Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Comandante de unidade da PM no Rio morre em emboscada

O carro do coronel foi atingido por dezenas de tiros quando ele viajava no banco do carona ao lado do motorista da unidade militar

0

O comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, localizado no bairro do Méier, zona norte do Rio, foi atacado a tiros por criminosos quando passava pela Rua Hermengarda, que dá acesso ao bairro do Lins de Vasconcelos.

A área do batalhão do Méier é cercada por 44 favelas. O carro do coronel Teixeira, descaracterizado, foi atingido por dezenas de tiros, quando ele viajava no banco do carona ao lado do motorista da unidade militar.

Comandante do 3º BPM (Méier) foi morto dentro de carro Divulgação

O relatório da ocorrência do batalhão da área diz que um carro que vinha na frente da viatura parou no meio da via. Depois, os bandidos desembarcaram para iniciar um arrastão. Houve troca de tiros e o oficial levou um tiro de fuzil no peito e o motorista foi atingido na perna. No Twitter, a corporação caracterizou o fato como um atentado.

Segundo as primeiras informações, o motorista também é um policial, que fazia a segurança do comandante, e teria sido baleado. Teixeira, que foi alvejado no peito, chegou a ser levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, mas já chegou morto na unidade. Já o outro PM, identificado como Nei Filho, levou quatro tiros, passou por uma cirurgia na unidade e não corre o risco de morrer.

O comandante é o 111º policial militar assassinado no estado em 2017. Teixeira estava na corporação há 26 anos e estava à frente do 3º BPM há um ano e seis meses. Ele deixou uma mulher e dois filhos. A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) assumiu as investigações.

 

Comentários
Carregando