Delações de Delcídio e executivo da Andrade Gutierrez coincidem e colocam em xeque reeleição de Dilma

Comissão do impeachment já se prepara para requerer a juntada das duas delações ao processo e o aditamento do pedido de afastamento da presidente

A coluna Radar da revista Veja afirma que as delações do senador Delcídio do Amaral e do empreiteiro Otavio Azevedo, da Andrade Gutierrez, deverão ser tratadas como provas complementares: o ex-líder do governo fornece as informações políticas sobre como funcionava o esquema de extorsão política para campanhas, e o executivo corrobora as afirmações com números, datas, recibos, valores e detalhes das operações.

O ponto em que as duas colaborações judiciais coincide é justamente aquele que coloca em xeque o mandato de Dilma Rousseff: as operações de arrecadação para a campanha da presidente em 2014, com detalhes.

Por isso, a comissão do impeachment já se prepara para requerer a juntada das duas delações ao processo e o aditamento do pedido de afastamento de Dilma para incluir os fatos referentes à campanha.

Comissão do Impeachment tem reunião hoje às 17 horas

 O presidente da Comissão Especial do Impeachment, deputado Rogério Rosso (PSD-DF), marcou para hoje, às 17 horas, uma reunião extraordinária para apresentação do plano de trabalho do colegiado, a cargo do relator, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), e discussão dos procedimentos internos de apresentação de requerimentos, tempo de intervenção, entre outros.

A comissão especial foi instalada na quinta-feira (17) para analisar o pedido de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff , feito pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr. e pela advogada Janaína Paschoal.

A reunião acontecerá no Plenário 1.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta