Conheça em imagens os mercados flutuantes do Sudeste Asiático

O mais famoso mercado flutuante, e um paraíso turístico, é o de Damnoen Saduak, cerca de 100 km ao sudoeste de Banguecoque

Mercados e feiras flutuantes, onde os produtos são comercializados a partir de barcos e estabelecimentos à margem de rios e canais são uma atração bastante conhecida entre os países do Sudeste Asiático, como Tailândia, Indonésia e Vietnã. Eles se originaram em um momento que o transporte aquático cobrou um papel importante e necessário no desenvolvimento e progresso da vida diária dos moradores locais.

Todos esses países estão localizados em ilhas ou em planícies envoltas por amplos vales fluviais e pantanais. Esta região de clima tropical intenso nas estações das águas e da seca tinha selvas espessas e instransponíveis antes da chegada do desenvolvimento humano. As pessoas então preferiam utilizar barcos como seu principal meio de transporte em vez de criar estradas e caminhos avançando através da selva densa. Dessa forma a colonização em seus primórdios avançou sempre nas margens dos rios.

Embora a região esteja agora plenamente desenvolvida e existam estradas e rodovias que ligam todas as cidades e vilas, os barcos ainda são muito utilizados para o transporte e comércio pelas comunidades ao longo das vias, especialmente por parte dos agricultores cujas terras estão localizadas quase sempre na beira de um rio.

Os agricultores trazem seus produtos em barcos para os mercados e feiras e os vendem a comerciantes locais diretamente dos barcos, eliminando a necessidade de lojas de armazenamento nas docas. Dessa forma, eles podem rapidamente vender seus produtos e voltar para suas casas. Os comerciantes que compram os produtos então vendem para supermercados nas cidades vizinhas e também aos distribuidores por atacado das grandes cidades.

Alguns destes agricultores dos mercados flutuantes descobriram que vender produtos diretamente ao consumidor proporciona um melhor valor agregado e hoje muitas pessoas vão fazer sua compra de barco e por isso são uma grande atração turística.

O mais famoso mercado flutuante, e um paraíso turístico, é o de Damnoen Saduak, cerca de 100 km ao sudoeste de Banguecoque. O mercado flutuante é lotado com centenas de vendedores e compradores flutuantes em seus pequenos barcos de venda ou compra de produtos agrícolas. O mercado abre no início da manhã e fecha cerca de uma hora antes do meio dia.

Então, da próxima vez que estiver fazendo um passeio por estas bandas do mundo, marque na sua agenda uma visita obrigatória a estes locais movimentados, coloridos, cheios de burburinho e com muita gente acolhedora sempre esboçando um belo sorriso largo para os turistas e visitantes. A compilação é do MDIG, clique AQUI para ver mais imagens.

mercados_flutuantes_sudeste_asiatico_03 mercados_flutuantes_sudeste_asiatico_07 mercados_flutuantes_sudeste_asiatico_09 mercados_flutuantes_sudeste_asiatico_16 mercados_flutuantes_sudeste_asiatico_20 mercados_flutuantes_sudeste_asiatico_22

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário