fbpx
Deputado Federal Expedito Netto cumpre agenda em Rondônia

O Deputado Federal Expedito Netto (PSD/RO) anunciou, por meio das suas redes sociais, que passou a semana santa em Rondônia. Mesmo sendo feriado, o deputado aproveitou para andar pelo Estado. “Mais do que representar o rondoniense em Brasília, o meu papel é visitar os municípios para acompanhar de perto quais são as prioridades locais e pensar, junto com os vereadores e prefeitos, como podemos melhorar a situação de cada pedaço do nosso estado”, explicou o deputado.

No sábado (26), o parlamentar começou o dia visitando o município de Primavera de Rondônia, onde se encontrou com o prefeito Manoel Lopes de Oliveira, conhecido como Manezão. A reunião foi para confirmar emendas destinadas ao município. Uma de R$ 250 mil para recapeamento do asfalto e outra de R$ 100 mil para a saúde.

O deputado ainda se reuniu com outras lideranças do município para conversar sobre a possibilidade de montar uma sede do PSD em Primavera. O assunto deve voltar a ser discutido nos próximos dias. “Estar aqui é muito importante pra mim. Quero que os rondonienses saibam que podem contar comigo, assim como os líderes políticos. Se pudermos montar um grupo do partido, vai ser ótimo”, declarou Netto.

Depois de Primavera, Netto seguiu para Pimenta Bueno onde foi entrevistado ao vivo pela Rádio Meridional FM 93.5, do radialista Reinaldo Selhorst. Além de Netto, participaram da conversa o presidente do PSD, Luciano Correia e o advogado Diego Vasconcelos. A entrevista foi sobre o atual cenário político e o parlamentar aproveitou para destacar a importância desse meio de comunicação. “É sempre um prazer falar com os radialistas do Estado, que me tratam com muito respeito. O rádio em Rondônia é muito forte e tem um alcance alto. Por isso, sempre me coloco à disposição para prestar contas do meu trabalho e informar, em primeira mão, o que acontece no Congresso”.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta