Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

DF registra 712 desaparecidos no primeiro trimestre de 2016

0

Polícia Civil localizou 694 sumidos; 18 casos não foram resolvidos.
Mulheres representam 77% das estatísticas, segundo secretaria

Nos três primeiros meses deste ano, 712 pessoas desapareceram no Distrito Federal. Isso significa que de janeiro a março, oito pessoas foram reportadas como sumidas no DF por dia. No Brasil, a média é de uma pessoa desaparecida a cada 11 minutos.

Desse grupo, 533 pessoas foram localizadas pelas delegacias regionais do DF e 161 pela Delegacia de Combate a Sequestros. Em 46 registros, a polícia não conseguiu contato com a família. Até esta terça-feira (28), 18 pessoas seguiam sumidas.

Segundo a Secretaria de Segurança, o desaparecimento de mulheres entre 13 e 17 anos representa 77% dos casos. Em relação aos homens, os casos são mais frequentes com maiores de 50 anos, atingindo 78% do total, informa o G1/DF.

Um dos casos é o de Newton Almeida de Lima, um idoso de 80 anos, sumido desde maio. De acordo com a família, ele tem problemas de memória. O homem, que morava em Ceilândia, já sofreu quatro derrames. O último foi há um ano e meio, e desde então ele tem dificuldades para se lembrar de lugares e se expressar.

Ele tem 23 netos e dois bisnetos. Maranhense, veio para Brasília trabalhar como mestre de obras na época da construção da capital. “A gente acha que ele tenha tentado ir na casa dessa filha, de quem ele gosta muito. Alguns anos atrás ele conseguia ir lá de ônibus. Hoje ele não conhece os lugares, mas não aceita isso”, afirmou a filha Zeneide Ribeiro.

A família pede para que qualquer informação sobre Lima seja reportada pelo telefone 3568-4805. Casos de desaparecimentos podem ser informados à Polícia Civil, pelo telefone 197.

Comentários
Carregando