Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – Senador de Rondônia usa estrutra da Casa para promoção. E quem paga é você

0

Candidato ao governo, Gurgacz adota “audiências públicas” como meio de se projetar no Estado; mas toda a estrutura da Comissão vai junto e custa caro

Não marquem na mesma postagem

Quem andou por lá viu. A relação entre o senador Acir Gurgacz e o governador Confúcio Moura azedou com a proximidade das eleições de 2018 e o desgaste político natural. Apesar de não romperem oficialmente, o clima entre os dois está pesado. Na abertura da Rondônia Rural Show os dois dividiram palanque, mas estava cada um para um lado. E para piorar, acabou a energia, deixando a coisa ainda “mais quente”. Com um “pequeno” atraso, era para começar as 8 e iniciou as 11, foi sentida também a ausência do presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho.

Climão

Também ficou evidente a divisão dos grupos. De um lado, “a turma do Confúcio” e de outro “o povo do Acir”. Eles sequer andaram no mesmo carro. Ai nesta quinta-feira resolveram fazer “outra abertura”. Nessa Maurão estava.

Falando em Maurão

Tá demais essa insistência dele querer ser o candidato do PMDB via Confúcio Moura. Essa semana ele propôs um “voto de louvor” ao governador por ele ter sido “eleito o melhor do Brasil”(?) e ter “cumprido 80% das promessas de campanha”. Menos Maurão. Quem manda no PMDB é o Raupp e lá, pode acreditar, você não tem espaço. A aliança Raupp/Gurgacz está praticamente fechada e em todos os cenários possíveis que vem sendo projetados, você não está em nenhum.

E o afastado?

Hildon Chaves deu um show. Convocou coletiva, se mostrou “indignado” e disse se “sentir traído”. Fechou declarando que estava “afastando, à pedido, Edgar do Boi das atividades da prefeitura”. O show acabou, a cortina baixou e o Boi voltou às ruas. Nesta quarta-feira foi visto “fiscalizando” as obras de asfalto no bairro Cuniã. Eu entendia por afastamento outra coisa…

Nem aí

Vagabundo não respeita polícia faz tempo, mas em Rondônia a coisa tá beirando o ridículo. Essa semana, dois coronéis da Polícia Militar foram vítimas de bandidos. Coronel Kischner, que foi comandante da companhia de Trânsito e o coronel Hélio Pachá, cuja esposa teve a camionete roubada em pleno centro comercial.

Então…

O senador Acir Gurgacz, candidato declarado ao governo de Rondônia, adotou uma estratégia para se promover em Rondônia, são as chamadas “audiências públicas”. A audiência pública, em tese, é uma reunião pública, transparente e de ampla discussão em que se vislumbra a comunicação entres os vários setores da sociedade e as autoridades públicas. O problema é que elas dificilmente tem um resultado efetivo. E promover uma audiência pública pelo Senado, acredite, é algo bem caro. Quando elas são solicitadas, toda a estrutura de imprensa do Senado e da comissão tem que se deslocar. O resultado é um gasto altíssimo de passagens, diárias e alimentação para discutir o que todos já sabem.

Em Brasília

Existem os plenários das comissões exatamente para essa função. São convocadas pessoas que, de fato, podem opinar ou apresentar sugestões para resolver determinados problemas. A última audiência pública promovida por Gurgacz foi em abril deste ano, e aconteceu na Câmara de Vereadores de Porto Velho e tinha como tema, “debater o processo de concessão e duplicação da BR-364, trecho Comodoro-Porto Velho (RO), bem como as previsões da execução das obras do Contorno de Porto Velho”. Participaram representantes do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Diretor Executivo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT, Gerência de Infraestrutura da Empresa de Planejamento e Logística S.A. – EPL e Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias – ABCR.

E o resultado?

Bem, esse assunto vem sendo debatido há tempos em Brasília e até os bagres do Madeira sabem da necessidade dessa duplicação. Já havia sido definido recursos de bancada para isso, já existe até um projeto em andamento para concretizar essa duplicação. Essa semana mesmo o senador Ivo Cassol e o deputado federal Luiz Cláudio anunciara essa duplicação – Vídeo abaixo.

Ivo Cassol sobre duplicação da 364 por painelpolitico

Ou seja

Totalmente desnecessária essa audiência. Ela foi transmitida pela TV Senado e serviu para Acir fazer uma auto-promoção em Porto Velho, onde a turma não gosta muito dele. Deve ser por essa e outras que a conta do Senado é tão alta. Quando era membro da Comissão de Agricultura, Gurgacz apresentou 17 requerimentos para audiências públicas em Rondônia. Na comissão de Infraestrutura, da qual ele também é membro, já foram 3.

Simbiose

Gurgacz deve ter herdado essa mania de fazer audiência e reunião durante o tempo que caminhou junto com o PT. A turma da estrelinha também é chegada nessas coisas. Reúne para marcar a próxima reunião e nunca chegam a lugar algum. Se ele pensa em governar Rondônia desse jeito, está na hora de começar a rever seus conceitos. O Estado precisa de quem faz e não em quem debate para tentar saber o que fazer. Para isso já temos o Confúcio e sua turma.

Em 2018

O vereador Jair Montes confidenciou à coluna que é candidato a deputado estadual em 2018. Considerado atualmente o mais atuante na Câmara, Montes de fato vem fazendo um bom trabalho. Anda percorrendo os bairros, está com o gabinete sempre aberto e vem conseguindo desmontar toda as acusações que lhe foram imputadas (mas não provadas)  na malfadada Operação Apocalipse, orquestrada pelo ex-secretário de Defesa de Rondônia, Marcelo Bessa. Montes deu a volta por cima e ainda pretende lançar candidato à governo pelo seu partido, o PTC. O nome, PAINEL POLÍTICO revelou com exclusividade, o advogado Léo Fachin.

Sexo é o segredo para um bom relacionamento

Como tornar um relacionamento saudável? Segundo uma série de quatro artigos publicados recentemente no periódico científico Personality and Social Psychology Bulletin, baseados em casais dos Estados Unidos e da Suíça, sexo é a resposta. Quando praticam relações sexuais, os casais – recentes, com filhos ou casados há muito tempo -, sentem e demonstram mais afeto e intimidade entre si, mesmo horas depois das relações, de acordo com informações da rede americana CNN. “Sexo faz você se sentir bem, não só porque libera endorfinas e hormônios, mas também porque você se torna mais afetivo, seja mulher ou homem”, explicou Anik Debrot, coautora do estudo e psicóloga da Universidade de Lausanne, na Suíça, à CNN.Segundo Anik, quando as pessoas não se comunicam sobre suas preferências, a frequência sexual e o afeto tendem a cair no esquecimento. No entanto, quando fazem da vida sexual uma prioridade, outros aspectos do relacionamento tendem a melhorar.

Comentários
Carregando