Demanda do consumidor por crédito tem maior aumento em 6 anos

Por região, a demanda por crédito cresceu mais nas regiões menos desenvolvidas no País

A quantidade de pessoas que buscou crédito aumentou 4,9% em 2017, o melhor resultado dos últimos seis anos e o quarto melhor de toda série histórica, iniciada em 2008, de acordo com a Serasa Experian.

O crescimento da renda real determinada pelo recuo acentuado da inflação, a recuperação gradativa dos níveis de confiança dos consumidores e a contínua retração da taxa de juros em conjunto com o aumento da oferta de crédito explicam a alta da demanda do consumidor por crédito em 2017, especialmente para a população de baixa renda, destacam os economistas da Serasa.

No ano passado, a procura do consumidor por crédito cresceu 15,2% para quem recebe até R$ 500 por mês, 4,6% para quem ganha entre R$ 500 e R$ 1 mil mensais, e 3,2% para aqueles que recebem entre R$ 1 mil e R$ 2 mil.

Já entre aqueles que têm salário de R$ 2 mil a 5 mil, a demanda por crédito aumentou 3,6%, e, entre os consumidores que recebem de R$ 5 mil a R$ 10 mil, subiu 4,1%. Para quem ganha mais de R$ 10 mil, a expansão foi de 4,4%.

Por região, a demanda por crédito cresceu mais nas regiões menos desenvolvidas no País, segundo a Serasa: 8,1% no Nordeste e 6,9% no Norte. No Sudeste, a alta foi de 5% em 2017 e, no Sul, 3,4%. Já no Centro-Oeste, a procura por crédito subiu marginalmente, 0,2%.

 

Com informações do Estadão Conteúdo.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta