Delegada diz que marido de Bianca Toledo abusava do enteado no banho

Pastor também mostrou “alto grau de perversão”, disse a delegada do caso

No pedido de prisão do pastor Felipe Garcia Heiderich, suspeito de abusar do enteado de 5 anos, a delegada Cristiana Bento, titular da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav), disse que ele mostrou “alto grau de perversão“.

No documento, ela informa que “a prisão do indiciado é imprescindível, uma vez que o indiciado é acusado de ter cometido crime gravíssimo, inclusive considerado hediondo”.

Segundo informações do Extra, Cristiana disse ainda que o pedido deveria ser acolhido pela Justiça para evitar “assim que outras crianças sejam abusadas pelo acusado”.

De acordo com a publicação, a solicitação foi aceita pelo juiz da 17ª Vara Criminal Paulo César Vieira Carvalho Filho, que decretou a prisão temporária por 30 dias do pastor, líder da Aliança Mundial de Evangelização e Ensino.

Nas investigações, foi constatado que os abusos ocorreriam durante o banho da criança.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta