Depois do Panamá, Peru barra Odebrecht em licitações no país

Decisão foi tomada por causa dos casos de corrupção envolvendo a empresa.

Depois de o Panamá anunciar, na terça-feira (27), que a Odebrecht não poderá mais participar de futuras licitações no país, por causa dos casos de corrupção envolvendo a empresa, o chefe do Gabinete Ministerial do Peru, Fernando Zavala, afirmou, nesta quinta-feira (28), que haverá mudanças na Lei de Contratação com o Estado, com o objetivo de evitar que a empreiteira participe de novas licitações oficiais do país.

De acordo com o portal IG, o chefe de Gabinete informou que governo se preocupa com o combate à corrupção e, por isso, tem adotado uma série de medidas para que consiga seguir nessa direção.

“Sobre as obras em execução, nós vamos dar condições para que as investigações prossigam e ao mesmo tempo garantir as condições para continuar com os serviços que tem a ver com a cidadania”, informou o ministro.

Ele conclamou o Ministério Público e o Poder Judiciário “para que realizem todas as investigações e diligências que correspondem a esse caso, no prazo mais breve possível, para punir os responsáveis”, afirmou Zavala em coletiva de imprensa.

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário