Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Debates sobre reforma trabalhista estão suspensos, informa relator no Senado

0

O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), relator da reforma das leis trabalhistas no Senado, anunciou nesta quinta-feira (18/5) que “o calendário de discussões está suspenso”. “Todo o resto agora é secundário”, disse, em nota enviada à imprensa.

Ferraço afirmou que a prioridade agora é dar solução para a crise institucional desencadeada pela informação de que o presidente Michel Temer autorizou o pagamento de mesada ao ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para que ele não faça delação premiada.

“A crise institucional que estamos enfrentando é devastadora e precisamos priorizar a sua solução, para depois darmos desdobramento ao debate relacionado à reforma trabalhista”, afirma o parlamentar, na nota.

A chamada reforma trabalhista é uma das principais pautas do governo no Congresso. Pelo texto que foi aprovado pela Câmara, mais de 100 dispositivos da CLT foram alterados para flexibilizar regras de contratos de trabalho.

Com a informação de que Temer pode ter cometido um crime — ou ter deixado de comunicá-lo às autoridades —, as pautas do Congresso e do governo mudaram. A acusação é feita pelo empresário Joesley Batista, dono do frigorífico JBS. Ele diz que Temer incentivou a entrega de R$ 500 mil a um emissário de Cunha.

Leia a nota de Ricardo Ferraço:

NOTA OFICIAL

A crise institucional que estamos enfrentando é devastadora e precisamos priorizar a sua solução, para depois darmos desdobramento ao debate relacionado à reforma trabalhista. Portanto, na condição de relator do projeto, anuncio que o calendário de discussões anunciado está suspenso. Não há como desconhecer um tema complexo como o trazido pela crise institucional. Todo o resto agora é secundário.

Ricardo Ferraço
Senador pelo PSDB-ES”.

Comentários
Carregando