Comissão debate MP que autoriza venda direta de petróleo da União

A Lei 12.304/2010, alterada pela MP, previa a contratação pela PPSA de uma empresa intermediária para a venda da produção que fica com a União

A comissão mista da Medida Provisória (MP) 811/2017, que permite à Pré-Sal Petróleo S/A (PPSA) comercializar diretamente o petróleo extraído do pré-sal que fica com a União, promove audiência pública nesta quarta-feira (21). A reunião começa às 15h na sala 6 da Ala Senador Nilo Coelho.

Para debater a MP, foram convidados representantes da Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia (MME), da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A Lei 12.304/2010, alterada pela MP, previa a contratação pela PPSA de uma empresa intermediária para a venda da produção que fica com a União. A receita com a comercialização do petróleo deverá ser destinada ao Fundo Social (FS), criado pela Lei 12.351/2010, que instituiu o regime de partilha na camada pré-sal.

O valor repassado é deduzido de tributos e gastos com a comercialização e possível remuneração do agente comercializador externo. Os gastos de comercialização devem ser previstos em contrato entre a PPSA e o comprador e, em caso de licitação, no edital. Estão fora dessa conta, segundo a MP, a remuneração de funcionários, despesas de custeio e investimento e pagamento de tributos.

A comissão mista é presidida pelo deputado Julio Lopes (PP-RJ) e tem como relator o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE).

Fonte: agenciasenado

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário