Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Conselheiro do Tribunal de Contas do DF abre mão de auxílio-moradia retroativo

0

Ele teria direito de receber mais de R$ 209 mil

A editora de política do Distrito Federal, Ana Maria Campos, do Correio Braziliense, informa em sua coluna que o conselheiro Renato Rainha, do Tribunal de Contas do DF, abriu mão de uma bolada a que tinha direito referente ao pagamento retroativo do auxílio-moradia. Deixou de receber na conta simplesmente R$ 209.583,07.

O passivo abrange o período de outubro de 2009 a setembro de 2013. O valor representa 10 vezes o salário líquido de Rainha, que em agosto foi de R$ 20.731,57.

Ela complementa que não é a primeira vez que o Tribunal de Contas do DF faz pagamentos retroativos de auxílio-moradia. Em outubro de 2014, os conselheiros e procuradores do Ministério Público de Contas receberam R$ 49.512,24 referentes ao período de outubro de 2013 a setembro de 2014.

Na época, não houve divulgação.

Um grande exemplo que poderia (e deveria)  ser seguido pelos demais membros de corte de Contas do país.

Comentários
Carregando