Comissão do Senado reúne para votar relatório do impeachment

A comissão especial do impeachment no Senado se reúne nesta sexta, às 10h, para votar o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) que pede a abertura da denúncia contra a presidente Dilma Rousseff. Se aprovado, o texto é encaminhado ao plenário da Casa. Os debates acerca do documento duraram o dia todo ontem, quando senadores membros e não membros do colegiado tiveram oportunidade de marcar posição. Entre elogios e críticas, parlamentares aproveitaram os 10 minutos de fala para abordar também o afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Na comissão especial, para fazer a defesa da presidente Dilma, o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, afirmou que a suspensão do mandato de Eduardo Cunha confirma a tese de que a denúncia teve desvio de poder desde o início. “A decisão do Supremo é uma prova disso. De que ele usa o mandato para atingir fins que não são aqueles pelos quais ele deveria usar a competência. O processo de impeachment é mais um desses fatos. Ocorreu por uma pessoa que, despudoradamente, utiliza o poder para intentos pessoais”, comentou Cardozo.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário