fbpx
Conheça as 10 principais causas de morte no mundo

Durante alguns anos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estudou as diversas causas de morte entre a população mundial, aquelas doenças que dia a dia ceifam a vida de milhares de pessoas.

De acordo às estatísticas e pesquisas da OMS, realizadas entre os anos 2000 e 2012, e publicadas em julho de 2014, foram elencadas as 10 principais causas de morte no mundo.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Cardiopatia isquêmica – 7,4 milhões de mortes anuais
Ataque cardíaco – 6,7 milhões de mortes anuais
Doença pulmonar obstrutiva crônica – 3,1 milhões de mortes ao ano
Infecções respiratórias – 3,1 milhões de mortes ao ano
Câncer de pulmão, traquéia e brônquios – 1,6 milhões de mortes ao ano
Aids – 1,6 milhões de mortes ao ano
Doenças diarréicas – 1,5 milhões de mortes ao ano
Diabetes mellitus – 1,5 milhões de mortes ao ano
Acidentes automobilísticos – 1,3 milhões de mortes ao ano
Hipertensão – 1,1 milhões de mortes ao ano

É triste constatarmos que em pleno século 21, 1,5 milhões de pessoas morrem ao ano por causa da diarreia, que só não é mais lamentável e execrável do que inteirar-se que ainda quase 5 milhões são vítimas do consumo de cigarros.

É triste constatarmos que em pleno século 21, 1,5 milhões de pessoas morrem ao ano por causa da diarreia, que só não é mais lamentável  do que inteirar-se que quase 5 milhões jogam suas vidas no lixo por causa do cigarro.

02

As 10 principais causas de morte no mundo em 2015 02

03

As 10 principais causas de morte no mundo em 2015 03

04

As 10 principais causas de morte no mundo em 2015 04

05

As 10 principais causas de morte no mundo em 2015 05

06

As 10 principais causas de morte no mundo em 2015 06

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta