Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Coluna – TCE reprova contas de Roberto, que pode ficar fora até 2022

0

Julgadas

O Tribunal de Contas do Estado julgou nesta quinta-feira as contas do ex-prefeito Roberto Sobrinho, e como era esperado, elas foram reprovadas. Entre outras, o ex-alcaide não aplicou os 25% obrigatórios na educação, sinal que o pessoal do SINTERO não estava assim, dogamos, tão atentos à gestão do companheiro, como deveria. Fico pensando com meus botões, se fosse Ivo Cassol a deixar de aplicar o percentual, era capaz do SINTERO ir fazer piquete na fazenda do ex-governador e teriam montado um acampamento, mas como Roberto é amigo…

Agora

O relatório segue para a Câmara de Vereadores para ser apreciado pelos edis. Resta saber se essa Câmara vai agir da mesma forma que a anterior, e simplesmente ignorar as contas, feitas por técnicos especializados, e também o apelo da população e aprovar as contas, já que a decisão é política. Por lá, já se comprometeram a manter o parecer do Tribunal os vereadores Jair Montes, Everaldo Fogaça e Léo Moraes. Com a patota petista, incluindo aí a ex-secretária de educação de Roberto, a vereadora Fatinha, não dá para contar…

Já os demais

Não tem o menor cabimento sequer pensar em não manter a reprovação. Caso a Câmara aja de acordo com o que deve ser feito, Roberto fica inelegível pelos próximos oito anos, a contar da data da desaprovação, ou seja, se a Câmara julgar essas contas este mês, o ex-prefeito estará inelegível até junho de 2022. Com isso, só podemos dizer, ‘hasta la vista, baby’.

Como funciona

Para quem não acompanha os meandros desse tipo de sitaução, o processo é relativamente simples, o Tribunal aprecia preliminarmente, o Ministério Público de Contas dá o parecer, o Pleno do tribunal julga e envia para a Câmara de Vereadores, que, em tese, tem um prazo para manter a decisão do Tribunal ou simplesmente discordar (como foi feito pela legislatura passada). ‘Em tese’ porque a Câmara pode ’empurrar com a barriga’, no caso leia-se Mesa Diretora. Até onde se sabe, não é esse o caso, a pretensão é a de votar o mais rápido possível. Oremos.

Com isso

Temos uma reviravolta nos planos do bonde petista, que conta com Roberto como candidato a federal para poder manter o quadro. Fátima Cleide, por exemplo, nunca foi testada em uma disputa proporcional, não se sabe se ela conseguirá obter votos suficientes para garantir uma cadeira na Câmara Federal. Com Ton fora da disputa, o cenário petista começa a ficar nebuloso.

Só para lembrar

Caso a Câmara de Vereadores julgue as contas de Roberto após o pedido de registro de candidatura e mantenha a decisão do Tribunal de Contas, ele vai concorrer porque sua candidatura estará homologada, mas seus votos serão jogados no lixo e ele corre o risco de ganhar e não levar.

Portanto

O bonde descarrilou geral e o PT tem pouquíssimo tempo para refazer as contas. Um conselho? Pede para sair.

Conversando

Padre Ton passou a manhã em Porto Velho reunido com o PMDB, eles querem afinar a coligação. O único empecilho, ainda, é o PTB. Mas isso deve ser ajustado.

Em Brasília

A Procuradoria Geral do Estado  de Rondônia conseguiu um feito histórico para Rondônia ,na noite desta quarta-feira, na verdadeira batalha jurídica que trava em Brasília para evitar a sangria permanente dos cofres públicos estaduais. A vitória foi a suspensão, no Supremo Tribunal Federal, do pagamento mensal da dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia (Beron), que representava, até agora, um prejuízo mensal de R$ 15 milhões.

Bom lembrar

Que o ex-senador Expedito Júnior foi um dos maiores responsáveis por essa conquista. Cassol também andou mexendo, do jeito dele, mas mexeu. É uma conquista importante para o Estado e seria muito interessante o governo ter responsabilidade ao lidar com esse dinheiro.

Condenados

Um grupo de 27 réus, entre ex-deputados e ex-assessores da Assembleia Legislativa foi condenado pelo Tribunal de Justiça por crimes cometidos na chamada ‘folha paralela’, que funcionou durante os anos de 2003 a 2007. Alguns chegaram a ser presos na Operação Dominó.

Funcionava assim

Na época a Assembleia pagava os servidores com cheques nominais. Existiam dus folhas de pagamento na Casa, uma, oficial, que entrava na contabilidade e outra, que operava apenas nos livros. Para esses servidores, muitos sequer sabiam que eram funcionários, eram emitidos cheques, que os próprios deputados e/ou assessores endossavam e descontavam e ficavam com esse dinheiro. A coisa movimentou milhares de reais e funcionava direitinho. Tinha deputado com mais de 100 ‘assessores’.

Nome aos bois

Foram condenados José Carlos de Oliveira (Carlão de Oliveira); Evanildo Abreu de Melo (Coronel Abreu); João Batista dos Santos (João das Muletas); José Joaquim dos Santos (Zezinho do Maria Fumaça), Luiz da Silva Feitosa;  Nereu José Klosinki (atual diretor do Sintero e ex-deputado); Renato Euclides Carvalho de Velloso Vianna (Renato Velloso, ex-deputado e oftalmo); Francisco Izidro dos Santos; Ronilton Rodrigues Reis (Ronilton Capixaba); Maurício Maurício Filho; Francisco Leudo Buritis de Souza (Leudo Buritis, ex-deputado que quer ser deputado de novo); Rubens Olimpo Magalhães; José Emílio Paulista Mancuso de Almeida (Emílio Paulista, ex-deputado); Ellen Ruth Catanhede Sales Rosa (Ellen “não posso mudar o mundo” Ruth (ex-deputada);  Daniel Neri de Oliveira (ex-deputado e marido de Glaucione, atual deputada por Cacoal); Edison Gazoni (ex-deputado); Haroldo Franklin de Carvalho Augusto dos Santos (Haroldo Santos, ex-deputado) Carlos Henrique Bueno da Silva (ex-deputado); Edézio Antônio Martelli (Edésio Martelli, ex-deputado); Alberto Ivair Rogoski Horny (Beto do Trento, ex-deputado); Deusdete Antônio Alves (ex-deputado); Everton Leoni (dinossauro, ex-deputado); Amarildo de Almeida (Amarildo, ex-deputado); Marcos Alves Paes; Paulo Roberto Oliveira Moraes(Paulo Moraes, ex-deputado); Moisés José Ribeiro de Oliveira (irmão de Carlão de Oliveira) e Terezinha Esterlita Grandi Marsaro.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Telegram. Para mais informações acessehttp://painelpolitico.com/grupos-de-noticias.

Ver pornografia pode diminuir parte do cérebro

Espectadores assíduos de pornografia têm agora um motivo de preocupação. Um estudo alemão publicado na revista “Jama Psyquiatry” revelou que assistir a cenas pornográficas pode atrofiar partes do cérebro, deixando o órgão menos eficiente. De acordo com pesquisadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano, em Berlim, homens que assistem a pornografia tendem a ter uma menor striatum, uma área do cérebro ligada a “recompensas e motivação”. O estudo também descobriu que a ligação entre o striatum e o córtex pré-frontal (parte do cérebro associada ao comportamento e à tomada de decisão) se degrada à medida que a pessoa aumenta o tempo que assiste a cenas pornográficas. Entretanto, ninguém sabe o que veio primeiro. Embora os pesquisadores acreditem que a pornografia faz com que o cérebro encolha, também é possível que sejam justamente as pessoas com cérebros menores que são as mais atraídas por pornografia. De qualquer forma, esse é um dos estudos que deve fazer com que muitos pensem sobre seus hábitos.

 

Comentários
Carregando