Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Conheça as principais doenças felinas e suas consequências

0

Misteriosos e independentes por natureza, os felinos são animais que adoram explorar os mais diferentes ambientes, ficando expostos a uma série de problemas e doenças de variados níveis de gravidade. Também suscetíveis a complicações de origem hereditária, as mais diversas raças de gatos devem receber muita atenção por parte dos seus donos para que, no caso do desenvolvimento de alguma doença, esta possa ser identificada e tratada o mais rápido possível, aumentando as chances de recuperação e cura do bichano.

Com isso em mente, conheça, a seguir, cinco entre as principais doenças e complicações que afetam a vida dos felinos, e fique de olho nos sintomas para proteger o seu gatinho de complicações ainda maiores em função de tais problemas:

Rinotraqueíte
Mais frequente em locais com grandes aglomerações de gatos, este problema atinge o trato respiratório superior dos felinos, causando desde espirros e secreções até úlceras graves na cavidade oral do animal. O calicivírus e o vírus da herpes são os principais responsáveis pela doença, que pode ser prevenida evitando que o animal entre em contato com muitos outros gatos, por meio da vacinação e da higienização adequada do animal e dos ambientes em que ele vive.

Leucemia Felina
Também conhecida como Felv, a Leucemia Felina é transmitida por meio do contato com animais infectados (mesmo que assintomáticos) e até pelo uso de objetos que tenham sido usados por gatos contaminados. Podendo não se manifestar no animal por anos, a Felv é a causa de cerca de 30% das mortes em felinos com algum tipo de câncer – desencadeando sintomas que incluem falta de apetite, depressão, diarreia, tumores, gânglios, febre, alterações de comportamento e alterações em órgãos importantes como fígado, baço e rins. Sua prevenção é feita por meio da vacinação.

AIDS Felina ou FIV
Promovendo sintomas e consequências similares aos da AIDS humana, a doença tem sintomas inespecíficos e não tem cura ou vacina, sendo o isolamento do animal a forma mais adotada para impedir uma propagação maior do problema. Transmitida de formas variadas, a doença é mais comum em gatos machos, não-castrados e de comportamento agressivo que vivem nas ruas.

Periotonite Infecciosa
Mais comum em ambientes com aglomerações de felinos e em gatos com menos de 5 anos ou mais de 10 anos de vida, a Periotonite Infecciosa Felina, quando avançada, leva quase 100% dos animais acometidos à morte. Febre, perda de apetite e de peso, problemas respiratórios e no sistema nervoso central (incluindo convulsões e falta de coordenação) são alguns dos sintomas que podem se manifestar nos gatos com a doença, além da presença de líquido no tórax e no abdômen, que ocorre nos casos em que o problema já e mais avançado.

Obstrução Uretral
Também conhecida pela sigla DTUIF (Doença do Trato Urinário Inferior Felino), a obstrução uretral tem o sangue no xixi, a dificuldade e a dor em urinar como principais sintomas, sendo que o animal pode apresentar grande ou nenhuma frequência em urinar. Mais comum em gatos machos, a doença pode até levar o felino à óbito se não for tratada de maneira rápida quando ele não consegue urinar, sendo que sua prevenção pode ser feita com a administração de rações de qualidade e hidratação constante para o animal.

Comentários
Carregando