Corpo do ministro do STF Teori Zavascki é velado em Porto Alegre

Corpo chegou a Porto Alegre por volta das 7h20 da manhã deste sábado.
Até as 11h, a entrada foi permitida apenas para amigos e familiares.

O corpo do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki é velado desde as 9h deste sábado (21) na sede do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. A cerimônia foi aberta ao público às 11h. O sepultamento ocorrerá às 18h no Cemitério Jardim da Paz, também na capital gaúcha. Teori morreu na queda de um avião em Paraty, no Rio de Janeiro, na quinta-feira.

Por volta das 7h20, o corpo de Teori chegou à Base Aérea de Canoas, na Região Metropolitana, e foi levado em cortejo até o tribunal, acompanhado por familiares e também pela presidente do STF, Cármen Lúcia. Eles seguiram pela BR-116, até a região central da cidade. O velório teve início às 9h, mas apenas com a presença da família, de amigos e de pessoas do meio jurídico próximas ao ministro.

O juiz da Lava Jato na primeira instância, Sérgio Moro, disse que foi prestar uma homenagem a Teori, que era o relator dos processos da operação no STF. “Acredito que, pela qualidade, relevância e importância pelos serviços que ele prestava, e a situação difícil desses processos, pela importância desses processos, ele foi um verdadeiro herói”, disse Moro, que teve seu breve pronunciamento interrompido devido à problemas no microfone.

O presidente Michel Temer desembarcou na base aérea de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, pouco depois das 12h50. A comitiva chegou à sede do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), no centro da capital gaúcha, às 13h20. Ele entrou pelo estacionamento acompanhado dos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Mendonça Filho (Educação), Alexandre de Moraes (Justiça), José Serra (Relações Exteriores), Osmar Terra (Desenvolvimento Social e Agrário), além do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Colega de Teori no STF, o também ministro do Supremo Dias Toffoli deu uma rápida declaração, dizendo que a morte do jurista foi “uma perda para a nação brasileira”, citando o nome das principais instituições judiciárias federais brasileiras.

“A serenidade do ministro Teori Zavascki, a simplicidade dele, a humildade dele… marcará para sempre a Justiça brasileiro. E nós tivemos a oportunidade de desfrutar da amizade pessoal com sua excelência, uma perda pessoal que nos abala e que estamos ainda sofrendo muito com essa passagem do ministro Teori. Não poderia deixar de vir aqui, dar um beijo nesse grande amigo“, afirmou.

Além de Cármen Lúcia, mais quatro ministros do Supremo confirmaram que vão a Porto Alegre para o velório de Teori Zavascki.
O presidente Michel Temer também deve comparecer. O embarque dele estava previsto para as 11h, em Congonhas, São Paulo. A agenda oficial da presidência prevê a chegada de Temer ao velório às 13h.

Fonte: globo.com

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário