Consumidores reduzem expectativa de inflação para os próximos 12 meses

Consumidores ouvidos pela Fundação Getulio Vargas (FGV) diminuíram a expectativa de inflação para os próximos 12 meses. De acordo com a pesquisa, em dezembro passado, a pesquisa mostrou índice esperado para o período de um ano de 7,4%. No primeiro mês de 2015, o percentual de expectativa para os próximos 12 meses caiu para 7,2% em janeiro.

Para o economista Pedro Costa Ferreira, do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), a mudança de expectativa dos consumidores indicam que as famílias passaram a acreditar em um maior compromisso do governo e do mercado com o controle de preços. Nos últimos 13 meses a expectativa dos consumidores tem ficado entre 7,2% e 7,5%, números que integram o maior patamar desde o início do levantamento.

A pesquisa mostra que, para 24,9% de um universo de 2,1 mil entrevistados, a inflação ficará entre 6,5% e 7% em 2015. Outros 23,2% acreditam que a variação de preços ficará entre 5,5% e 6,5% e uma parcela de 16,1% dos entrevistados apostam em uma inflação maior que 7% e menor que 8%.

Somada, a parcela que acredita que a inflação ficará abaixo do teto da meta do governo, de 6,5%, chega a 29,7%. Para 15,8% dos consumidores, a inflação vai superar 10%.

 

Fonte: EBC

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta