Desembargadores do TJ-BA são investigados por venda de sentenças

Os desembargadores Gesivaldo Britto e Maria das Graças Osório, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), são investigados pela Procuradoria-Geral da República, por supostas vendas de decisões judiciais.

De acordo com a revista Isto É, a investigação foi iniciada por um suposto conluio entre os dois desembargadores. Em uma das causas suspeitas, Maria das Graças antecipou tutela num caso contratual. A decisão foi suspensa por outra desembargadora.

Mas, em seguida, essa nova decisão foi cassada por Gesivaldo. A Procuradoria requereu a quebra de sigilo bancário de Gesivaldo devido à evolução patrimonial dele.

Recentemente, dois desembargadores aposentados foram denunciados por venda de sentença em um espólio milionário.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta