Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Curta Amazônia – A visibilidade positiva de uma marca é super importante, e requer muitos desafios.

0

“Numa região onde se tem muitos incentivos fiscais para outros segmentos que não são culturais, fica difícil esse importante setor que é o setor privado, investir em mais ações de natureza cultural, consequentemente o fortalecimento da identidade cultural da região fica comprometido, precisamos urgentemente da homologação e botar em prática as leis de incentivos fiscais que estão morfando nas gavetas do setor público municipal e estadual, luta da persistência e insistência que vem sendo aguardado por esse importante setor que movimenta muitos recursos e gera diversos empregos no Estado de Rondônia, que é o setor cultural rondoniense”, sintetizou Carlos Levy, coordenador geral, criador da marca Curta Amazônia e outros empreendimentos culturais.

O setor cultural deve ser prioritário como políticas públicas, não queremos somente “pão e circo” e nem a famosa “política de balcão”, almejamos políticas públicas sérias e comprometidas com quem faz cultura nessa terra, ressaltando que a desfragmentação cultural ocorrida hoje no Estado de Rondônia, é prova desse enfraquecimento de não haver políticas públicas definidas em leis homologadas, editais na praça, formação e qualificação em todos os segmentos.

O crescimento da produção cultural rondoniense necessita desse apoio e patrocínios de setores importantes com a iniciativa privada e pública. Por exemplo, temos importantes marcas do setor privado rondoniense que prestigiam nossa quinta edição, como os refrigerantes TUPI, Sesc Rondônia, Júnior Sun, as marcas públicas como Universidade Federal de Rondônia/Unir, Secretaria Municipal do Meio Ambiente/Sema da PMPV, Biblioteca Municipal Francisco Meireles, Dade/Semed, as parcerias à nível nacional do curso de Roteiro de filmes: Canne, Fundaj, SaV, MinC, MEC, e apoio local da ABD seção Rondônia, Iphan Rondônia, Casa de Cultura Ivan Marrocos,

Marcas que acreditam nesse importante segmento, que é o 5° Festival de Cinema Curta Amazônia que traz prá Rondônia filmes inéditos de todos os cantos do país além de importantes cidades de outros países como Maputo de Moçambique, Lisboa e Avanca de Portugal, mostrando que a marca e empreendimento rondoniense CURTA AMAZÔNIA já ultrapassa diversas fronteiras, e divulga nossa Rondônia de forma positiva, universalizando e aproximando diversos centros produtores de Cinema no mundo.

Fonte: Assessoria

Comentários
Carregando