Crivella rebate declarações de Romário e diz que está disposto ao diálogo.

Crivella acrescentou que o convite para o comandar o conselho permanece de pé. E que continua de portas abertas para recebê-lo.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, divulgou nota na tarde deste domingo contestando as declarações do senador Romário (PSB-RJ) que em entrevista publicada no GLOBO e no EXTRA o acusou de não recebê-lo em audiência depois de ter tomado posse. Crivella também disse que ofereceu a subsecretaria de esportes para que Romário indicasse um nome, mas que não poderia manter uma estrutura de secretaria para atender ao desejo do ex-colega de Senado, porque precisava conter gastos. Segundo Crivella, Romário também se recusou a presidir um conselho de notáveis que ele criou para planejar políticas públicas para portadores de deficiências. Crivella acrescentou que o convite para o comandar o conselho permanece de pé. E que continua de portas abertas para recebê-lo.

No início da noite, no entanto, o senador recusou qualquer tentativa de restabelecer diálogo com o prefeito também por nota, Romário negou ter sido convidado para o conselho e chamou o prefeito de “mau caráter e mentiroso”. O senador disse ainda que Crivella estaria nomeando “amigos” para as empresa e pastas da administração direita.

A seguir, trechos das notas de Crivella e do senador Romário

Crivella:

“Não é verdade que eu não atendo o senador Romário. Quando conversamos durante a campanha, ele me pediu que cuidasse das pessoas com deficiência. A primeira coisa que fiz foi criar o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, junto ao gabinete do prefeito, para o qual convidei o senador Romário para presidir (…) Ele não aceitou. Naquela ocasião, também pedi ao senador Romário que indicasse o subsecretário de Esportes e o da Pessoa com Deficiência, o que ele também declinou, pelo que fui informado, por não concordar que fossem subsecretarias, medida que tive de tomar por razão da crise econômica que vivemos (…) Mesmo nessa conjuntura financeira dificílima, convoquei 950 Agentes de Apoio à Educação Infantil, que vão cuidar das crianças com deficiência na rede pública municipal de educação. Sei que o senador Romário está preocupado com as pessoas com deficiência, portanto não tem porquê atacar o governo (…) Todos aguardamos que o senador Romário aceite compor o Conselho (…) , Prossigo de portas abertas para recebê-lo e, assim, construirmos uma política municipal para assegurar o exercício dos direitos da pessoa com deficiência”

Romário:

“Ele não me convidou para nenhuma subsecretaria. Não me convidou para o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Ele não tem palavra, não cumpre o que combinou. É mau caráter e mentiroso. Em nenhum momento me convidou. Depois do último dia em que estive com ele, 18 de dezembro, ele não mais me atendeu. Um detalhe: vou pedir através de um requerimento do meu gabinete que ele mande para mim os nomes dos representantes das empresas e pastas municipais.Quem manda na Riotur? E na Rioluz? Quero saber se são pessoas competentes. Tenho certeza de que não. Ele está botando amigos à frente das empresas do município. Agora posso dizer que o Crivella é safado também. Mais um defeito. Mau caráter, safado e mentiroso. (..) Ele vai ter que dizer para todo mundo se está botando pessoas competentes ou amigos (..).”

Fonte: extra.globo

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta