Conselho de Ética arquiva em definitivo processo contra senador Aécio

O Conselho de Ética do Senado decidiu nesta quinta-feira (6/7), por 12 votos a 4, rejeitar o recurso contra o arquivamento do pedido de cassação do senador Aécio Neves (PSDB-MG). Assim, o processo no colegiado está encerrado definitivamente.

Cerca de duas semanas atrás, o presidente do conselho, senador João Alberto Souza (PMDB-MA), arquivou, em decisão monocrática, o processo por quebra de decoro parlamentar apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

À época, Souza avaliou que o pedido não procedia e salientou a falta de provas. Após apresentar a ação, junto com outros senadores da oposição, Randolfe protocolou recurso que pedia a reabertura do processo.

Mandato

Aécio foi acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) pelos crimes de corrupção passiva e obstrução à Justiça, com base na delação de um dos donos da JBS, Joesley Batista. Ele teria pedido ao empresário R$ 2 milhões, supostamente para arcar com os custos de sua defesa no âmbito da Operação Lava Jato.

Por isso, o tucano foi afastado da Casa em 18 de maio, mas retomou oficialmente seu mandato na terça-feira (4), por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello. A determinação do magistrado ocorreu no último dia 30.

Aécio se defendeu das acusações e afirmou que foi vítima de uma “manipulação”.

Fonte: metropoles.com

News Reporter

Deixe uma resposta