Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Depois de falhar em testes antidoping Chael Sonnen terá que ir a audiência

0

Depois de falhar em dois exames antidoping surpresas solicitados pela Comissão Atlética do Estado Nevada (NSAC) e de anunciar a sua aposentadoria do MMA, Chael Sonnen terá que comparecer pessoalmente à audiência disciplinar marcada para o próximo dia 23 de julho, em Las Vegas, a fim de prestar esclarecimentos aos membros da comissão. Segundo o vice-procurador geral de Nevada, Chris Eccles, a participação do lutador será mandatória. A informação foi divulgada pelo site “MMA Junkie”.
– O Sr Sonnen terá que comparecer pessoalmente e depor sob juramento em audiência disciplinar da comissão no dia 23 de julho. Ele é esperado para responder perguntas sobre as substâncias proibidas detectadas em seu sistema, como resultado dos testes fora de competição realizados em 24 de maio e 05 de junho – declarou o representante da NSAC.
Sonnen estava escalado para enfrentar Wanderlei Silva no UFC 175. Porém, na semana do UFC 173, em maio, a NSAC ordenou exames antidoping surpresa para ele e seu adversário. Wanderlei se recusou a fazer o teste e foi retirado do evento na mesma semana. Já Chael se submeteu ao teste, cujo resultado foi divulgado em 10 de junho e no qual foi flagrado pelo uso de duas substâncias banidas – anastrozol e clomifeno. O americano então foi retirado do card e alegou ter usado as drogas como parte de seu processo de adaptação após o fim da TRT (Terapia de Reposição de Testosterona). Abalado pelos últimos acontecimentos, Chael anunciou a sua aposentadoria do MMA. No dia 17 de junho, ele participou por telefone da audiência disciplinar da Comissão Atlética de Nevada e recebeu uma suspensão temporária de sua licença de lutador até o julgamento final de seu caso, agendado para o dia 23 de julho.
Porém, no dia 29 de junho, foi revelado que Sonnen falhou em um novo exame antidoping surpresa, ao qual foi submetido em 05 de junho. Desta vez, ele foi flagrado com quatro substâncias banidas: os hormônios de melhora de desempenho EPO (eritripoetina) e GH (hormônio do crescimento), anastrozol e hCG (gonadotrofina coriônica humana), proibida por aumentar a massa muscular. O lutador então teve o seu contrato como apresentador e comentarista do programa oficial do UFC na TV americana rescindido e pode ser multado em até US$ 250 mil (cerca de R$ 550 mil), além de ter sua licença para lutar no estado suspensa e ter que arcar com despesas relativas a um novo este no qual não seja detectada nenhuma substância proibida. Na época foi noticiado que o falastrão também teve o seu contrato rescindido com o UFC, mas o presidente da entidade, Dana White, negou a informação em entrevista com os jornalistas após o UFC 175, em Las Vegas.
Apesar dos problemas com a comissão, Sonnen tem duelo marcado no próximo mês contra o brasileiro André Galvão no Metamoris 4, campeonato de jiu-jítsu, em Los Angeles, na Califórnia.

Fonte: GloboEsporte

Comentários
Carregando