Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Crianças queimadas pelo ex-amante da mãe deixam UTI e não correm risco de morte, em RO

As crianças tiveram que passar por um transplante de pele com urgência por conta da gravidade das lesões

0

As irmãs de 5 e 7 anos de idade, queimadas pelo amante da mãe na Zona Rural de Rolim de Moura, deixaram a UTI do Hospital Cosme e Damião no início desta semana. As duas já não correm mais risco de morrer, mas continuam hospitalizadas, em continuidade ao tratamento médico.

As meninas foram encontradas enterradas, com várias queimaduras, de até quatro grau, e outras lesões graves pelo corpo, no dia 29 de outubro, dentro de uma represa localizada na Linha 180, na Zona Rural de Rolim de Moura, e desde então foram transferidas para Porto Velho, onde passaram por transplante parcial de pele.

Conforme a assessoria da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), após deixarem a UTI, as meninas foram encaminhadas para o quarto de isolamento, onde continuam sendo acompanhadas pela equipe médica. Há troca de curativos diariamente esperando finalizar o processo de cicatrização.

Entenda o caso
As crianças foram torturadas pro Idair dos Reis Maria. Ele matou a mãe das meninas, com quem mantinha um relacionamento extraconjugal, e dias depois foi encontrado morto a cerca de 700 metros da represa onde ele havia deixado as meninas nuas e queimadas.

Já em Porto Velho, as crianças tiveram que passar por um transplante de pele com urgência por conta da gravidade das lesões. A médica Flávia Lenzi solicitou ao banco de pele humana de Porto Alegre (RS) que atendeu com urgência. O risco era de a pele queimada soltar toxinas que poderiam piorar o estado de saúde das irmãs.

Ainda de acordo com Flávia, elas deverão ficar com cicatrizes pelo corpo por causa da gravidade das queimaduras que elas sofreram.

Fonte: rondoniagora

Comentários
Carregando