fbpx
Como Dilma não tem vergonha na cara, vai ter de sair por impeachment, diz deputado

O governo tem sido alvo de uma enxurrada de críticas no plenário da Câmara. Nesta quarta-feira (9), foi a vez do deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) questionar o poder de Dilma Rousseff. Durante sessão, o tucano defendeu o processo de impeachment contra a presidente.

“Como ela não tem vergonha na cara, vai ter de ser tirada pelo impeachment. E, para ter impeachment, tem de ter povo na rua”, disse o deputado, convocando os grupos anti-Dilma para as manifestações do próximo domingo (13), que devem acontecer em várias cidades do País.

Pressionado por deputados do PT a não abrir sessão na última segunda-feira (7) por falta de quórum, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), convocou sessão já para a manhã desta quarta. Parlamentares da oposição se revezam nos ataques contra o governo e também aproveitam para falar sobre os protestos do fim de semana.

Desde terça-feira (8), a oposição tem se rebelado e obstruído votações, estratégia que, segundo eles, deve ser mantida até as manifestações e quando houver a instalação da comissão especial da Câmara, destinada a julgar a admissão do processo de afastamento de Dilma. No mesmo dia, parlamentares foram ao Supremo Tribunal Federal pressionar pela celeridade no julgamento que define as regras do processo de impeachment. Pouco depois, o STF anunciou que julgará na próxima quarta-feira (16) os embargos de declaração apresentados por Cunha.

*Com iG São Paulo

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta