Política

Cunha nega recebimento de dinheiro de Joesley: “Não estou em silêncio”

Cunha nega recebimento de dinheiro de Joesley: “Não estou em silêncio”

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) escreveu nota de próprio punho na qual diz que Joesley Batista, um dos donos do grupo JBS, mentiu. Cunha nega que recebia dinheiro do empresário para se manter em silêncio.

“Estou exercendo o meu direito de defesa, não estou em silêncio e tampouco ficarei”, afirma Cunha no texto, segundo informações da Folha de S.Paulo. O deputado cassado inicia a nota dizendo que rechaça “com veemência as informações divulgadas de que estaria recebendo qualquer benefício”. “São falsas as afirmações atribuídas a Joesley Batista de que estaria comprando o meu silêncio.”

O ex-presidente da Câmara acrescenta que “jamais” pediu “qualquer coisa ao presidente Michel Temer”. “Recentemente, após entrevista dele [Temer], o desmenti com contundência, mostrando que não estou alinhado com nenhuma versão dos fatos que não seja a verdadeira”, finaliza.

A carta data de quinta-feira (18/5) e está assinada por Eduardo Cunha.

Nenhuma doação feita pelo grupo JBS nas últimas eleições e registrada nas contas apresentadas à Justiça Eleitoral foi lícita. A revelação consta do primeiro termo da delação premiada firmado pelo empresário Joesley Batista ao Ministério Público Federal (MPF). Em vídeo, ele declara que os R$ 400 milhões doados regularmente a políticos (candidatos a presidente, senador e deputado) eram “contrapartida a ajustes ilícitos”.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Next article Lula e Dilma tinham US$ 150 milhões em ‘conta-corrente’ de propina da JBS, diz Joesley
Previous article Após seis anos, Suécia arquiva processo contra fundador do WikiLeaks

Related posts

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Você pode ser o primeiro a comentar esta postagem postar comentário!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta