fbpx
Criança de oito anos é atacada por cachorro dentro de condomínio

Uma criança de oito anos foi atacada por um cachorro de rua durante a tarde desta terça-feira (4), dentro de um condomínio do bairro Ganchinho, em Curitiba. O menino brincava com amigos quando o cão conseguiu passar pelo portão e atingir o pequeno no parquinho. Ele foi medicado e passa bem.

De acordo com a mãe da criança, Dayane Ramos, há uma proibição de animais no condomínio e as crianças costumam brincar sozinhas, mas durante a tarde de terça foram surpreendidas pelo animal. “Na hora não tinha nenhum adulto, só as crianças que se reuniram para brincar, normal. Eu não estava em casa, mas me contaram que o ataque aconteceu após meu filho cair. Nisso ficou com vários arranhões e mordidas”, explicou.

Segundo a mãe, o cachorro já é conhecido na vizinhança por ser agressivo.

Em entrevista à Banda B, a veterinária da Rede de Proteção Animal de Curitiba, Claudia Terzian, explicou que os cães de rua costumam atacar menos que os domesticados. “A maior parte dos animais que provocam acidentes são aqueles que têm dono e acabam indo para a rua, esse caso seria uma exceção, mas que pode acontecer”, relatou. Quando isso acontece, a veterinária explica que as pessoas podem entrar em contato com o Centro de Controle de Zoonoses para que seja recolhido.

Cláudia conta que meninos com menos de 15 anos costumam ser mais vítimas de ataques do que meninas e pessoas adultas, talvez por mexerem ou interagirem mais com os animais. “A gente nunca aconselha deixar crianças sozinhas com cães. Claro que ali talvez a mãe nem soubesse que o animal estivesse ali, mas sempre pedimos uma supervisão nas relações entre cães e crianças. Não se deve dar a responsabilidade nem para a criança, nem para o cão”, explicou.

Orientações

Por fim, a veterinária ainda deu orientações sobre como agir com cães de rua. A primeira dica é nunca enfrentar o cachorro, por exemplo, com o uso de pedras. “Mesmo que o cão seja dócil, ele pode sentir medo. A segunda dica é nunca soltar o cão na rua, isso não é atitude de um dono responsável, já que a responsabilidade é dessa pessoa”, concluiu.

Outra dica importante é nunca correr ou tentar fugir, evitando contato visual com o cachorro.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta