Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Conheça mitos e verdades sobre o consumo de água

0

A água é fundamental para garantir a nossa saúde e principalmente o bem estar. Ela é tão importante ao organismo que os médicos recomendam o consumo diário de dois litros de água por dia. Segundo o nutrólogo André Veinert, a água é indispensável na vida do ser humano.

— Aproximadamente 70% do corpo humano é composto por água. Porém, uma boa parte desse líquido é eliminado naturalmente por meio da respiração, do suor e da urina. Por isso, é importante repor esse líquido que foi perdido para manter o corpo hidratado — afirma.

A falta de água no organismo pode desencadear sintomas como fraqueza, dor de cabeça e tontura, que são sinais mais clássicos de desidratação. Para ajudar você a manter o organismo sempre hidratado, o especialista desvendar mitos e verdades sobre o consumo de água. Confira:

1) Beber água em jejum emagrece: mito
Apenas a ingestão de água não elimina massa, muito menos se for tomada em jejum. Para que haja o emagrecimento real é fundamental ter o balanço energético negativo (comer menos e gastar mais calorias) e eliminar os maus hábitos na alimentação.

2) Água com gás pode engordar: mito
O gás não tem interfere no aumento de peso. É apenas recomendado que as pessoas que sofrem de algum problema gástrico consumam as bebidas gaseificadas com moderação, pois podem causar desconfortos.

3) Beber água faz bem para a pele: verdade
A ingestão de água ajuda na eliminação das toxinas produzidas pelo organismo, evitando os problemas de pele

4) É recomendado beber em média 2 litros de água por dia: verdade
A recomendação pode variar de indivíduo para indivíduo, mas a média diária está em torno de 1,5 a 3 litros. Além de ingerir água, é importante consumir frutas, verduras e legumes que também ajudam a hidratar.

5) Devo beber água mesmo quando não tenho sedo: verdade
No inverno a sede tende diminuir, porém, é importante manter o hábito de beber água ao longo do dia para que não ocorra uma desidratação.

Fonte:ZH notícias

Comentários
Carregando