4); Ji-Paraná (Avenida Transcontinental 3479); Cacoal (Avenida Castelo Branco 1698) e Vilhena (Avenida Celso Mazutti, 2871). Mitsubishi, de longe a sua melhor escolha.

Imbróglio

O prefeito de Ouro Preto Alex Testoni pediu licença por 180 dias do cargo na noite da última quarta-feira. O pedido pegou muita gente de surpresa, inclusive a vice de Alex, que não estava sabendo dessa decisão. E ela não está com muita vontade de assumir a prefeitura. Testoni não revelou os motivos de sua decisão, alega apenas que “quer um tempo para refletir”. Voltaremos ao assunto.

Uso da máquina

O deputado Maurão de Carvalho anda dizendo por ai que é pré-candidato a governo de Rondônia e vem usando a assessoria de comunicação da Assembleia Legislativa como se já estivesse em campanha. No boletim do DECOM distribuído nesta quinta-feira, as quatro matérias eram sobre Maurão. Até informação sobre uma visita a um retiro em Espigão do Oeste no último sábado constava, como se isso fosse de importância social. Sei não, mas acho que isso aí dá impugnação de candidatura e ainda rola um processo de propaganda eleitoral antecipada e abuso de poder político.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Line e Telegram.. Para mais informações clique AQUI.

Ataques de raiva aumentam riscos de infarte e derrame

Ter um ataque de raiva pode elevar o risco de infarto ou um derrame, revela uma nova pesquisa publicada na revista científica “European Heart Journal”. Segundo os autores do estudo, rompantes de fúria podem funcionar como um ‘gatilho’ para esses problemas. Para chegar a essa conclusão, os cientistas identificaram as duas horas subsequentes a uma explosão de raiva como as de maior risco para a saúde de um indivíduo. O resultado do estudo ganhou destque na BBC News. Os cientistas responsáveis pelo estudo, feito na Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, entretanto, alegam que mais pesquisas são necessárias para entender como funciona essa conexão e descobrir se estratégias para desanuviar o estresse podem evitar tais complicações. Pessoas que já tenham histórico de doenças cardíacas também apresentam maior risco de saúde caso passem por episódios de descontrole emocional, afirmou o estudo americano. Nas duas horas imediatamente subsequentes ao ataque de raiva, o risco de uma parada cardíaca aumentou cinco vezes e o de derrame mais de três vezes, identificou o levantamento, baseado em nove pesquisas diferentes. O estudo foi feito a partir da análise de dados de milhares de pessoas.

Comentários
Carregando