Coluna – Se eleições para o Senado fossem hoje, vagas seriam de Confúcio e Expedito

Partidos e candidatos estão fazendo sondagens para cargos majoritários em 2018 e números já apontam favoritos

Crise

Os números no Brasil estão todos ladeira abaixo em termos empresariais, mas nem sempre a crise trás apenas más notícias. Dados do governo e entidades ligadas as micro e pequenas empresas, apontam crescimento das chamadas MEI (Micro Empresas Individuais) desde o ano passado, quando a crise começou a acentuar. Evidente que isso deve ser observado com cautela, porque a maioria dessas empresas tem vida curta, em função da burocracia existente no país. Vou explicar.

Obstáculos

Apesar dos esforços recentes em desburocratizar a abertura de micro e pequenos, além do imposto reduzido e simplificado, ainda está longe do ideal. O Brasil precisa rever o mais importante, que é a legislação trabalhista e se não extinguir, mas flexibilizar, a Justiça do Trabalho, um dos principais empecilhos para a geração de empregos no Brasil. A atual legislação trata o empresário com desconfiança e garante que qualquer mau-caráter consiga arrancar dinheiro de empresas e empresários. Se um pequeno empresário cair nas mãos da justiça, certamente ficará economicamente inviabilizado. As relações trabalhistas no País precisam ser flexibilizadas de maneira que a empresa possa contratar, sem correr o risco de falir por causa de ações trabalhistas.

E ainda

Os impostos precisam cair, e as instituições financeiras precisam garantir linhas de crédito desburocratizadas e isso é possível, seja através da implantação de seguros para essas linhas para garantir o pagamento da dívida ou outros mecanismos que os bancos possuem. Se mais pessoas pudessem empreender, grande parte do problema de geração de emprego e renda estaria resolvido no país. O governo tem que fazer o mínimo, que é ajudar as empresas a serem implantadas e se manterem ativas. No mais, o próprio setor resolve.

Um dos grandes problemas

É o paternalismo estatal e sindical. Profissões que foram abolidas em outros países, no Brasil são vistas como necessárias, como frentista de posto, operador de pedágio e cobrador de ônibus, para citar algumas. Se o governo criasse programas de qualificação subsidiados, certamente a procura por esses trabalhos que não requerem nenhuma qualificação e são mantidos em nome do ‘social’, cairia vertiginosamente. Mas no Brasil até para ser motorista é difícil. Atualmente, para tirar uma CNH o cidadão tem que fazer um financiamento bancário, pois a conta chega a inacreditáveis R$ 1.400. Um verdadeiro despautério.

Enquanto isso

Em São Paulo mais de 4,4 mil fábricas fecharam às portas, o que representa um número 24% superior a 2014. Prova da estagnação e da dificuldade em manter um negócio no Brasil. Atualmente a legislação só é boa para as grandes empresas, que disponibilizam um batalhão de advogados em causas trabalhistas, normalmente demandas coletivas, e protelam até a última instância, ou fazem acordos satisfatórios para eles. Os pequenos e médios, fecham as portas porque a justiça vai direto na conta bancária do empresário.

Desembarque

O PMDB começou a deixar o governo de Dilma Roussef e isso é indicativo que o impeachment é irreversível. Só o PT não percebeu e continua com o discurso de ‘golpe’.

Por aqui

Tudo certo para as mudanças no Detran, que devem ocorrer nos próximos dias. Também devem ocorrer mudanças na Seduc, já que Fátima Gavioli preferiu ficar no PDT ao invés de migrar para o PMDB. Nas próximas semanas, quem não estiver alinhado partidariamente, vai estar correndo risco de perder o cargo.

Fechou geral

Em Espigão do Oeste o Ibama fechou 100% das madeireiras. Resumindo, destruiu o que restava da economia da cidade.

Cadê a bancada?

A BR 364 volta a ser notícia ao aumentar a longa lista de vítimas fatais em acidentes ocorridos pela falta de manutenção e principalmente, pela não duplicação da rodovia cujo número de mortos lembra estatísticas de países em guerra. A bancada federal, que deveria fazer um esforço coletivo, junto com a bancada do Acre e Mato Grosso para exigir a duplicação na integralidade, ignoram o problema, preferindo focar em temas populistas ou discursos vazios.

Eleições 2018

Pesquisas para consumo interno visando as eleições 2018 para governo e senado começaram a animar o governador Confúcio Moura que começa a enxergar a possibilidade de conseguir uma vaga no Senado. Quem está na frente em sondagens recentes, é Expedito Júnior, com mais de 28% das intenções de voto, seguido de Confúcio com Raupp em terceiro. Isso indica que, caso o senador não consiga reverter sua situação nos próximos meses, a reeleição começa a ficar bem distante.

Resta saber

Se Confúcio consegue manter essa margem pelos próximos dois anos. Nos últimos meses ele tem se dedicado a correr o estado falando sobre seu governo. Acredita quem quer. A realidade está ai. Dizem que propaganda é a alma do negócio, mas o eleitor brasileiro já passou da idade de acreditar em tudo que falam…

Tragédia

Comoveu Rondônia o caso das gêmeas que foram atropeladas por um trator tipo pá carregadeira em Ariquemes.Uma das meninas, Maria Izabel Vieira dos Santos, faleceu nesta segunda-feira no Hospital Infantil Cosme Damião, em Porto Velho por falência múltipla dos órgãos. Ela estava internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital desde o dia 14 de março após sofrer múltiplas fraturas no quadril e já tinha amputado as duas pernas. As crianças foram atropeladas quando vinham da creche, em companhia da tia. Durante o fim de semana foram feito pedidos de doação de sangue para a criança e 25 pessoas se apresentaram em nome dela no Fhemeron.

Drama

O caso revelou um drama que é rotineiro em Rondônia, o baixo estoque de sangue na FHEMERON, que não consegue atender a demanda. Apesar de muita gente aparecer durante campanhas pontuais, o estoque nunca é suficiente. Então, se você preenche os requisitos para doação, faz uma forcinha e dá uma passada na Fhemeron. Doar sangue é doar vida.

Requisitos

Para doar sangue é preciso estar em boas condições de saúde; ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos; Pesar no mínimo 50kg; Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas); Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação); Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social). Para saber mais e ver quais são os impedimentos, CLIQUE AQUI!

Clínica Mais Saúde informa – Vitamina encontrada em carnes pode ajudar a conter envelhecimento

Um experimento científico que está em fase de testes tem buscado entender como a vitamina  B3 pode ajudar a conter o processo de envelhecimento do corpo humano. Uma das causas do envelhecimento é a presença de radicais livres no organismo – eles oxidam nossas células e muitas vezes causam sua destruição. Para evitar esse processo, os antioxidantes que consumimos servem para acabar com os radicais livres e minimizar o dano deles às células. O que esse grupo de cientistas está buscando é justamente uma forma de aumentar os níveis de antioxidantes das células. E os esforços se concentram na vitamina B3, encontrada em alimentos como frango, porco e atum. Caso isso se confirme, o consumo de alimentos que contenham vitamina B3 seria importante para o aumento dos antioxidantes no organismo – o que em tese poderia conter o envelhecimento. Essa vitamina pode ser encontrada em alimentos como atum e outros peixes, frango, carne de porco, fígado, ovos, leite, amendoim e arroz.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário