Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Prefeitura da capital vai torrar mais de R$ 2 milhões em propaganda

0

Tá difícil

A prefeitura de Porto Velho pretende gastar nos próximos 180 dias, R$ 2.124.491,04 em publicidade “emergencial”. O objeto do contrato são campanhas contra a dengue e IPTU. A capital atravessa um momento extremamente delicado e complicado, com milhares de famílias desabrigadas, cuja preocupação maior é ter um teto para suas cabeças. Não creio que alguém vai se importar muito com as campanhas do município.

O grande mentor

Desse lampejo de genialidade foi o “garoto sorriso” Emerson Lopes, chefe do DECOM da prefeitura que só dá expediente das 8 às 11h30min e depois vai para a TV fazer merchandising no “Câmera 11”. De fato, a gestão Nazif está afundando junto com o bairro Areal.

O contrato

Foi assinado no último dia 10 e a empresa contratada foi a NDA e o prazo máximo é de 180 dias, não podendo ser prorrogado.

Olha essa

O pessoal ligado a cultura não anda nada satisfeito com a gestão da atual secretária, Eluane Martins, que assumiu a pasta da SECEL “temporariamente” após o afastamento de Cleidimara Alves por problemas quando trabalhou na desastrosa gestão de Roberto Sobrinho. A SECEL, na verdade, se transformou em uma secretaria sem função nenhuma. Uma das principais atribuições era a de organizar o arraial Flor do Maracujá, que vem sendo um fiasco desde que Confúcio assumiu.

Sendo assim

A coisa vai de mal a pior para o pessoal ligado a cultura, que por falta de apoio e projetos que deveriam ser feitos e apoiados pela SECEL, não conseguem absolutamente nada. Nem mesmo se manifestar sobre a questão do carnaval, de forma clara, a secretaria de Cultura fez. Segundo informações de gente do governo, Eluane foi indicada para o cargo pelo secretário de Obras e diretor do DER, Lúcio Mosquini.

Eleições 2014

E o PT deve mesmo ficar sem candidatura ao governo aqui em Rondônia. Após a presidente Dilma anunciar que cedeu para o PMDB a cabeça de chapa em seis estados, entre eles Rondônia, a situação do grupo do Padre Tom ficou complicada. Eles não conseguiram enxergar a questão como um todo, ficaram restritos a discussões locais. O Planalto quer, e precisa, de bancada federal, e não de governadores. Tom não deve ter dificuldades em se reeleger deputado federal, e eles devem investir pesado para tentar manter as duas vagas que tem na Câmara atualmente.

E principalmente

Tentar resgatar a vaga no Senado, perdida para Ivo Cassol na eleição de 2010. E quem deverá disputar o cargo será Fátima Cleide, o que enfraquece ainda mais o grupo de Tom, que preside o PT no Estado, mas não manda nos filiados dos municípios. Fora isso, Tom tem andado na companhia de Roberto Sobrinho, que estava se alvoroçando para coordenar a campanha de governo. Ele, aliás, já vinha se reunindo com algumas lideranças políticas em busca de apoio e coligações. Entrou água.

Enquanto isso

A visita do presidente nacional do PT, Rui Falcão, que deveria vir à Rondônia na próxima sexta-feira, foi cancelada. A executiva nacional do PT achou por bem não criar polêmicas, ou envolver Falcão em uma saia-justa, já que a pergunta que todos fariam seria sobre a candidatura de Padre Tom ao governo.

Com direito a choro

O deputado Adriano Boiadeiro foi afastado da Assembleia Legislativa por seis meses, sem direito a remuneração e a exoneração de todos os seus assessores. Ele fez um discurso de defesa choroso, disse que era inocente, mas não convenceu. Foram 14 votos pela sua punição.

E revolta

Já Ana da 8, que também recebeu punição igual, apelou para o discurso agressivo e chamou o ato de “palhaçada”. Não deu certo, também teve 14 votos pelo seu afastamento. Já Cláudio Carvalho obteve um voto a seu favor, o de Epifânia Barbosa, sua companheira de partido. Ele teve 13 votos contra e uma abstenção, de Hermínio Coelho que regimentalmente não vota. Eram 15 deputados na sessão. Cláudio foi afastado por dois meses.

Seis

Por meia dúzia é o que se pode falar do suplente de Ana da 8, o vereador de Porto Velho, Pastor Delso Moreira que assume o cargo. Ele também respondeu pelo mesmo b.o. na Câmara e foi absolvido. O suplente de Boiadeiro é o ex-secretário de Educação César Licório.

Com essa punição

A assembleia “se limpa”, um pouquinho junto à opinião pública, já que muitos acreditavam que no final não ia acontecer nada. Não foi o resultado que a maioria queria, cassação, mas já alivia, em parte a pressão sobre o legislativo estadual, que havia passado a mão na cabeça de um outro grupo, os envolvidos na Operação Termópilas.

E a CAERD?

Porto Velho continua sem água em diversos bairros, a companhia está com um rombo gigantesco e existe um estudo para privatiza-la, mas a idéia é deixar bem quebrada para “vender barato”. Vamos voltar ao assunto.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Line e Telegram.. Para mais informações clique AQUI.

Álcool durante a gravidez aumenta risco de bebês nascerem prematuros

Mulheres que bebem – mesmo uma quantidade de álcool inferior ao que é recomendado oficialmente – durante as primeiras semanas de gravidez se encontram em maior risco de gerar bebês menores ou de dar à luz prematuramente, na comparação com aquelas que não ingerem a substância. Segundo o Ministério da Saúde da Inglaterra, durante a gestação, a prática não é recomendável. No entanto, aceita-se a ingestão mais de, no máximo, uma ou duas unidades de álcool – o equivalente a um copo pequeno de vinho – uma ou duas vezes por semana, segundo informações do jornal “The Independent”. O estudo também constatou que 13% dos bebês que nasceram de mães que consumiram álcool, vieram ao mundo abaixo do peso; 4,4% menores do que o esperado; e 4,3% nasceram prematuramente.

 

Comentários
Carregando