Coluna – “Se Mariana não for candidata, o PSDB e PSD vão com Léo Moraes”, diz Expedito

Ex-senador, que preside a legenda tucana no Estado nega qualquer tipo de conversação com o PSB, de Mauro Nazif

Religião e política

As investigações da Operação Lava-Jato que culminaram com a prisão do ex-senador Gim Argello revelaram uma face obscura e suja da política brasileira, o uso de instituições religiosas para pagamento de propina. No caso de Argello, a paróquia São Pedro, em Taguatinga (cidade satélite de Brasília) recebeu uma doação no valor de R$ 350 mil da empresa OAS e mais R$ 300 mil da Andrade Gutierrez. O pároco, Moacir de Carvalho informou que o dinheiro foi para uma festa de Pentecostes e que “Argello não teria medido esforços” para levantar recursos.

A princípio

Levanta-se suspeitas em relação ao valor, afinal é muito dinheiro para uma doação. Mas sem querer julgar ninguém em relação a essa questão, vale lembrar que político adora fazer caridade, desde que não tenha que meter a mão no próprio bolso. Evidente que Argello pode ter enrolado o padre e direcionou parte de seu pixuleco para a igreja, quem sabe na expectativa de salvar a alma do fogo do inferno destinado aos corruptos. De qualquer forma, o caso deixa as autoridades em alerta, ainda mais que no Brasil as instituições religiosas podem quase tudo, inclusive não pagar nada.

Por aqui

Os deputados federais (8) estão sendo pressionados via redes sociais e mensagens de WhatsApp a se posicionarem sobre o impeachment de Dilma Roussef. De acordo com um placar, editado pelo jornal Estadão de São Paulo, faltam declarar os votos Marinha Raupp (PMDB), Luiz Cláudio (PR) e Lindomar Garçon (PRB). A legenda de Garçon anunciou na tarde desta terça-feira que vai votar em peso (22 deputados) a favor do impeachment. 4 parlamentares (cujos nomes não foram revelados) queriam votar contra, mas foram convencidos pelos demais. É possível que Garçon estivesse entre eles.

Já LC e Marinha

O Tudorondonia, em reportagem nesta terça-feira repercutida AQUI, informou que o deputado Luiz Cláudio teria recebido cargos na Conab e Superintendência federal da Agricultura em Rondônia em troca de apoiar Dilma Roussef. De quebra, o parlamentar também teria negociado uma ajuda para Ivo Cassol, senador rondoniense encalacrado com o Supremo Tribunal Federal. Coincidência ou não, Cassol conseguiu liberar na semana passada mais de R$ 5 milhões em emendas e ainda ganhou um adiamento de seu julgamento graças a um pedido de vista feito por Dias Toffoli. E Gilmar Mendes também já sinalizou que fará o mesmo.

Engraçado

Eu que não sou ministro já conheço o processo de trás para frente, de cor e salteado, mas os magistrados do STF parece que tem dificuldades de aprendizagem.

Até quando?

O advogado Manoel Flávio Jurado teve sua residência invadida por um trio de assaltantes na noite de segunda-feira. Eles estavam armados de pistolas, revólveres e até um facão, mostrando que não estavam para brincadeiras. Por sorte o advogado tinha uma arma, e conseguiu reagir, atirando na cabeça de um dos “socialmente desfavorecidos”. Durante a ação, Jurado também foi atingido, mas não corre risco de morte. Os outros dois “socialmente desfavorecidos” conseguiram fugir, mas a polícia deve encontra-los em breve.

Precárias

Essas são as condições do sistema prisional em Rondônia e a prova disso foi a fuga de três perigosos marginais ocorrida na madrugada de segunda-feira do Pandinha. Apenas um dos bandidos foi responsável por uma chacina que não poupou sequer uma criança de 5 anos. Outro assassinou friamente uma mulher e o terceiro é assaltante e golpista. O trio conseguiu serrar a grade da cela, pulou um muro de cerca de 5 metros e deu o pinote da cadeia. Tomara que quando sejam encontrados, resolvam trocar tiros com a polícia.

Aprovado

Na Câmara de Vereadores de Porto Velho na semana passada o projeto que cria uma comissão para gerenciar o ProUni municipal. Por coincidência, Mariana Carvalho silenciou em relação a sua candidatura a prefeitura de Porto Velho. Deve sair-se com a desculpa que “é mais necessária em Brasília como deputada federal”. Por coincidência, apenas isso, o ProUni municipal vai poder trocar débitos de ISS por bolsas. E advinha quem deve mais de R$ 10 milhões aos cofres da municipalidade, entre ISS, multas e um terreno que foi grilado da prefeitura?

Disse-me-disse

Conversando com gente ligada ao PSB de Mauro Nazif, me garantiram que Mariana Carvalho não é candidata em hipótese alguma, e mais, que o vice de Nazif deve vir do PSDB. As conversas estariam bem adiantadas nesse sentido e não seria nenhum dos nomes que já foram colocados (Maurício – irmão de Mariana, Hildon Chaves ou Alan Queiroz). Em conversa com o presidente estadual da legenda, ex-senador Expedito Júnior, ele negou veementemente, “não existe a menor possibilidade disso acontecer”, garantiu. O pessoal do PSB disse que “Júnior foi rifado do processo” e que não depende dele essa decisão, “Expedito já era”, afirmaram.

Ainda as eleições

Por sua vez, Expedito Júnior adiantou que, “se por um acaso Mariana Carvalho decidir não ser candidata, o PSDB vai apoiar Léo Moraes e leva junto o PSD, com possibilidade real do vice vir de uma dessas duas legendas”. Para Júnior esse assunto está decidido, só resta mesmo uma definição por parte de Mariana Carvalho. Esta semana o presidente municipal da legenda, Lindomar Carreiro da Silva deve estar cobrando da deputada federal uma decisão em relação a sua candidatura. Eles ainda não se falaram, mas cabe a ele esse papel.

Exercício ilegal

No fim de semana a OAB prendeu em flagrante um homem que se passava por advogado em Porto Velho e já teria recebido cerca de R$ 300 mil em honorários de incautos. A orientação da Ordem à população é verificar, junto à OAB se o profissional que você vai contratar possui de fato inscrição na entidade.

Na prefeitura

Foi descoberto e denunciado, ainda ano passado, que a coordenadora de engenharia de tráfego do município não é engenheira e não poderia ocupar o cargo. Ela estava na SEMTRAN desde a gestão Roberto Sobrinho e foi ficando. Quando o caso foi revelado, Mauro Nazif à puniu. O prefeito transferiu a servidora da SEMTRAN para seu gabinete, onde ela permanece. Foi instaurado um Processo Administrativo e o Ministério Público também investiga o caso. Deve ser por isso que o trânsito nessa cidade é uma bagunça e está cada dia pior. Se bobear, foi ela que teve a “brilhante” idéia de colocar um semáforo na rotatória da Imigrantes…

Que golpe?

Dilma e os petistas adoram encher a boca para dizer que a presidente foi “reeleita com mais de 54 milhões de votos”. Na verdade ela foi reeleita por 3.459.963 milhões a mais que Aécio, que teve 51.041.155. Portanto a “maioria” que o PT tanto prega, não passa de uma falácia. A diferença foi de dois colégios eleitorais somados, Brasília (1,7 milhão de eleitores) e Fortaleza (1,9 milhão de eleitores). E Dilma ganhou porque conseguiu enganar, junto com seu marqueteiro que está preso, os pouco mais de 3,4 milhões de incautos…

Clínica Mais Saúde informa – EUA recomendam uso diário de aspirina para prevenir doenças

Pessoas com mais de 50 anos devem tomar uma dose de aspirina por dia para prevenir ataques cardíacos, acidente vascular cerebral (AVC) e câncer colorretal. De acordo com Força Tarefa de Serviços Preventivos dos Estados Unidos (USPSTF, sigla em inglês), um painel de especialistas com apoio federal, a recomendação é valida para adultos com idades entre 50 a 69 anos que tenham risco aumentado de problemas cardiovasculares. A orientação foi publicada na segunda-feira no Annals of Internal Medicine. Esta é a primeira vez que o grupo de especialistas recomenda a aspirina como forma de prevenir doenças cardiovasculares e câncer do cólon. No entanto, a nova orientação aplica-se apenas a pessoas que não tenham risco aumentado para sangramento gastrointestinal e com pelo menos 10 anos de expectativa de vida. Se enquadram no perfil também aqueles que têm, há mais de uma década, uma probabilidade 10% ou maior de risco de ataque cardíaco ou AVC. De acordo com os especialistas, uma dose baixa de aspirina (81mg) por dia seria mais benéfica para pessoas com idades entre 50 e 59 anos. Já aquelas na faixa-etária entre 60 e 69 anos devem conversar com o médico sobre qual seria a dosagem mais indicada, já que o medicamento pode aumentar o risco de hemorragia e estas pessoas já correm maior perigo devido à idade.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta