Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Policiais afirmam que cabo da PM poderia ter sobrevivido se avião tivesse chegado

0

Baleado em tiroteio com bandidos na cidade de Buritis, ele aguardou chegada de aeronave por quase três horas antes de morrer

Até quando?

Na última quarta-feira, durante uma operação rotineira, um cabo da Polícia Militar de Rondônia foi baleado. Mas ele não morreu por causa dos tiros, ele morreu pela total falta de responsabilidade do governo da cooperação. Após ter sido ferido, o cabo Sérgio Campos agonizou, durante quase três horas na cidade de Buritis enquanto aguardava a chegada de uma aeronave, que poderia ter salvo sua vida. Ela não chegou. Ele morreu.

Curioso

Observar que em 2012 o governo da cooperação fez o maior estardalhaço ao anunciar o “serviço de socorro aeromédico”. A justiça federal de São Paulo doou uma aeronave BE-58 Baron, prefixo PT-LMU ao Corpo de Bombeiros exatamente para atender emergências médicas, mas, onde estava essa aeronave que não foi atender o policial baleado?

O governo

Vem gastando fortunas anualmente com locação de aeronaves. Para se ter uma idéia, em 2013 apenas para atender o governador e secretários, foi feita uma licitação no valor de pouco mais de R$ 3 milhões. Agora está em andamento um registro de preços para locar um helicóptero multi-missão para a SESDEC, com capacidade para 6 passageiros.

Desespero

Em Cujubim, logo após o tiroteio, os policiais que atenderam o colega baleado estavam revoltados com a demora no atendimento. Tão ruim quanto ver um colega de farda morrer, é saber que a qualquer momento podem ser eles próprios agonizando em uma maca de hospital, sem equipamentos mínimos para lhes salvar a vida. Que polícia ganha mal, dada as condições da própria profissão nem se fala, mas morrer por incompetência administrativa, isso é muito pior.

Vale lembrar

Que Cujubim está sem delegacia , fechada por determinação do próprio governo da cooperação.

Em relato emocionado

Um policial militar que estava na operação com o cabo assim relatou o desespero, “Pois é, esse mesmo irmão esperou por mais de duas horas a chegada de um avião que não veio salvar a sua vida,e assim, após muita luta para viver, muita dedicação médica para com sua vida, mas sem muito poder fazer por falta de recurso”.

Toc-toc

  • Quem é?
  • É a Polícia Federal, por favor, abra o portão!
  • Não vou abrir não, vocês vão ter que pular.

Do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto na manhã desta quinta-feira quando teve a casa revirada pela PF, na 9ª fase da Operação Lava-Jato. Os agentes tiveram que pular o muro, ele se recusou a abrir o portão.

Rumores

Revelam que o caixa do governo da cooperação está no vermelho, e que os servidores públicos podem vir a ter atraso em seus salários. O PMDB não é bom de conta, quem lembra do governo Raupp sabe bem disso.

Ressuscitando

Arnaldo Bianco, ex-homem forte nos governos de seu irmão, José Bianco (ex-governador e ex-prefeito de Ji-Paraná), tem sido visto com frequência mais que normal pelas bandas da Assembleia Legislativa. A rádio cipó dos corredores informa que ele deve ocupar uma função importante na gestão de Maurão de Carvalho.

Em Jaru

Não bastasse ter abandonado a cidade, que está um caos, a prefeita Sônia Cordeiro (PT) está sendo acusada de ter favorecido seu marido, Valdeir Anício de Araújo, mais conhecido como “Tracajá”, com vantagens indevidas. Ele é funcionário da Eletrobrás e secretário municipal. O Ministério Público abriu procedimento investigatório para apurar possíveis atos de improbidade nessas vantagens.

Em Ouro Preto

O prefeito afastado Alex Testoni, que foi preso no final do ano passado acusado de uma série de crimes pelo Ministério Público, tenta, no Superior Tribunal de Justiça retornar ao cargo. O Ministério Público entrou com uma série de ações contra Testoni, o que deve complicar a vida dele por um longo período. Desde que saiu da prisão, o prefeito é pouco visto pela cidade.

Em Presidente Médici

A diretoria do Sintero estará reunida durante o fim de semana em um hotel fazenda de luxo para tratar de “assuntos do sindicato”. Ocorre que o Sintero tem sede própria em Ji-Paraná, que fica antes de Médici, com todas as instalações necessárias para abrigar a turma. Vale lembrar que a atual diretoria quase perdeu a eleição ano passado, e o evento deste fim de semana está causando revolta entre os profissionais de educação, que não estão entendendo o motivo dessa reunião em hotel de luxo. Acho que eles pegaram essa mania da companheirada.

Em Rolim de Moura

A população está atônita e aborrecida com o descaso da atual administração municipal, que tem à frente o ex-deputado estadual César Cassol. A cidade está tomada pelo mato e de acordo com notícias que chegam de lá, quem não está gostando nem um pouco dessa situação é o senador Ivo Cassol, irmão de César. O italiano está brabo porque seu irmão “estaria sujando o nome da família”. Por ter sido prefeito de Rolim, Ivo conseguiu chegar ao governo de Rondônia.

Lá em Vilhena

Foram montados bloqueios por motoristas de caminhões que reclamam da alta dos combustíveis. O movimento é pacífico, garantiu os estradeiros, mas as polícias rodoviária e militar estão tendo trabalho com a paralisação. Com o tráfego lento e congestionado na rodovia, aumentam os riscos de acidentes. A greve se deu pelo aumento do diesel. A reivindicação principal dos caminhoneiros é o reajuste do frete ou a redução no valor do combustível. Acho mais fácil aumentar o frete.

Alerta

Médicos e pesquisadores dos Estados Unidos tentam decifrar um mistério: nos últimos seis meses mais de cem crianças e jovens do país foram vítimas de um ataque de paralisia repentina sem uma causa aparente. Os casos começaram em agosto e os sintomas são debilidade repentina em uma ou várias extremidades do corpo e a perda da mobilidade. Exames de ressonância magnética nestes pacientes mostram uma inflamação na massa cinzenta do cérebro. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês), em Atlanta, está investigando os casos registrados, os fatores de risco e possíveis causas do problema. Mas, até agora, o pouco que se sabe é que o CDC chamou a doença de mielite flácida aguda e que pode ter relação com um surto de enterovírus que ocorreu no país na mesma época em que foram registrados os primeiros casos.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no www.painelpolitico.com e www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondencia para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Suar realmente emagrece?

O suor faz parte de nosso dia a dia e não podemos evitá-lo. Mas será que o fluido que nosso corpo expele é realmente um fator a ser considerado para quem quer perder peso e emagrecer? Se a meta é afinar a silhueta, claro que é necessário queimar mais calorias do que se consome. A melhor maneira de alcançar tal equilíbrio é fazendo mais exercícios. Ao realizar atividade física, a transpiração aumenta e, ao suar, o corpo perde líquidos. A transpiração é um processo que traz muitos benefícios ao corpo. “Se a água perdida não é recuperada, perde-se muito peso”, afirmou César Kalazich, especialista em medicina esportiva da clínica MEDS, no Chile. “Uma exercício de duração intensa ─ entre uma e duas horas ─ em um ambiente quente pode levar à perda de até 1% do peso corporal, momento em que a sede invariavelmente vai aparecer.” O problema é que esses fluidos perdidos devem ser repostos, pelo menos em parte. “Há um consenso na medicina esportiva que a perda de 2% (mesmo que o atleta não perceba) do peso corporal é prejudicial ao desempenho físico e começa a prejudicar a saúde”, afirmou Kalazich.

Comentários
Carregando