Deputado Hermínio Coelho critica projeto do Executivo que cria cargos comissionados na Caerd

Apresentada na Sessão Itinerante da Assembleia Legislativa, realizada em Pimenta Bueno na última quinta-feira (19), a Mensagem nº 243, do Poder Executivo, que cria 48 cargos comissionados na Companhia de Águas e Esgoto de Rondônia (Caerd), foi criticada pelo deputado Hermínio Coelho (PDT), na sessão ordinária desta terça-feira (24).

O deputado ressaltou que no ano passado, a Assembleia Legislativa aprovou um projeto de iniciativa do Executivo, que criava mais de 90 cargos comissionados na Caerd. Segundo Hermínio, no entanto, após uma Ação Civil Pública, o TRT de Rondônia considerou inconstitucional a Lei nº 3778/2016, aprovada pela ALE.

Hermínio disse que, na época, o Estado recorreu e também perdeu em Brasília. Em resumo, dos 93 comissionados, segundo as informações do deputado, o governo já demitiu 67, restando, ainda, 26 que, de acordo com o parlamentar, já deveriam ter sido demitidos conforme a anulação da Justiça.

“Mas o incrível é que, mesmo antes do governo cumprir a determinação da Justiça, já mandam pra essa Casa um projeto criando 48 cargos na Caerd. Isso é brincar demais, é afrontar a Justiça. Isso é a certeza da impunidade e eu queria entender o porquê dessa Casa viver com os quatro pneus arriados para o Executivo. São absurdos que esse governo vem cometendo nesse Estado, e essa Casa se mantém ajoelhada, autorizando todo tipo de absurdo”, questionou o deputado.

Segundo Hermínio, graças ao pedido de vista do deputado Luizinho Goebel (PV), “esse projeto criminoso e absurdo não passou na quinta-feira em Pimenta Bueno”, frisou o deputado que explicou estar ausente na Itinerante por se encontrar em Brasília.

O deputado parabenizou atitude do colega parlamentar, que evitou a votação, considerando que o Executivo tem maioria absoluta de votos na Assembleia Legislativa.

“Se esse projeto é aprovado, até a população, que respeita esse Estado e a legalidade, tomar conhecimento e entrar na Justiça, esses 48 comissionados cabos eleitorais já foram contratados”, disse o deputado que concluiu afirmando esperar que a Casa não aprove o referido projeto.

Autor: ALE/RO – DECOM – Juliana Martins / Fonte: pimentaagora

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta