Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Sem espaço no PMDB, Confúcio deve disputar senado pelo PSB

0

Articulação mantém Daniel Pereira como vice de Acir Gurgacz em 2018 e deixa Raupp em situação ainda mais delicada

O golpe

A política ama a traição e abomina o traidor”. A frase de Leonel Brizola serve como uma luva no atual cenário político de Rondônia e o motivo do impasse tem nome e sobrenome, chama-se Confúcio Moura. E o problema, uma vaga no Senado Federal. Problema por um detalhe, seria suicídio o PMDB lançar uma chapa ‘puro sangue’, tendo Confúcio e Valdir Raupp como candidatos. Porém, o governador tem um trunfo, e ao que tudo indica ele deve mesmo passar a rasteira não apenas em Raupp, mas no PMDB inteiro. Confúcio estaria de mala e cuia para migrar ao PSB, de Mauro Nazif e disputar o Senado apoiando Acir Gurgacz (PDT) ao governo, tendo Daniel Pereira que já é vice, na mesma condição em 2018.

O desenho

Não é meu e sim de Gurgacz e Confúcio. Em conversas recentes, eles alinharam o futuro político de uma forma que vai deixar Raupp e o PMDB completamente órfãos, já que eles contam com a saída de Moura da vida pública, conforme ele próprio gosta de alardear. Apesar de ser Goiano, Confúcio sempre agiu na ‘mineiridade’ quando o assunto é política e como já conhece bem o roteiro, não gosta de antecipar seus movimentos.

Daniel Pereira

O vice-governador de Rondônia é sem dúvida alguma um dos políticos mais preparados do Estado. Foi deputado estadual e por uma leve falta de maturidade, terminou derrotado ao ser punido indevidamente pela própria agremiação, na época o PT. Conseguiu se recompor como poucos na vida pública e em 2014 foi indicado pelo PSB para disputar a vaga de vice, ao lado de Confúcio. E Daniel teve participação decisiva. Rápido nos bastidores, deu a campanha de Confúcio a credibilidade e organização que faltava ao PMDB. Desde que assumiu, vem se mantendo a uma distância saudável do primeiro escalão, mas está longe de ser apático e ele é quem deverá assumir o governo em 2018, quando Confúcio se licenciar para disputar o Senado. E vai ser ele a peça-chave no cenário que vem sendo construído pelo PSB e PDT.

Paralelo a isso

O senador Acir Gurgacz é de longe o que mais emplacou emendas para municípios rondonienses. Com isso, ele amarra prefeitos e vai ampliando seu leque de atuação e vendendo a imagem de “político municipalista”, que o finado Leonel Brizola tanto defendia. Mas, no caso de Gurgacz Rondônia teria que “pagar para ver”, mas o eleitorado do Estado, ao que tudo indica, não dá sinais de que vá bancar essa aposta. É mais ou menos como aquela história do “faltou combinar com os russos”, que no caso é o eleitor. No papel está tudo certo, mas na hora do vamos ver…

Nesse cenário

Sobra Raupp, que ficaria em uma situação bastante delicada, caso se concretize a ida de Confúcio, e sua candidatura, pelo PSB. Em todos os cenários trabalhados, Raupp só fica em posição confortável se disputar em dobradinha com outro nome “forte”. Mas por enquanto, todos os sinais indicam que ele deve ser o “traído” no jogo.

Concessões

A empresa Solimões Transporte de Passageiros e Cargas LTDA, que pertence a membros da família do senador, conseguiu liberar uma série de novas linhas para operar a partir de agora, em vários estados e trechos. A autorização da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) foi publicada no Diário Oficial da União na segunda-feira, 31 e já está valendo. A Solimões foi a empresa que “herdou” a concessão da Eucatur enquanto esteve inadimplente. Veja a publicação.

Reflexos

A deputada federal Marinha Raupp sentiu o gosto amargo da impopularidade gerada por suas sucessivas votações favoráveis ao governo de Michel Temer. No último sábado, em seu reduto eleitoral, Rolim de Moura, levou uma sonora vaia que a impediu de discursar no aniversário da cidade. Visivelmente constrangida, a deputada tentou falar por exatos 14 segundos, ela então entregou o microfone e fez de conta que a “missão estava cumprida”. Marinha foi reeleita em 2010 com uma votação estrondosa, não repetiu o feito em 2014 e pelo jeito, em 2018 se seguir por esse caminho, vai ter dificuldades em garantir o sétimo mandato consecutivo.


Deputada do PMDB é vaiada em Rolim de Moura por painelpolitico

Falando em bancada

Publicamos nesta segunda uma reportagem especial relembrando o “trio parada dura” que já tivemos em Brasília como deputados federais. Nobel Moura, Jabes Rabelo e Raquel Cândido. Conheça um pouco sobre a participação deles na vida pública e como estão atualmente. CLIQUE AQUI.

Na sexta-feira

Dia 11, a partir do meio-dia no Clube da OAB, em Porto Velho acontece a feijoada em comemoração ao Dia da Advocacia. Na programação, DJ e banda vão animar o evento. A pulseira para entrada no evento deve ser retirada pelos inscritos que estão em dia na Tesouraria da Seccional, que funciona na sede da Ordem, a partir desta terça-feira (8) até a próxima quinta-feira (10), dando direito ao advogado a levar um acompanhante e os filhos menores de 12 anos. Para o público em geral, a pulseira pode ser adquirida pelo valor de R$ 30 por pessoa.

Ioga, arma contra contra a depressão e o Alzheimer

Novos estudos mostraram que a prática da Ioga, técnica milenar indiana pode também ajudar a prevenir o Alzheimer, promover um envelhecimento mais saudável e reduzir os sintomas da depressão. Um estudo realizado recentemente pelo Instituto do Cérebro do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, em parceria com a Universidade Federal do ABC e com a Universidade Harvard, nos Estados Unidos, descobriu que praticantes de ioga tinham áreas do cérebro associadas à atenção e à memória mais preservadas do que pessoas não adeptas. Para chegar a essa conclusão, a equipe de pesquisa examinou o cérebro de 42 mulheres idosas que seguiam o mesmo padrão de saúde, idade e escolaridade. A diferença é que metade das participantes praticava ioga há pelo menos oito anos, enquanto as demais não eram adeptas da modalidade. Uma pesquisa feita pelo Centro Médico de Veteranos de São Francisco, nos Estados Unidos, apresentada durante a 125ª Convenção Anual da Associação Americana de Psicologia, mostrou que oito semanas de hatha ioga, uma das modalidades mais conhecidas no ocidente, já é capaz de diminuir os sintomas da depressão. Outros dois estudos holandeses, também apresentados no evento, com pacientes em depressão crônica resistente aos tratamentos convencionais associaram a modalidade a menores índices de stress entre os voluntários.

Comentários
Carregando